Dadá na CPI: silêncio conveniente para todos


Hoje, na CPMI do Cachoeira, por volta de 12h15, Dadá foi chamado à sala da comissão e dispensado minutos depois após afirmar que não daria esclarecimentos. 

A sessão chegou a ser suspensa e retomada logo em seguida para o depoimento de Jairo de Souza, que foi dipensado também. 

Os parlamentares começaram então a discutir se transformam a sessão em reunião administrativa para votação de requerimentos.

E ficou bom para todo mundo. Principalmente para muitos parlamentares que estão se borrando, com  medo da lama suja do Cachoeira chegar às cabeças de muitos deles. 

Apenas se esquecem que estamos atentos a essas dissimulações toscas. 

Digamos, o silêncio de todos na CPI é muito conveniente.