segunda-feira, 30 de abril de 2012

Campeão brasileiro e mundial de Jiu-Jisu tem sangue de Campos Belos



Neto de Leonel Amorim e filho de Marisa Amorim, tradicional família de Campos Belos, o lutador de Jiu-Jitsu, Karatê e  Kung Fu, Hudson Lee, vem destacando no Brasil e em campeonatos internacionais.

Hudson Lee tem apenas 20 anos, mas já ostenta em seu curriculum algumas vitórias interessantes:  campeão brasileiro na faixa azul  de Jiu-Jisu; campeão Mundial World League Pro (SP) em 2010; campeão brasileiro em 2010 e vice-campeão do Campeonato Mercosul, na Argentina em 2011. 


O lutador, que mora em Palmas e treina em Brasília, também foi o único brasileiro selecionado para  participar do Campeonato Mundial em Lonh Beach, na Califórnia (EUA), competição que ocorre entre 31 de maio a 6 de junho deste ano.

No entanto, Lee precisa de patrocínio para ir aos Estados Unidos.

Para concorrer ao título Mundial de Jiu-Jitsu, da categoria da faixa azul, meio-pesado absoluto, o lutador solicita  o patrocínio para a cobertura de despesas com passagens aéreas, alimentação, estada e inscrição para participação no campeonato.

É hora de empresas de Campos Belos tirar proveito da fama do garoto e de quebra ajudá-lo em sua mais nova jornada em terras norte-americanas.

É também hora da comunidade de Campos Belos conhecer mais um conterrâneo vitorioso.

Juiz errou ao emitir sua opinão em emissora de rádio, diz leitor


"Como cidadão camposbelense eu apoio totalmente a liminar concedida. Tenho plena certeza que somente com a intervenção do judiciário para nossa Campos Belos, que está abandonada, passe por uma reforma digna da sua importância.

Como operador do direito, vejo o erro bobo que o juiz cometeu. É tradição no meio forense brasileiro que o juiz não se exponha.

Existe até uma máxima "juiz só se manifesta nos autos".

Se ele deu entrevista justificando, emitindo opinião sobre processo que ainda não foi julgado, ele feriu a Loman (Lei Orgânica da Magistratura Nacional) em seu art. 36 que veda entrevistas sobre esses processos.

Agora, fato é. Mesmo tendo errado ao expor sua opinião publicamente ele fez um grande favor a Campos Belos ao colocar a prefeitura para trabalhar e consertar nossa cidade".


Eduardo Lucas

Brutalidade em Goiás: sete pessoas são degoladas numa fazenda









A suspeita é de latrocínio ( roubo, seguido de assassinato)

Sete pessoas foram degoladas na noite de sábado (28) em uma fazenda a 43 km do município de Doverlândia, no sul de Goiás, a 413 km da capital.

De acordo com a Polícia Militar, as vítimas são: o fazendeiro, 57 anos, o filho dele, 22 anos, um vaqueiro da fazenda, 34 anos, um amigo do fazendeiro, 61 anos, a esposa do amigo, 65 anos, o filho do casal, 22 anos, e a  esposa do jovem, 24 anos.

De acordo com o sargento da Polícia Militar (PM) Divino Celso Teles, um adolescente de 14 anos estava no pasto da fazenda no momento do crime e chegou a ouvir gritos.

O adolescente, que é filho do vaqueiro assassinado, teria procurado o cunhado do fazendeiro em outro ponto da propriedade para pedir ajuda.

Segundo a polícia, o fazendeiro e seu filho teriam sido degolados dentro da casa e arrastados pelos criminosos até o banheiro da residência.

Com base no relato do adolescente, a polícia informou que ainda na noite de sábado quatro pessoas chegaram à propriedade para visitar o fazendeiro. 


Segundo a polícia, o vaqueiro acompanhou o grupo em direção à casa, mas todos teriam sido atacados nos arredores da residência.

Gritos 

Os gritos das vítimas teriam chamado a atenção do adolescente no pasto.

Ainda de acordo com Teles, os corpos das outras cinco vítimas foram encontrados em uma estrada vicinal, perto da fazenda, na manhã deste domingo (29).

“No momento, não é possível falar sobre as causas do crime. Pelo que foi observado, nada foi revirado.

O autor parece ter ido ao quarto do fazendeiro e se aproximado de uma mala, mas aparentemente nada foi levado”, diz o sargento.

Conforme informações iniciais da polícia, o proprietário do imóvel e o filho foram os primeiros a serem assassinados. 


Os outros teriam sido executados como uma forma de eliminar testemunhas.

Os corpos foram levados ao Instituto Médico Legal (IML) de Iporá, a 234 km de Goiânia, no centro do Estado.

De acordo com informações iniciais, o crime será investigado pela 7ª Delegacia Regional da Polícia Civil, em Iporá.

Com informações do Portal G1


Campos Belos tem Câmara de Vereadores?

Sim, os vereadores existem. Eles foram eleitos e tomaram posse
A falta de visibilidade do Poder Legislativo municipal em Campos Belos é tamanha que fui obrigado a fazer a pergunta do título deste poster.

A cidade está em ebulição política, as pessoas se envolvendo nas discussões em blogs, nas rádios, nos jornais locais... tentam encontrar uma solução para os problemas municipais, seja eles na segurança pública, na saúde, na educação, na problemática do lixo urbano.

Porém, um fato tem nos chamado a atenção. Não vejo uma publicação sequer, um comentário ou  posicionamentos de qualquer vereador do município.

É um silêncio absurdo, que parece não haver vereadores da cidade.

Justamente eles que são eleitos para representar a comunidade junto ao poder constituído.

Pior. A inércia não é só em posicionamentos políticos.  São também nos projetos. Não os vejo, ou porque eles não divulgam ou porque não existem. E são todos eles, de "direita" ou de "esquerda", da base de apoio ao prefeito ou da oposição.

É uma total falta de sintonia com a comunidade, que escapa aos olhos.

Um mero site na internet a Câmara de Vereadores não possui. O que fazem com os milhares de reais que recebem mensalmente? só é para pagar os salários?

Falta comunicação dos Poderes

A comunidade precisa conhecer o que os vereadores fazem. Um site é  primordial.

Mais do que um site, tanto a prefeitura quanto a Câmara de Vereadores tem  que ter um porta voz, um assessor de comunicação que responda imediatamente os reclames da sociedade.

Até hoje o prefeito Sardinha não escreveu uma única linha a respeito da interdição de ruas do município.

O fato é que falta comunicação por parte dos Poderes municipais.

Acabou-se a época de se governar por boatos.

Os órgãos públicos tem a obrigação de informar a sua comunidade. Inclusive, publicidade do atos públicos é um preceito constitucional. 

domingo, 29 de abril de 2012

Proibiram o prefeito Sardinha de falar na rádio RCB?

"Dinomar, em relação a entrevista na RCBAM do promotor e do Juiz, o proprietário aceitou com muito prazer, porém ao marcar uma entrevista com o prefeito Sardinha, para falar sobre o outro lado do assunto, o proprietário, Sr. Doriocan, não aceitou.


Fato que o Ivan, locutor, pediu demissão ao vivo, ontem, dia 28/04/2012. 


Tem ou não tem politicagem nessa rádio? você é jornalista, sabe que tem que ouvir as duas partes, é certo o Cel. doriocan proibir a entrevista com o prefeito? 


Analizem senhores, analizem......."

sexta-feira, 27 de abril de 2012

Seríssimo: Perillo recebeu 500 mil de Cachoeira, diz Polícia Federal



O inquérito da Polícia Federal na Operação Monte Carlo indica que intermediários do contraventor Carlos Augusto Ramos, o Carlinhos Cachoeira, entregaram “grande quantia de de dinheiro” para o governador de Goiás, Marconi Perillo (PSDB), no Palácio das Esmeraldas, sede do Poder Executivo local. 
Gravações telefônicas realizadas pela PF no dia 10 de junho do ano passado flagraram o contador de Cachoeira, Geovani Pereira da Silva, informando ao chefe que estava enviando, via dois assessores, uma caixa de computador “com aquele negócio” para ser entregue no Palácio. 
Tratava-se de dinheiro, segundo trecho de relatório da PF intitulado “Entrega de dinheiro no Palácio do Governo de Goiás”. 
O agente responsável pela análise observa que era preciso cruzar as informações com dados da movimentação financeira da quadrilha.
 “Provável grande quantidade de dinheiro”, escreve o policial no relatório, ao qual o Estado teve acesso.
De acordo com as investigações, os dois auxiliares de Cachoeira que combinaram a entrega do dinheiro são Gleyb Ferreira da Cruz, apontado como braço direito para assuntos financeiros da quadrilha, e o ex-vereador do PSDB de Goiânia Wladimir Garcez Henrique – ambos presos em fevereiro. 
As gravações telefônicas da PF mostram que Gleyb buscou o dinheiro com Geovani e se encontrou com Wladimir, que já estava esperando no Palácio das Esmeraldas. 
Todos os passos dos auxiliares eram monitorados por Cachoeira. As gravações dos registros da PF foram veiculadas na internet pelo blog Quidnovi, do jornalista Mino Pedrosa, no início da noite de ontem. Segundo ele, o montante enviado por Cachoeira a Perillo somava R$ 500 mil.
As conversas indicam que houve um atraso no encontro. Marcado para as 13h, a reunião entre os auxiliares de Cachoeira e o governador teve que ser adiada para depois das 16h. 
Wladimir explicou para Gleyb, por telefone, que uma pessoa identificada como “tenente”, provável integrante da equipe de segurança de Perillo, o informou que o governador ainda não confirmara o horário do encontro. 
“Estou o esperando o tenente me ligar. Eu até já liguei lá e ele falou: ‘Wladimir, o governador inclusive falou pra você daqui a pouco vim pra cá (sic), mas não falou que horas, não’. 
Como eu estou enrolado, eu falei: ‘Não, tenente, vê aí pra mim que você marca e eu chego em menos de 20 minutos’”, diz o ex-vereador para Gleyb, que já estava levando a caixa de computador entregue por Geovani.
Publicação Original: Jornal O Estado de São Paulo
Quem primeiro publicou a notícia da propina foi o jornalista Mino Pedrosa, em seu Blog, inclusive com todos os áudios da Polícia Federal e a documentação da PF. Confira toda a documentação aqui.

quarta-feira, 25 de abril de 2012

Comentários anônimos não são legais, perde-se legitimidade

Fico muito feliz com os centenas de comentários deixados em nosso blog, principalmente referentes a temas ligados a Campos Belos.

Porém, a maioria deles é postado por "anônimos", ou seja, pessoas que não querem se identificar.

Entendo a razão, mas vejo isto ainda como uma herança do velho "coronelismo" que ainda ronda a nossa cultura, o famoso "medo" de sofrer retaliações por parte de quem tem o poder.

Não vejo motivo para as pessoas se escoderem. Hoje que tem o poder é o cidadão.

Vocês não estão  fazendo nada de errado, pelo contrário, estão exercendo o seu direito de cidadania.

Mais que isso, estão exercendo um direito constitucional que é a total liberdade de expressão e de pensamento.

Evidentemente que os comentários não podem ensejar crimes de calúnia, injuria, difamação ou acusações sem provas.

No resto, todos são livres para exercerem o seu direito e dizer ou escrever o que bem entenderem.

terça-feira, 24 de abril de 2012

Aumente o som que você vai ter uma grande surpresa com Roger & Leo

Amigos, a música carro-chefe do CD-lançamento da dupla Roger & Leo está muito boa.  

Abaixo você vai ouvir a gravação da faixa do CD ( Livre para Voar). 

Recebi o link hoje.

Aproveito a oportunidade para convidar os meus amigos radialistas Zé Cândido, Luiz Sérgio, Hamilton Mendes, Tomás de Aquino, Dino Farias e demais comunicadores de Campos Belos a darem aquela força à música do nosso conterrâneo "Dozim" (Roger). 

Na oportunidade, faço uma meia cobrança aos organizadores da festa de peão da cidade ( Luiz Otino) a se lembrarem dessa dupla, que promete!!

Assim como chamo também Rafael Miranda, Antônio Carlos Bidó e o vereador Juranda que não esqueçam de chamá-la para os próximos eventos. 

Aperte som!!



Interdição de ruas em Campos Belos é discussão obrigatória na cidade


Por Renato Costa Madureira
 
"Olá caro Dinomar, sou um leitor e difusor do seu blog e quero aproveitar a oportunidade para parabenizá-lo pela iniciativa, pois numa região carente de um (bom) jornal impreso regular ou de um olhar mais atento pelas redes televisivas seu blog preenche essa lacuna com imparcialidade e destacável profissionalismo. 

Dentre as notícias da região, uma que tomou as rodinhas dos bares e discussões em geral foram as interdições de pontes e principais vias de Campos Belos, determinadas por ordem judicial e pedida pelo promotor de Justiça André Luís Ribeiro Duarte. 

Em rápida conversa com os moradores locais, fica claro que a medida provoca sentimentos distintos. 

Alguns elogiam a iniciativa e a aprovam sem resalvas, outros, porém, são contra as interdições recomendando que se fizesse duas ou três como "exemplo" e um pedido de restauração dessas e das demais, diminuindo assim as dificuldades encontradas no trânsito atualmente. 

Porém, vale resaltar que com todos que tive o prazer de conversar, são unanimes em dizer que as recuperações precisam ser realizadas. 

Hoje, 23/04, enquanto percorria as vias da cidade, tive o prazer de verificar que o Prefeito Sardinha estava pessoalmente acompanhando as interdições e, inclusive (segundo funcionários da prefeitura no local), teria conseguido a liberação de algumas delas, onde se fez um trabalho de colocar cascalho e jogar água, possivelmente para amenizar a poeira. 

Algumas indagações porém persistem, como por exemplo: a prefeitura possui recursos financeiros para cumprir todas as determinações? 

Vale lembrar que as pontes deverão ser de concreto e não mais em madeira, como vinham sendo feitas até então. 

Essas liberações possuem data de validade? o prazo para início das obras foi estendido? 

Como disse anteriormente, esse blog cumpre uma ação social, divulgando e informando os cidadãos camposbelense e seria extremamente importante um parecer do Prefeito Sardinha sobre essa situação. 

É interresante sabermos quais ações a prefeitura está fazendo e qual será o plano de ação de agora em diante ou mesmo se haverá obras, levando-se em conta a Lei de Responsabilidade Fiscal.

Enfim, aguardamos uma posição oficial da prefeitura e respostas pois muitas são as perguntas.

PS: As fotos estão em 3 e-mails e mostram algumas vias antes e depois da liberação. 

Algumas placas foram fixadas mudando o trânsito e informando direções além da fixação das placas de interdição contendo a respectiva lei em qual a mesma se enquadra."

Fotos de ruas embargadas judicialmente em Campos Belos







Fotos: Renato Costa Madureira

Mataram o jornalista Décio Sá

O jornalista Décio Sá foi morto a tiros na noite desta segunda-feira (23), dentro de um bar em São Luís (MA).

Ele será enterrado nesta terça-feira, às 16h, no cemitério Jardim da Paz, em São José de Ribamar.

O secretário de Segurança Pública do Maranhão, Aluísio Mendes, afirmou nesta manhã que a morte do jornalista "sem dúvida foi encomendada"

Segundo o perito Jucy Ericeira, o jornalista recebeu seis tiros pelas costas, sendo quatro na cabeça e dois nas costas. A perícia constatou que os tiros foram disparados de uma pistola 0.40, arma de uso exclusivo da polícia.

Décio Sá tinha 42 anos e há 17 trabalhava na editoria de política do jornal "O Estado do Maranhão", do Sistema Mirante de Comunicação.

O colega também era autor de um dos blogs mais acessados do Maranhão.

Décio Sá deixa uma filha de 8 anos e a mulher grávida de dois meses.

O corpo do jornalista está sendo velado na Pax União, no Centro de São Luís.

O governo do Estado divulgou nota lamentando o ocorrido e repudiando a ação bárbara e cruel do crime.

Esperamos que o governo do estado Maranhão dê prioridade nas investigações e encontre os algozes e covardes assassinos, assim como o mandante.

Calaram mais uma voz em nosso país.

segunda-feira, 23 de abril de 2012

Homens que apanham de mulheres recorrem à “Lei Zé da Penha”



Por Maria Claudìa Azambuja*

Homens também apanham de mulheres e não sabem o que fazer. 

Temem denunciar e ser alvo de chacotas, ou ficam quietos com pena dos filhos e até da agressora.

O índice de vítimas masculinas é mínimo, mas existe e não deve ser desconsiderado, já que vivemos numa democracia e a Constituição prima pelo princípio da igualdade.  

No ano passado, o desembargador Dorival Renato Pavan, do Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul, concedeu uma liminar em favor de um homem com base na Lei Maria da Penha.

Esta lei prevê a proteção da mulher agredida pelo sexo oposto, conhecido historicamente por ser mais forte e opressor.

No caso em questão, este senhor era ameaçado e agredido verbal e fisicamente pela esposa, durante o processo de separação, inclusive na frente dos colegas de trabalho e do filho adolescente. 

O magistrado decidiu impor uma medida restritiva de locomoção e assim essa senhora não pode mais se aproximar do companheiro, tendo que ficar a uma distância mínima de 100 m, sob pena de multa de mil reais, além de prisão por desobediência.

Também foi autorizado que o marido grave conversas telefônicas ameaçadoras ou ofensivas, que porventura ela faça, para constar como provas no processo.

Não foi fácil para este cidadão conseguir a liminar, pois o pedido foi indeferido no juízo de primeira instância, por não haver lei específica que trate dos direitos do homem agredido pela mulher.

Ele recorreu da decisão, que posteriormente foi deferida pelo mencionado desembargador, que considerou como provas processuais os boletins de ocorrência policial e fotos dos ferimentos das brigas do casal.

Assim, a Lei Maria da Penha foi aplicada por analogia e isonomia, evitando que a solução para a vítima fosse revidar a agressão.

Portanto, caso você tenha sido agredido por uma mulher, não se prejudique agredindo-a de volta.  Procure a delegacia do seu bairro e denuncie.

Isto é mais digno e corajoso, evitando problemas posteriores para você, que pode de vítima virar agressor.

O assunto é ainda polêmico e a decisão do Tribunal do MS inovadora, mas significa que o homem tem como se proteger de eventuais ataques de fúria femininos, provocados por hormônios em ebulição. Contudo, o homem tem que ser vítima mesmo, para se valer desta espécie de “Lei Zé da Penha”!

Não vale torturar a mulher psicologicamente, com picuinhas, por exemplo, até ela explodir...

Lembre-se que tudo isto é considerado em juízo e você pode perder a razão.

Agora, se você for realmente um santo e ela o demônio em pessoa, não tema colocar um baita processo nela e usar a jurisprudência do destemido desembargador mato-grossense.

Afinal, é melhor sair de cabeça erguida, apoiado numa decisão favorável do juiz, do que dar o troco na mesma moeda e sair ainda mais perdedor, sentindo-se duplamente injustiçado. Pense sobre isto!


* Jornalista e Delegada de Polícia

domingo, 22 de abril de 2012

Vai ser difícil abater Reguffe para governador de Brasília


Deputado Federal Reguffe também é jornalista 


Reguffe se desponta como potencial candidato a governador de Brasília.
A crise ética que há décadas sangra o governo do Distrito Federal está criando condições muito favoráveis ao deputado Federal.

Tanto por seus próprios métodos, quanto pelo poder de autodestruição dos outros concorrentes.  Este ano em Brasília não haverá eleição, pois não há prefeitos. 


Por isso, as costuras começam a serem feitas para a futura eleição de governador.

Tudo isso antecipado pelo lamaçal desmesurado em que se envolveu o atual governador Agnelo Queiroz.

Ele foi eleito em contraponto ao coronelismo da família Roriz e seus capangas, que por décadas mamaram e enriqueceram às custas dos cofres públicos.  O voto em Agnelo foi uma aposta na ética.

Porém, depois de um ano e meio à frente do Governo de Brasília, o que está se vendo é um Agnelo fraco, envolvido em denúncias de corrupção, espionagem, cinismo e falta de gestão.

Não consegue dialogar nem mesmo com os movimentos vindos do coração do próprio PT, seu partido, como a greve dos professores que já dura mais de 40 dias, os metroviários, que dia sim e dia não entram de greve; a polícia militar que já deu um prazo para voltar com a "operação tartaruga", sem contar com os inúmeros secretários diretos envolvidos com malandragens.

Por outro lado Regufe, que também é jornalista,  segue firme como um bastião da moralidade, em meio às pressões sociais, principalmente através das mídias sociais.   

Os cidadãos clamam por moralidade, respeito ao dinheiro público,  probidade...


E Reguffe tem saciado esse anseio com medidas simples e que agradam.

José Antônio Reguffe, de 38 anos, foi o deputado federal mais bem votado do país em termos proporcionais.

Escolhido por 266.465 eleitores, o equivalente a quase 19% dos que foram às umas no Distrito Federal nas últimas eleições, ele superou fenômenos televisivos, como Tiririca, e integrantes de clãs políticos tradicionais.

No primeiro dia de trabalho, o parlamentar expediu seis ofícios à diretoria-geral da Câmara.

Abriu mão do 14° e do 15° salários reduziu o número de assessores no gabinete, cortou gastos com salários de assessores e diminuiu sua verba de atividade parlamentar. (Somente este mês o Senado votou para acabar com os supersalários extras)

Como morador de Brasília, naturalmente também abriu mão do auxílio-moradia e das passagens aéreas. 

As medidas resultarão em uma economia de 2,4 milhões de reais nos próximos quatro anos.

Se elas fossem seguidas por todos os 513 deputados, a economia chegaria a 1,2 bilhão no mesmo período. Reguffe tomou medidas idênticas quando exerceu o mandato de deputado distrital em Brasília.

Além de ter demonstrado que é possível um parlamentar trabalhar sem mordomias em excesso, o deputado brasiliense teve uma votação que prova como isso está em sintonia com o que pensa o eleitor.

Por tudo isso, vai ser difícil encontrar um potencial candidato a governador que abata Reguffe.

sábado, 21 de abril de 2012

Aguardamos nota oficial da prefeitura

Estamos aguardando uma nota oficial do prefeito municipal de Campos Belos sobre a interdição das principais vias da cidade.

Perguntas que não querem calar:

Como a prefeitura vai cumprir o prazo de cinco dias dado pelo juiz?

Tem dinheiro suficiente e pessoal qualificado para fazer as obras?

O governador de Goiás pode ou deve ajudar?

E a Agetop, que se comprometeu com os promotores em março passado e nada fez, o que fará?



Nas redes sociais, população de Campos Belos reclama, mas apoia as interdições


Nas redes sociais, moradores de Campos Belos têm reclamado das interdições nas principais vias da cidade, determinadas por ordem judicial. 


Mas também reconhecem que a ação de interdição pedida pelo promotor da Comarca e deferida pelo juiz é necessária, pelo caos em que se encontram as ruas e rodovias urbanas do município.  A ação de interdição é inédita no histórico da cidade.


PS. preciso de mais fotos das interdições e das vias obstruídas. Se algum leitor se dispuser a fotografar e nos mandar, ficarei grato. Pode mandar para o e-mail: dinomarmiranda@yahoo.com.br

Juiz interdita ponte e liminar garante asfalto novo e reconstrução de pontes em Campos Belos



Liminar (clique aqui) concedida em ação civil pública proposta pelo promotor de Justiça André Luís Ribeiro Duarte determina a reconstrução de cinco trechos de asfalto, numa extensão de quase 5 mil metros, e a reconstrução de nove pontes, que, inclusive, já estão interditadas em razão da ordem judicial.

Providenciadas essas medidas, a prefeitura deverá recuperar também todas as demais vias inspecionadas pelo MP, seguindo os critérios técnicos recomendados em laudo pericial. O juiz Paulo Afonso de Amorim Filho fixou ainda multa diária de R$ 1 mil, a incidir diretamente no chefe do Executivo, em caso de descumprimento da liminar, bem como para cada dia de atraso na execução das obras.

Asfalto

A liminar determinou que o município inicie, no prazo improrrogável de cinco dias, a reconstrução, ou seja, a remoção de todo o pavimento existente e a construção de nova capa asfáltica, com drenagem para as águas das chuvas, sobre os seguintes locais:


- Rodovia GO-118, trecho entre a empresa Lacbel até a saída para a cidade de Arraias, totalizando 3.700 metros.


- Rua Vitória, trecho da GO-118 até a Rua Rui Barbosa, com extensão aproximada de 150 metros.


- Rua Temístocles Rocha, Setor Buritis, trecho da Praça Nego Porfírio até a Rua 1, com extensão de 300 metros.


- Rua 7 de Setembro, trecho da Avenida Campos Belos até o Supermercado Compre Bem II, com extensão aproximada de 200 metros.


- Rua Padre Pelágio, trecho da GO-118 até a Escola Municipal Jandira Aires, com extensão aproximada de 300 metros.

Pontes

A decisão contempla também a reconstrução integral, ou seja, a remoção de toda a estrutura de madeira, devendo ser providenciada estrutura de concreto, com passagem para pedestre, grade de proteção e bueiro em tubo de concreto com diâmetro adequado para escoamento de água pluvial das seguintes pontes:


- Ponte sobre o Córrego Ferreirinha, na Rua Recife.
- Ponte na Rua BH Foreman, ao lado do Hotel Serra Verde.
- Ponte sobre o Córrego Quineira, na GO-118, ao lado do lava rápido Dois Irmãos.
- Ponte na Rua 7 de Setembro, próximo ao Compre Bem II.
- Ponte na Rua 7 de Setembro, atrás do Banco do Brasil.
- Ponte na Rua Padre Pelágio, em frente à Escola Jandira Aires.
- Ponte na Rua Dom Alano, entre as Ruas Sesquicentenário e Cel. Licínio de Miranda.
- Ponte na Rua Benjamin Constant, entre as Ruas Sesquicentenário e Cel. Licínio de Miranda.
- Ponte na Rua Rui Barbosa, abaixo da Loja Maçônica.

Interdição

A decisão judicial determina também a imediata interdição das pontes mencionadas na liminar até a conclusão das obras de restauração.

Obras não emergenciais

Por se tratar de obras necessárias, porém não emergenciais, a liminar determina que o município, imediatamente após encerrada as obras emergenciais, recupere todas as demais vias inspecionadas, seguindo critérios técnicos recomendados em laudo pericial.

Caos


Na ação, o promotor de Justiça relatou que a cidade está em estado de abandono, em especial a malha asfáltica das ruas e avenidas, com o perímetro urbano cada vez mais esburacado. André Luís Duarte destacou também a responsabilidade do município na manutenção das vias públicas. 


(Cristiani Honório dos Santos / Assessoria de Comunicação Social do MP-GO – Fotos: Promotoria de Justiça de Campos Belos) 

quinta-feira, 19 de abril de 2012

Para Amyr Klink, a falta de planejamento pode ser o passaporte para o fracasso



  
“A paixão por navegar nasceu dos livros”, assim afirmou um dos mais notáveis navegadores do mundo, o brasileiro Amyr Klink.  

Ele foi o segundo palestrante do Seminário “Gestão Estratégica e Liderança”, organizado pelo Superior Tribunal Militar, iniciado na segunda-feira (16).

Klink chamou atenção dos brasileiros, ainda em 1983, quando fez a travessia solitária a remo do Atlântico, entre a África e a América, numa jornada de 3.700 milhas (cerca de 6 mil km), em cem dias ininterruptos.

O navegador também se tornou um extremo conhecedor das águas geladas do círculo polar antártico, onde fez a circunavegação (360º) de 14 mil milhas do pólo sul em 88 dias, o que deu origem a um dos seus livros “Mar sem Fim”.

Na palestra, Amyr Klink trouxe um assunto imprescindível para os navegadores e para qualquer organização pública ou privada: o planejamento.  

“Assim como os pinguins, diz ele, que reconhecem os gritos de seus filhos em meio a milhares e até milhões de outros, planejar e organizar é fundamental”.

Klink disse que no mar há procedimentos de segurança, planejados com antecedência, para qualquer tipo de situação. 

Da experiência de exímio navegador, ele anotou um importante aprendizado dos “viajantes do mar”, que pode ser aplicado sistematicamente em qualquer plano de gestão estratégica. 

“Depois das viagens, com suas inúmeras tormentas e desafios, o legado mais importante são as anotações feitas nos diário de bordo, que possibilitam para outras viagens, a identificação de falhas e oportunidades de suas correções”.

“O planejamento é importante não só para os navegadores, mas inclusive para um país como o nosso, onde há recursos naturais abundantes e é fácil não se preocupar com o futuro”, disse Klink ao afirmar que a falta de preocupação com o futuro é também sinônimo de falta de organização, de planejamento e de crescimento. 

“No mar não pode haver falhas de planejamento, senão você morre”, sintetizou, afirmando o que pode ser o destino de muitas organizações que não se preocupam com o futuro.  

Comunidade participa de audiência pública para o desenvolvimento sustentável




Disse anteriormente que esta semana seria uma boa hora para o povo de Campos Belos cobrar das autoridades municipal e estadual um projeto básico de desenvolvimento sustentável para a cidade, notadamente no que se refere ao descarte  dos resíduos sólidos - o famoso lixo doméstico. 

E o povo compareceu juntamente com diversar autoridades do município na audiência públicar "A Caravana das Cidades", que esteve na cidade  na última terça-feira (17), para promover o programa Cidades Sustentáveis.

O evento foi realizado no Salão do CRAS – Padre Rubens.

O projeto da Secretaria das Cidades está percorrendo 30 municípios goianos. A primeira cidade a receber a iniciativa foi Mineiros, no dia 6 de março. O projeto termina no dia 14 de junho, em Goiânia. Catorze cidades já receberam a caravana.

Durante o evento, estão sendo  realizadas audiências públicas e oficinas de trabalho com os temas: Observatórios da Mobilidade e Saúde Humanas, Zoneamento Agroeconômico Ecológico, Plano Estadual e Municipal de Saneamento Ambiental e Políticas Públicas de Habitação de Interesse Social.

Espero realmente que das discussões tenham saído propostas efetivas para o desenvolvimento sustentável da nossa cidade.

Abaixo seguem  links de matérias, nas quais já abordamos, principalmente, as questões do "lixão municipal"... Leia

Usina de reciclagem apodrece em Campos Belos ( Fotos, Fotos, Fotos,)

Catador virou mendigo (Fotos, Fotos








Música do dia: Cenário de Amor, com Petrúcio Amorim


Amigos, a música de hoje novamente  é uma homeangem ao homem do sertão, ao sertanejo, que segundo João Cabral de Melo Neto, "é antes de tudo, um forte".

A ouvir a letra dessa música, você vai se emocionar e curtir um poquinho do seu lado rural, matuto, como se diz no sertão.

Petrúcio Amorim - Cantor e Compositor : Cenário de Amor