segunda-feira, 5 de março de 2012

Professores fazem manifestação pelas ruas de Campos Belos. A greve continua


A mobilização dos professores da rede estadual de Goiás se indigna com a posição do governo e cresce a cada dia em todos os municípios.

Na terça-feira, 28 de fevereiro, os profissionais da regional de Campos Belos manifestaram sua insatisfação a despeito da “intransigência” do governador Marconi Perillo.


Com apitaço, foguetes e carro de som, a categoria se manifestou pelas ruas  da cidade. O secretario de Educação do estado, Thiago Peixoto, foi alvo dos manifestantes e bastante criticado pela forma como vem conduzindo as negociações.

 A caminhada foi acompanhada por um grande número de servidores da educação, pais, alunos e a banda de música do colégio Felismina. 





Os servidores buscam uma resposta do governo, pelo que eles chamam de “achatamento”.

De acordo com a categoria, Marconi Perillo achatou a carreira dos professores e dos funcionários administrativos, acabando com a gratificação por titularidade  e desestimulando os professores a investir em capacitação ou cursos.

Segundo os professores, com o piso nacional anunciado pelo governo federal, o estado resolveu cortar as gratificações, para manter os salários no mesmo patamar.

Outra indignação da categoria é que o governo tem oferecido um bônus para o profissional que não faltar aula.  

“Querem que sacrificamos até mesmo nossa saúde”, reclamou um dos manifestantes.  “Anunciam reforma que nunca chega, às vezes nem inicia, e  só fazem cobranças.  Uma total falta de respeito contra o servidor”, desabafa.

A semana inicia com os professores em greve.

Hoje há mais manifestações e reuniões. Desta vez  em Monte Alegre de Goiás, como informou o sindicalista Antônio Carlos de Oliveira, pela sua página no Facebook, uma mídia social. 


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os cometários aqui publicados são de inteira responsabilidade dos autores. Este Blog não se responsabiliza pelos comentários postados pelos leitores, que poderão ser responsabilizados e penalizados judicialmente por abuso do direito da livre manifestação.

Vídeo do Dia: a difícil situação da rodovia TO-110, entre Taguatinga (TO) e Ponte Alta (TO)

É muito drástica a situação da rodovia TO-110, na região Sudeste do Tocantins, esquecida há mais de 10 anos pelo governo do estado.  ...