Professores de Goiás decidem manter a greve


Após assembleia , realizada nesta quinta-feira (8), os professores da rede estadual de ensino decidiram continuar a greve,  que já dura 32 dias.

Os professores protestam contra o novo Plano de Cargos e Salários definido pela Secretaria Estadual de Educação (Seduc).

Eles reclamam principalmente da incorporação da gratificação por titularidade ao piso salarial. Os servidores também querem reajuste de 30% para os profissionais que trabalham 30 horas por semana.