segunda-feira, 6 de fevereiro de 2012

Professores decidem entrar em greve por tempo indeterminado em Goiás



Os professores e servidores administrativos da rede estadual de ensino decidiram cruzar os braços a partir de hoje segunda-feira (6).


De acordo com o Sindicato dos Trabalhadores da Educação em Goiás (Sintego), a greve será por tempo indeterminado.


A categoria optou pela paralisação durante a assembleia realizada na última quinta-feira (2), no Jóquei Clube.


Os professores protestam contra o novo Plano de Cargos e Salários definido pela Secretaria Estadual de Educação (Seduc).


Eles reclamam principalmente da incorporação da gratificação por titularidade ao piso salarial.


Os servidores querem reajuste de 30% para os profissionais que trabalham 30 horas por semana.


Segundo o Sintego, os administrativos com carga horária reduzida são maioria na rede e atualmente recebem menos de um salário mínimo.


"Queremos o retorno da gratificação por titularidade e concurso público para a área administrativa", diz a presidente do Sintego Iêda Leal.



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os cometários aqui publicados são de inteira responsabilidade dos autores. Este Blog não se responsabiliza pelos comentários postados pelos leitores, que poderão ser responsabilizados e penalizados judicialmente por abuso do direito da livre manifestação.