Greve de professores em Goiás é ilegal, decreta juiz



Foi decretada na tarde de sábado (4) a ilegalidade da greve dos professores da rede estadual, prevista para começar  hoje, segunda-feira (6).


A decisão é do juiz Fábio Cristovão, que considerou a greve abusiva. Segundo o procurador do estado, o descumprimento da sentença prevê multa diária de RS 30 mil.


A TV Anhanguera conversou com o Sindicato dos Trabalhadores em Educação de Goiás (Sintego), que disse que vai recorrer da sentença. Segundo o Sintego, a greve está mantida.


Com informações do G1.