Jogo de poder na inauguração da nova Câmara de Vereadores



Fotos: Osmar Santos

A inauguração da nova sede da Câmara de Vereadores de Campos Belos serviu para explicitar ao público a "guerra" de bastidores travada entre as forças políticas do município. 


Uma verdadeira demonstração do jogo de poder que impera na política local. 

O atual prefeito, Sardinha, dois ex-prefeitos ( Fernando Terra e Ninha) e mais o candidato a vice-prefeito derrotado nas últimas eleições, Pablo Geovanni, fizeram questão de marcar presença e terreno. 


O deputado federal Pedro Chaves (PMDB), natural de São Domingos, ligado umbilicamente a Pablo Geovanne, foi um dos convidados do seu partido. 

A maioria deles estava cercado e cotejado por vereadores da Casa.  Todos eles contam com representantes no poder legislativo.


Muitos correligionários também foram ao local dar a sua forcinha. 

No descerramento da placa inaugurativa, que homenageou o histórico peemedebista e ex-prefeito Avelino Mendes,  o prefeito Sardinha, candidatíssimo à reeleição, figurou como protagonista da festa, juntamente com os nove vereadores. 

Mas na hora dos discursos, Ninha e Pablo não perderam tempo e fizeram questão de fazer uso da palavra, assim como o ex-vereador Valdeci da Saúde. 


Na abertura da casa legislativa, os vereadores usaram o púlpito para falar de suas "obras"e também para lembrar o homenageado. 

No entanto, dois prefeituráveis não foram vistos no evento: Zé Cândido e Toninho da Ótica. 


O primeiro pode ter subestimado o peso político da inauguração e o segundo, talvez, não tenha se sentido a vontade para dar as caras, diferentemente da inauguração da agência da Caixa Ecômica Federal, ocorrida também  na semana passada.

Tudo isso é reflexo do embate eleitoral que se avizinha. 

Veja abaixo as fotos da inauguração