GO-118 está um horror

Estado de calamidade pública. Assim deveria decretar o governo de Goiás ou os prefeitos das cidades por onde passa a rodovia GO-118.

Hoje, ao fazer a rota Brasília-Campos Belos, senti como se estivesse trafegando por umas das estradas do Haiti, o país mais pobre das Américas.

Definitivamente, parece que estão tirando sarro de nós, contribuintes-usuários.

Ao longo dos 400 km, três techos merecem destaques pelas extraordinárias "panelas"abertas no asfalto: Divisa  DF/GO até São João da Aliança; Ponte do Paranã- Monte Alegre e  Monte Alegre-Campos Belos.

Acredito que se o governo do estado não tomar qualquer atitude para minorar a situação calamitosa da estrada, há necessidade do uso de instrumentos judiciais.

Está parecendo ser esta a última saída, já que ninguém nos ouve.