quinta-feira, 17 de novembro de 2011

Ministro Carlos Lupi caçoa de brasileiros


O ministro do Trabalho, Carlos Lupi, deve se achar um intocável ou está caçoando de todos os brasileiros.


Pegar carona para fazer política em avião de empresário, com quem mantinha contatos íntimos e perniciosos no pagamento de dinheiro público, é, no mínimo, crime de responsabilidade.

Esses camaradas assumem um ministério, fazem do dinheiro público o que bem querem e ainda mentem de forma escancarada.

Ainda bem que o povo tem agora, à sua disposição, aparelhos celulares, máquinas fotográficas, facebook, twiter, blogs e demais mídias sociais para desmascarar este tipo de político ultrapassado.

Viva as novas tecnologias !!

O fato

O ministro do Trabalho, Carlos Lupi, admitiu o uso de um avião particular, em viagem ao Maranhão em 2009, mas negou nesta quinta-feira (17), em depoimento à Comissão de Assuntos Sociais do Senado que tenha mentido ao afirmar que não conhecia o empresário Adair Meira.

Meira é dirigente de ONGs posteriormente beneficiadas por convênios com a pasta. O avião utilizado pelo ministro teria teria sido pago pelo dirigente.

Na quinta da semana passada, Lupi foi à Comissão de Fiscalização e Controle da Câmara para falar sobre o suposto esquema de desvio de verbas públicas e negou ter relações pessoais com Meira. "Nunca andei em jatinho de Adair, não o conheço (...) Não tenho nenhum tipo de relação com ele",” disse Lupi na ocasião.

Hoje ele leu o trecho das notas taquigráficas de sua fala na Comissão de Fiscalização e Controle da Câmara. "Eu não menti. Eu não disse em nenhum momento que não andei na aeronave.”


Ah tá... Continue pensando que somos panacas...

Um comentário:

  1. Tive o desprazer de assistir essa bagunça na TV senado. A maioria dos governistas estavam lá apenas prà tumultuar, com coisas fora de contesto, mas alguns como o senador suplici que faz parte da base do governo ficaram firmes em exigir explicações, o único destaque realmente foi do senador Demóstenes e alguns outros , que não ficaram na camaradagem com o ministro e também exigiram explicações, no final ainda vimos o presidente da sessão falando que estava torcendo para que o ministro se elegesse senador pelo rio de Janeiro no futuro.

    ResponderExcluir

Os cometários aqui publicados são de inteira responsabilidade dos autores. Este Blog não se responsabiliza pelos comentários postados pelos leitores, que poderão ser responsabilizados e penalizados judicialmente por abuso do direito da livre manifestação.

Bombeiros fazem cortejo para menino que morreu após ser atropelado por avó, em Niquelândia (GO)

Uma tragédia comoveu os habitantes do município de Niquelândia, a 300 quilômetros de Goiânia, na manhã do último sábado (15/12).  U...