segunda-feira, 22 de agosto de 2011

Cavalcante realiza VII Festival de Música Instrumental e Arte Popular


























Localizada a cerca de 300 km da Capital Federal, Cavalcante será palco da sétima edição do VII Festival de Música Instrumental e Arte Popular, nos dias 25, 26, 27 e 28 de agosto.


A diversidade da música instrumental serão exaltadas numa das mais tradicionais cidades de Goiás.

Shows, espetáculos, exposições, cinema e debates movimentam o município durante os quatro dias do Festival.

Passarão pelos palcos da praça central da cidade atrações locais e internacionais, além de artistas da Capital Federal, entre eles: Dança da Sussa dos Kalungas dos Vãos de Cavalcante, Catira, Duo Oswaldo Amorim & Paulo André Tavares, Marafreboi, Marcos Farias e banda, Renato Vasconcelos e banda, Marakamundi, a guitarrista Marlene Souza Lima; além da atração internacional dessa edição, o saxofonista norte-americano Mike Hamilton.

A Praça Diogo Telles Cavalcante será o cenário das apresentações musicais.

As mostras de cinema abrem o festival, no dia 25, com a exibição da Mostra Brasil Candango, na Praça da Bíblia, a partir das 19h30.

Um dos curtas a ser apresentado é “A Onda, Festa na Pororoca”. Com roteiro original de Adriano Barroso, o filme conta a história de uma festa que os bichos organizam no fundo do rio para esperar a passagem da Pororoca e o longa “Lula, o Filho do Povo”, que narra a história do ex-presidente da República, Luís Inácio Lula da Silva, e sua saga indo do interior do Brasil para a capital paulista.

Já no dia 27, sábado, o cinema itinerante do Instituto Latino América brindará a população do Vão do Engenho com a mesma programação.

A programação musical começa a todo vapor na sexta-feira, 26.

Na ocasião, abre a apresentação na cidade de Cavalcante um Cortejo Teatral, em seguida sobem aos palcos os grupos locais Lua de Cerrado, Trio Chapadeiros, Roda de Candeia, Oskaba e Forró do Parceiro.

No sábado, 27, o shows têm início às 18h com a Pequena Orquestra de Cavalcante.

Em seguida, Catira (19h), Marcos Farias e banda (19h50), Paulo André e Oswaldo Amorim (20h35), Renato Vasconcellos Quarteto (21h20) e Orquestra popular MarafreboI (22h05) dão a graça de suas apresentações em Cavalcante.

No último dia de evento, domingo, o destaque vai para a atração internacional do festival, Mike Hamilton e banda.

Os shows, da Pequena Orquestra de Cavalcante (18h), de Fernando Cobal Solo (18h30) Marlene Souza e banda (19h00 m), do Grupo Marakamundi (19h50m) Mike Hamilton e Banda (20h40) e da Dança da Sussa (21h30m), completam o VII Festival de Música Instrumental de Cavalcante e fecham a programação.

Uma das atrações mais tradicionais do Festival é a Pequena Orquestra de Cavalcante, criada pelo Maestro Rênio Quintas.

O grupo conta, ainda, com a contribuição valiosa do professor e Luthier Marció, na condução das oficinas musicais, oferecidas a 20 crianças da ONG Asol, durante 10 dias que antecedem o evento.

Desde a sua criação, em 2007, a Pequena Orquestra de Cavalcante participa das apresentações no festival, que neste ano acontecem nos dias 27 e 28 de agosto.

Destaque também às discussões de políticas públicas na área cultural na sétima edição do festival, que contarão com a presença de representantes da Agepel - Agência de Cultura de Goiás numa roda de prosa sobre Economia Criativa, além de enviados da Secretaria de Cultura do DF, que tratarão do formato de Sistemas Municipais, Estaduais e Federal de Cultura.

O Festival de Música Instrumental e Arte Popular de Cavalcante visa promover a cultura e a música instrumental, além de gerar emprego e renda na região através da Feira de Artesanato e Gastronomia - realizada em parceria com a Associação de Artesãos de Cavalcante, Sebrae e apoio da Prefeitura Municipal da cidade.

Em 2011, a Feira traz novidades, como gastronomia local, nacional e até internacional, além de roupas e objetos criados pela cadeia criativa do artesanato local.

Caráter histórico do Festival

Com 264 anos de existência, o município de Cavalcante (GO) detém a maior parte do Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros, situada na zona do cerrado, entre as montanhas e vales da região, a cerca de 300 quilômetros de Brasília.

Sua origem vem das comunidades indígenas e quilombolas que povoaram primeiramente a região e que permanecem até hoje.

Sob esta imagem, o Festival no município propõe um intenso intercâmbio cultural entre Brasília e Cavalcante, a fim de unir arte e meio ambiente como semente única de produção de idéias, além de estimular o turismo ecológico na região.

Sexta-feira (26/8)

Atrações/Grupos Locais: Cortejo Teatral, Lua de Cerrado, Trio Chapadeiros, Roda De Candeia, Oskaba, Forró do Parceiro

Sábado (27/8)

Atrações: Pequena Orquestra de Cavalcante (18h30), Catira (19h), Marcos Farias e banda (19h50), Paulo André e Oswaldo Amorim (20h35), Renato Vasconcellos Quarteto (21h20) e Orquestra popular Marafreboi (22h05)

Domingo(28/8)

Atrações: Pequena Orquestra de Cavalcante (18h), Marlene Souza e banda (18h30), Grupo Marakamundi (19h15), Mike Hamilton e banda (20h) e Dança da Sussa (20h45)

Ingressos: Entrada Franca

2 comentários:

  1. MUITO BOM. RECOMENDO. TODOS OS ANOS ESTOU LÁ. MÚSICA DE BOM GOSTO.
    PARABÉNS CAVALCANTE.

    ResponderExcluir
  2. Pode vir estaremos de braços abertos
    o festival e maravilhoso

    ResponderExcluir

Os cometários aqui publicados são de inteira responsabilidade dos autores. Este Blog não se responsabiliza pelos comentários postados pelos leitores, que poderão ser responsabilizados e penalizados judicialmente por abuso do direito da livre manifestação.

Promotoria de Campos Belos e Programa Ser Natureza apoiaram Fica Itinerante

A Promotoria de Justiça de Campos Belos, por meio do Programa Ser natureza, em parceria com as Secretarias Estadual e Municipal de Ed...