sexta-feira, 30 de dezembro de 2011

Campos Belos prepara grande Reveillon


Queimas de fogos, Dj, show de forró e convidados de todas as cidades da região. Assim está planejada a festa de reveillon  em  Campos Belos. O evento vai ocorrer no Centro Olímpico Padre Magalhães e deve reunir centenas de pessoas para comemorar a entrada de 2012.

Segundos os organizadores, a festa foi preparada para receber todos os tipos de pessoas: dos adolescentes às mais "maduras". Não haverá open bar ( bebidas gratuitas). O ingresso antecipado está saindo a um preço de R$ 15,00.

A festa começa  às 22 horas e promete levar muita gente bonita.

terça-feira, 27 de dezembro de 2011

Jogo de poder na inauguração da nova Câmara de Vereadores



Fotos: Osmar Santos

A inauguração da nova sede da Câmara de Vereadores de Campos Belos serviu para explicitar ao público a "guerra" de bastidores travada entre as forças políticas do município. 


Uma verdadeira demonstração do jogo de poder que impera na política local. 

O atual prefeito, Sardinha, dois ex-prefeitos ( Fernando Terra e Ninha) e mais o candidato a vice-prefeito derrotado nas últimas eleições, Pablo Geovanni, fizeram questão de marcar presença e terreno. 


O deputado federal Pedro Chaves (PMDB), natural de São Domingos, ligado umbilicamente a Pablo Geovanne, foi um dos convidados do seu partido. 

A maioria deles estava cercado e cotejado por vereadores da Casa.  Todos eles contam com representantes no poder legislativo.


Muitos correligionários também foram ao local dar a sua forcinha. 

No descerramento da placa inaugurativa, que homenageou o histórico peemedebista e ex-prefeito Avelino Mendes,  o prefeito Sardinha, candidatíssimo à reeleição, figurou como protagonista da festa, juntamente com os nove vereadores. 

Mas na hora dos discursos, Ninha e Pablo não perderam tempo e fizeram questão de fazer uso da palavra, assim como o ex-vereador Valdeci da Saúde. 


Na abertura da casa legislativa, os vereadores usaram o púlpito para falar de suas "obras"e também para lembrar o homenageado. 

No entanto, dois prefeituráveis não foram vistos no evento: Zé Cândido e Toninho da Ótica. 


O primeiro pode ter subestimado o peso político da inauguração e o segundo, talvez, não tenha se sentido a vontade para dar as caras, diferentemente da inauguração da agência da Caixa Ecômica Federal, ocorrida também  na semana passada.

Tudo isso é reflexo do embate eleitoral que se avizinha. 

Veja abaixo as fotos da inauguração   

Fotos: Osmar Santos











domingo, 25 de dezembro de 2011

Zé Cândido não abre mão de sua candidatura a prefeito de Campos Belos


Vira o ano e junto com ele vem o corre-corre dos possíveis candidatos às eleições, que ocorrem em outubro de 2012. Zé Cândido, um dos pré-candidatos, não abre mão de sua candidatura a prefeito de Campos Belos. A informação partiu de fonte próxima a ele.

Zé Cândido e uma parte de políticos do diretório municipal do PMDB deixaram o partido e rumaram para o PDT.

No PMDB, os que resistiram, tendem-se a apoiar a reeleição de Sardinha. 

Toninho, ex-candidato a prefeito derrotado pelo PMDB nas eleições de três anos atrás, já foi visto em público dando apoio a Sardinha.  

Na última quinta-feira, ele participou do ato público de inauguração da nova agência da Caixa Econômica Federal em Campos Belos, junto com Sardinha, inclusive fazendo uso da palavra. Mais claro que isso, impossível.   

Ninha, ex-prefeito, que ajudou eleger o atual prefeito e depois “rusgou” com ele, também corre paralelamente procurando apoio para uma possível candidatura. 

sexta-feira, 23 de dezembro de 2011

Diário Oficial publica, hoje, edital do Concurso do Senado Federal


Foram publicados no Diário Oficial da União desta sexta-feira (23) os quatro editais do concurso público para o Senado Federal. As provas estão marcadas para o dia 11 de março e a Fundação Getúlio Vargas (FGV) será a organizadora do certame. A previsão é de preenchimento de 246 vagas inicialmente, sendo 104 para o cargo de técnico legislativo (nível médio), 133 para analista legislativo (nível superior) e nove para consultor legislativo (nível superior).
Será admitida inscrição exclusivamente on-line pelo site da FGV, no endereço eletrônicowww.fgv.br, solicitada no período entre 0h do dia 26 de dezembro de 2011 até as 23h59min do dia 5 de fevereiro de 2012, observado o horário oficial de Brasília.
A taxa de inscrição terá o valor de R$ 200,00 para o cargo de Consultor Legislativo (áreas de Consultoria e Assessoramento Legislativo e Consultoria e Assessoramento em Orçamentos). A remuneração inicial é de R$ 23.826,57
Para o cargo de Analista Legislativo nas áreas de apoio Técnico ao Processo Legislativo, Apoio Técnico-Administrativo, Controle Interno, Saúde e Assistência Social, Instalações, Equipamentos, Ocupação e Ambientação de Espaço Físico, Redação e Revisão de Textos Gráficos, Comunicação Social e Tecnologia da Informação) a taxa de inscrição será de 190,00.A remuneração inicial é de R$ 18.440,64.
A taxa de inscrição terá o valor de R$ 180,00 para os cargos de Técnico Legislativo (nas áreas de Apoio Técnico ao Processo Legislativo; Apoio Técnico-Administrativo; Saúde e Assistência Social; Instalações, Equipamentos, Ocupação e Ambientação de Espaço Físico; e Apoio Técnico ao Processo Industrial Gráfico) e Policial Legislativo. A remuneração inicial é de R$ 13.833,64.
Provas
As provas da primeira etapa do concurso serão realizadas no dia 11 de março de 2012, nas capitais de todos os estados brasileiros e no Distrito Federal, de forma a garantir amplo acesso dos interessados e uma seleção abrangente. As provas para os cargos de Consultor Legislativo e Técnico Legislativo ocorrerão em turno oposto às avaliações para o cargo de Analista Legislativo, permitindo aos candidatos a possibilidade de concorrer a mais de um cargo.
Serão aplicadas provas discursivas para todos os cargos, além de prova de títulos para o cargo de Consultor Legislativo. Aos candidatos para o cargo de Técnico Legislativo, especialidade Policial Legislativo Federal, será exigida, ainda, aptidão física e psicológica, assim como investigação social e documental e aprovação em curso de formação específico.
Mais informações sobre o Concurso do Senado podem ser obtidas no sitehttp://www.fgv.br/fgvprojetos/concursos/senado11/ ou pelo telefone 0800 2834628 e pelo email: senado11@fgv.br a partir de 26/12/2011.


quinta-feira, 22 de dezembro de 2011

Agência da Caixa Econômica Federal já funciona em Campos Belos

Foto - ilustração
Campos Belos e mais doze municípios do nordeste de Goiás e sudeste do Tocantins já contam, a partir deste mês de dezembro, com os benefícios de uma agência da Caixa Econômica Federal (CEF).

A agência está funcionando, provisoriamente, em um prédio alugado no centro da cidade, precisamente defronte ao Banco do Brasil.

Saque do FGTS, PIS/PASEP, financiamentos imobiliários, poupança, movimentação de conta-corrente e contratação do Fies (financiamento estudantil) são alguns dos serviços que o cidadão poderá fazer junto à agência.

A sede definitiva da CEF em Campos Belos já começou a ser construída. Ela ficará em um terreno doado pela prefeitura municipal, ao lado do Tribunal Regional Eleitoral e da Câmara de Vereadores.

A previsão da empreiteira, responsável pela obra, é que a nova agência ficará pronta em meados de março de 2012.   

quarta-feira, 21 de dezembro de 2011

GO-118 está um horror

Estado de calamidade pública. Assim deveria decretar o governo de Goiás ou os prefeitos das cidades por onde passa a rodovia GO-118.

Hoje, ao fazer a rota Brasília-Campos Belos, senti como se estivesse trafegando por umas das estradas do Haiti, o país mais pobre das Américas.

Definitivamente, parece que estão tirando sarro de nós, contribuintes-usuários.

Ao longo dos 400 km, três techos merecem destaques pelas extraordinárias "panelas"abertas no asfalto: Divisa  DF/GO até São João da Aliança; Ponte do Paranã- Monte Alegre e  Monte Alegre-Campos Belos.

Acredito que se o governo do estado não tomar qualquer atitude para minorar a situação calamitosa da estrada, há necessidade do uso de instrumentos judiciais.

Está parecendo ser esta a última saída, já que ninguém nos ouve.



segunda-feira, 19 de dezembro de 2011

Campos Belos inaugura sua nova Câmara Municipal


Com informações de Hamilton Mendes

Será nesta terça feira dia 20, a inauguração da nova sede da Câmara Municipal de Campos Belos, localizada na Rua Temistocles Rocha, proxima ao Centro Olimpico Padre Magalhães.


Espaçosa e com um visual moderno, a nova sede, trará uma esperança de revitalização até no lado motivicional do trabalho dos nossos vereadores.

Homenagem

O novo prédio recebe o nome de Avelino Antonio Mendes, que foi vereador por dois mandatos, presidiu a casa, foi Vice -Prefeito e Prefeito do município.

Avelino Antonio Mendes, construiu uma carreira politica, com muita dignidade e é de raciocio de todos o merecimento a e homenagem.

A nova casa de leis, estará então reacendo a nossa esperanças para o bom trabalho do poder legislativo.

A inauguração será nesta terça-feira, às 08:30 da manhã.

O presidente da Casa, Vereador Tião do Crisa , orgulhoso e com o sentimento do dever cumprido, convida a todos para participarem.




quarta-feira, 7 de dezembro de 2011

Rádio Justiça: denunciado civil acusado de dar tijoladas em soldado do Exército no Morro do Alemão

GO 118 pede socorro



Amigos, a GO 118, que liga Campos Belos a Brasília, está sucubindo.
As últimas chuvas têm castigado a rodovia, que já era precária.

Há crateras em todos os pontos, ao longo dos seus 400 km.

Sucintamos aos prefeitos das cidades margeadas pela rodovia que façam pressão política junto ao governador e ao vice-governador de Goiás para uma operação de emergência.

Sardinha, você também está convidado.

Está impossível trafegar pela pista.

terça-feira, 29 de novembro de 2011

Seminário de Direito

Até quinta-feira, 1º de dezembro, estamos inteiramente mergulhados na cobertura jornalística do X Seminário de Direito Militar, promovido pelo Superior Tribunal Militar.

Estamos produzindo podcast das palestras, painéis e reportagens, vídeos e fotos.

Acesse o site do evento e dê uma olhadinha na cobertura.

Aproveite também para ouvir as palestras. A do jurista Dr. Luís Roberto Barroso, sobre as transformações do Direito Constitucional, por exemplo, foi excepcional.   

terça-feira, 22 de novembro de 2011

Senado autoriza concurso para 246 vagas: salários de até R$ 24 mil


Cometários deste blogueiro

Quem se interessar pelo concurso é bom se preparar,  desde já (hoje, terça-feira, 22) . É top de linha, um dos mais aguardados dos últimos anos. Como dizem os consurseiros: "alto nível".

O edital deve sair em meados do semestre que vem. O  tempo que transcorre entre a publicação do edital  e o dia da prova é de cerca de 40 dias.

Enquanto o tal do edital não sai, você pode ir "matando" aos poucos as matérias que você tem maior dificuldade.

Não esqueça que deve dar prioridade ao Regimento Interno do Senado. Ele é extenso e deve cair muitas questões. Português também deve "pegar". A banca FGV, provavelmente, é uma das mais duras, principalmente no português. Pede muita gramática. 

Então, vá à luta!!

A notícia

O Senado autorizou a realização de concurso para o preenchimento de cargos do quadro de pessoal.

A previsão é de preenchimento de 246 vagas inicialmente: 104 para técnico, 133 para analista e 9 para consultor. A data do concurso ainda não foi definida, informou Davi Anjos Paiva, presidente da comissão criada para tratar do assunto.


O ato prevê que o Senado poderá convocar mais aprovados, durante o prazo de validade do concurso, na hipótese de surgimento de vaga no quadro de pessoal.


O preenchimento, nesse caso, atenderá a ordem de classificação, a existência de dotação orçamentária e a conveniência administrativa.

Veja o quadro completo de vagas por área.

Ainda não há previsão da data de publicação do edital do concurso.

Porém, o que já se sabe é que o salário inicial de cargos da saúde e assistência social e dos demais analistas legislativos chega a R$ 18,5 mil, além de alguns benefícios.

Um deles é o de auxílio-alimentação, no valor de cerca de R$ 740.

Já para as nove vagas do cargo de consultor legislativo, o salário inicial é de R$ 24 mil, além de benefícios.

O concurso também vai oferecer 104 vagas de técnicos legislativos, de nível médio, com salário inicial de R$ 14 mil.

O último concurso para o Senado foi realizado em 2008. O exame objetivo foi composto por 70 questões para os cargos de nível médio e 80 para os de nível superior.

A prova discursiva consistiu de uma questão para nível médio e duas para nível superior.

Foram cobradas as disciplinas de Língua Portuguesa, Conhecimentos Gerais e Conhecimentos Específicos, para todos os cargos, e Língua Inglesa, Língua Espanhola e Informática, para áreas específicas.

Novo Alegre recebe show da dupla Roger e Leo



A cidade de Novo Alegre, sudeste do Tocantins, recebe no próximo dia 03 de dezembro (sábado) a dupla sertaneja brasiliense Roger & Leo.


O show vai ocorrer no Clube Social da cidade. Segundo a organização do evento, os ingressos já estão à venda por antecipação, por um preço bem menor do que para quem deseja comprar na hora.

No último dia 12 de novembro, os cantores gravaram, na Chopperia Dom Quichopp, em Águas Claras - Brasília, o primeiro CD da dupla.

É hora dos forrozeiros e sertanejos de Campos Belos curtirem o conterrâneo Roger.

A dupla Roger e Leo tem recebido dos críticos boas recomendações e menções positivas.

É hora também dos conterrâneos darem sua contribuição.

Já peço aos amigos Luiz Sérgio e Zé Cândido (Rádio Atividade FM) e ao amigo Hamilton Mendes (Rádio RCB AM), a fazerem “aquele barulho”, que só vocês sabem fazer, no intuito de divulgar tanto o novo CD da dupla, quanto o show em Novo Alegre.

Em tempo – Não estou ganhando dinheiro com a dupla. Longe disso, por favor. Estamos apenas dando uma força a um amigo e conterrâneo e que tem grandes possibilidades de alcançar sucesso nos palcos.

quinta-feira, 17 de novembro de 2011

Ministro Carlos Lupi caçoa de brasileiros


O ministro do Trabalho, Carlos Lupi, deve se achar um intocável ou está caçoando de todos os brasileiros.


Pegar carona para fazer política em avião de empresário, com quem mantinha contatos íntimos e perniciosos no pagamento de dinheiro público, é, no mínimo, crime de responsabilidade.

Esses camaradas assumem um ministério, fazem do dinheiro público o que bem querem e ainda mentem de forma escancarada.

Ainda bem que o povo tem agora, à sua disposição, aparelhos celulares, máquinas fotográficas, facebook, twiter, blogs e demais mídias sociais para desmascarar este tipo de político ultrapassado.

Viva as novas tecnologias !!

O fato

O ministro do Trabalho, Carlos Lupi, admitiu o uso de um avião particular, em viagem ao Maranhão em 2009, mas negou nesta quinta-feira (17), em depoimento à Comissão de Assuntos Sociais do Senado que tenha mentido ao afirmar que não conhecia o empresário Adair Meira.

Meira é dirigente de ONGs posteriormente beneficiadas por convênios com a pasta. O avião utilizado pelo ministro teria teria sido pago pelo dirigente.

Na quinta da semana passada, Lupi foi à Comissão de Fiscalização e Controle da Câmara para falar sobre o suposto esquema de desvio de verbas públicas e negou ter relações pessoais com Meira. "Nunca andei em jatinho de Adair, não o conheço (...) Não tenho nenhum tipo de relação com ele",” disse Lupi na ocasião.

Hoje ele leu o trecho das notas taquigráficas de sua fala na Comissão de Fiscalização e Controle da Câmara. "Eu não menti. Eu não disse em nenhum momento que não andei na aeronave.”


Ah tá... Continue pensando que somos panacas...

segunda-feira, 14 de novembro de 2011

Espaço para Roger & Leo

"  Olá Dinomar, faz muito bem em divulgar artistas que se despontam. Quando o Portal Rural voltar ao ar, a dupla tem lugar garantido para promover seu trabalho. Parabéns!"

Oscar Sancho
Portal Rural - São Paulo

O Portal Rural é um telejornal matutino, exibido pelo canal Record News, nas manhãs de domingo. O objetivo do programa é informar a situação das principais atividades agrícolas do nosso país. Seus apresentadores são Oscar Sancho e Elisete Lopez.

Dupla Roger & Leo grava CD ao vivo



A dupla sertaneja brasiliense Roger & Leo gravou o seu primeiro CD, ao vivo.

A gravação ocorreu no último sábado (12/11), com um grande show na Chopperia Dom Quichopp, em Águas Claras, Brasília.

Com a entrada a R$ 20, a casa ficou lotada, com muita gente bonita, sertanejos, vestido a caráter ou não, “patricinhas” e, claro, muito forró.

A galera de Campos Belos, cidade natal do cantor Roger, veio a Brasília e também curtiu a gravação do CD da dupla.

O show teve a participação do “Trio Bailão de Minas” e de outras duas duplas convidadas: Cleber e Cauan e  Marcos e Gustavo.

Com um repertório bacana, a Dupla Roger & Leo contagiou os fans, que dançaram até às 3 da madrugada.

Depois da gravação, a dupla, que tem formação recente, deve cair na estrada para a divulgação do trabalho.

Este blogueiro foi ao show e adorou.

Já fica a dica para o prefeito de Campos Belos, Sardinha, assim como o presidente do Sindicato Rural do município, Luiz Otino, e outras autoridades responsáveis por atividades culturais: não esqueçam do nosso  conterrâneo Roger.

A dupla tem qualidade e o show é muito bom.

É uma boa pedida para as próximas festas municipais que ocorrerão em breve.

Assista a uma canja da dupla, no Joi de Millano

Fotos do show de Roger & Leo






sexta-feira, 11 de novembro de 2011

Governo de Brasília novamente à volta das denúncias de corrupção


Por Dinomar Miranda,

Mais uma vez o Distrito Federal assiste às enxurradas de denúncias contra o seu governador.

É incrível como nesta unidade da federação entra e sai governador; entra e sai deputados distritais, e a farra com o dinheiro público continua a nos estarrecer.

Joaquim Roriz, José Roberto Arruda, Jaqueline Roriz, Paulo Octavio, Gim Argello, agora, Agnelo Queiroz. Até a cúpula do Ministério Público do DF- quem deveria cuidar da probidade administrativa - se enrolou com as malas de dinheiro sujo.

É de pasmar vê tanto dinheiro público sumindo, todos os dias, no ralo na corrupção.

É de indignar saber que quase 45% dos nossos ganhos reais vão parar nos impostos. E destes, grande parte  nas gordas contas bancárias dos picaretas de plantão.

Entra partido e sai partido e a ladainha não muda. Na oposição, empunham a bandeira da anticorrupção, mas, no poder, embriagam-se do vício usurento da ganância e mantêm o mesmo modos operandi de seus desafetos.

Malandros, malfeitores, improbos, desonestos... adjetivos não faltam a essa turma formada nas artimanhas da picaretagem.

E pior de tudo isso é ver estudantes se mobilizarem em protestos pelo livre uso da maconha (vide USP) e nada clamarem contra a mais nefasta e cruel doença, cultural e crônica, da sociedade: a corrupção.

quinta-feira, 3 de novembro de 2011

Começam as obras de reconstrução da GO-118



A reconstrução da rodovia GO -118, que liga o Distrito Federal a Campos Belos, nordeste de Goiás, foi iniciada.




A empresa responsável por um dos trechos, entre a divisa do DF e São João da Aliança, já concluiu cerca de 10 km. O asfalto antigo está sendo removido, com nova terraplanagem, e recomposto o piso no modelo “à frio”.




Este primeiro trecho possui cerca de 140 km, com previsão de conclusão das obras em 6 meses. A placa do governo afirma que serão gastos, neste primeiro trecho, cerca de 20 milhões de reais.




Porém, a Agência Goiana de Transporte e Obras (Agetop) nada informou sobre a reconstrução dos outros 380 km de rodovia até Campos Belos.




A Agetop silenciou-se em relação ao trecho entre Teresina de Goiás e Campos Belos, o mais deteriorado e absurdamente mais abandonado pelo Governo Estadual e não o determinou como crítico.




A data, tempo, valor e quando darão atenção a esse trecho nem foram ventilados.






A Agetop especificou na terça-feira passada, 1º de novembro, quais os pontos críticos que receberão reparos e obras emergenciais nas rodovias estaduais.




De acordo com o órgão as obras vão permitir o escoamento da produção e a movimentação de veículos. A primeira etapa de obras do Programa Rodovida Reconstrução, dos mais de 1.500 quilômetros, começa nos próximos dias.




A Agetop  diz que até o final deste ano, dependendo da intensidade das chuvas, todos os segmentos apontados como críticos receberão algum tipo de intervenção.


Informa, também, que deseja garantir que os produtores não tenham prejuízos e perdas maiores na produção agropecuária.


O diretor institucional secretário da Faeg, Bartolomeu Brás Pereira, disse que há máquinas trabalhando, mas ainda não é suficiente para atender todos os trechos, que segundo ele “estão bastante precários”.


Sobre os produtores goianos, Bartolomeu disse que estão tendo prejuízo.




“Nós transportamos nossos insumos agrícolas nesse início de safra com uma dificuldade muito grande, pois o frete está mais caro. O que acaba gerando um custo maior que também atinge o consumidor”, explica Bartolomeu.


O vice-presidente da Agetop, Adriano Rodrigues, disse que pretendem concluir o máximo de trechos que foram apontados pelo relatório elaborado pelos sindicatos rurais, pelo menos 1000 km.




Segundo o governo serão três patrulhas, contendo patrolas, caminhões e veículos para intervenções em rodovias.


Uma equipe será instalada em Jataí para atender cerca de mil quilômetros de rodovias pavimentadas na região Sudoeste.


Outras duas patrulhas estarão localizadas em Goiânia para atender as demais regiões do Estado.




Adriano disse que as patrulhas vão atuar nos períodos de chuva intensa, para que não haja interrupção de tráfego.


A partir do ano que vem a Agetop pretende, junto ao financiamento do BNDS, retomar o asfaltamento das rodovias.


A meta é concluir a reconstrução de 6 mil quilômetros de rodovias estaduais.

Marina Colasanti em Campos Belos

"Larissa Beltrão e demais amigos!! Quanto à ilustre presença de Marina Colasanti, não apenas é um marco para nossa cidade e região.

Acredito ser muito mais do que isso.... é um orgulho nosso, Campobelensse, saber que uma autora de tal importância contribuiu com sua presença, mesmo que por pouco tempo, para vários estudantes e amantes da literatura.

Nós, na infância só tivemos a oportunidade de vê-la apenas pela suas obras e imagens.


Parabéns aos organizadores do evento!"

Pablo Geovanni



domingo, 30 de outubro de 2011

UEG de Campos Belos abre a alma para receber Marina Colasanti


Por Larissa Beltrão*
O papel da literatura na sociedade contemporânea, aos poucos, está sendo repensado. 
E diante de tais reflexões, o escritor, enquanto artista, vem reafirmando sua condição de protagonista deste espetáculo de reinvenção da escrita. 
Através de sua (re) invenção, novos mundos são descobertos, novos universos vêm sendo desbravados.
Foi com prazer inestimável que a UEG, Universidade Estadual de Goiás, diante deste novo cenário literário, abriu as janelas, da alma, e da unidade universitária de Campos Belos para receber a ilustríssima escritora e artista plástica Marina Colasanti. 
A nossa unidade se preparou para, através das mãos desta grande contista, reescrever sua história, e re (descobrir) o lugar da leitura na sociedade contemporânea. 
Transformando, assim, uma realidade, ora tão dura, em um exímio conto de fadas.

Acreditamos, portanto, que na sociedade contemporânea a literatura é, por excelência, um objeto de transformação.  
Como bem postulou Antônio Cândido, em seu ensaio "O direito à literatura", a literatura deve ser vista como uma necessidade universal, um direito que deve ser garantido a todo e qualquer ser humano, sob pena de mutilação da alma. 
E que, nas palavras da própria Marina “A viagem verdadeira não é essa mais visível. 
É a outra, oculta por trás dela. É a viagem que, arrancando-me da categoria do real, me introduziu na categoria do imaginário. 
Vou mais além. É aquela que, arrancando-me do real, me introduziu no mais que real. O real é pequeno. O real pouco nos explica. 
O real nos angustia com suas lacunas. É no mais que real que encontramos o equilíbrio, o bem-estar. E o mais que real se situa no imaginário.”
Sabemos, pois, que o escritor, enquanto artista, tem uma responsabilidade social e é, exatamente em decorrência dessa responsabilidade, que acreditamos na contribuição da Marina para o despertar de nossos leitores. 
A presença da autora, tão ilustre no mundo literário, é um marco, não só para a cidade de Campos Belos, mas para toda região circunvizinha. 
Uma vez que, é inegável a grande contribuição de uma visita como esta, através da qual teremos oportunidade de ouvir a própria Marina falar sobre a função humanizadora da literatura em sua vida, primeiro enquanto leitora, pois só depois de ter sido arrebatada, para o fantástico mundo da leitura, é que pode transformar-se em escritora, seu segundo contato com o mundo literário.

A visita ocorreu em 19 de outubro, durante a I Semana de Letras e o I Seminário de Literatura Infanto-Juvenil – Homenagem à Marina Colasanti. 
No evento, contamos com o apoio irrestrito de toda comunidade, de todos os amantes da vasta produção literária de Marina Colasanti, bem como de todos que acreditam no grande poder transformação da literatura. 
Despedimo-nos felizes, pois tivemos a oportunidade de viajar pelo fantástico mundo da leitura, onde o real e o imaginário se misturam, com o intuito de criar um mundo bem melhor.

* Laríssa Cardoso Beltrão é Especialista em Língua Portuguesa e Literatura Brasileira pela Faculdade do Noroeste de Minas (FINOM).
Professora de Língua Portuguesa do Curso de Letras da Universidade Estadual
de Goiás (UEG) / UnU de Campos Belos.

quinta-feira, 27 de outubro de 2011

Alto Paraíso de Goiás: impunidade

"Navegando a esmo na internet, entrei nesse blog... Nossa, que saudade bateu desse sorrisão de Divaldo...

Ao mesmo tempo, uma grande tristeza não só de sua falta como homem público e amigo de todos nesta cidade, como também pela impunidade que permanece, como um mistério, pois não existe mais ninguém preso, as notícias de que uma justiça seja feita são vagas, o povo continua sem uma resposta...

A única certeza é que Divaldo não se encontra mais entre nós, infelizmente..."



Ministério Público denuncia assassino do prefeito de Alto Paraíso de Goiás





segunda-feira, 24 de outubro de 2011

Aluno leva promotor e delegado para entrar no local do Enem em Campos Belos


Comentário deste blogueiro

A matéria abaixo descreve um típico abuso de autoridade. É verdade que o representante do Ministério Público fiscaliza o cumprimento da Lei. Também é verdade que o delegado de polícia age repressivamente após a ocorrência de um crime.


Perguntinha básica. Qual a ilegalidade da diretora da escola em barrar o aluno que esqueceu o documento com foto? Qual o crime cometido pela representante do MEC que ensejou a presença de um delegado de polícia? O edital é a lei do concurso.

No caso, o único que desrespeitou  a lei do concurso foi o aluno, que não levou o documento com foto e ainda chegou atrasado, com promotor e delegado a tiracolo.


O caso

Um estudante que não teria levado um documento de identificação com foto para um dos locais de prova do Enem, em Campos Belos (GO),  recorreu a um promotor e depois a um delegado e conseguiu fazer o exame na tarde deste sábado (22), depois do horário de fechamento dos portões.

Para o Ministério da Educação (MEC) houve abuso de poder; mas, para o delegado que acompanhou o rapaz até a sala de aula, tanto ele como o promotor tem livre acesso ao local e proibi-los de entrar na sala de aula implicaria no crime de desobediência.


Segundo o delegado de Campos Belos, Thiago Alexandre Martimiano da Silva, o problema começou quando um aluno, que ele afirma não saber o nome, esqueceu de levar um documento com foto, obrigatório para a liberação do acesso dos estudantes à sala de prova.

O aluno teria acionado o promotor da cidade, que também foi impedido de entrar pela diretora da escola.

Já na escola, o delegado explicou à diretora que o promotor público tem direito a livre acesso àquela escola, já que o papel do Ministério Público é o de investigar, dentre outras coisas, a educação pública.

“Eu como delegado estando numa investigação policial também tenho livre acesso aos locais”, afirma.

“A diretora entendeu que impedir a nossa entrada é cometer crime de desobediência”, diz.

O delegado destacou que na sala de aula foi feita um registro em ata para registrar que de fato de que o aluno estava sem o documento com foto e que duas testemunhas afirmaram no mesmo documento, que ele é um aluno do ensino médio matriculado na mesma unidade onde a prova estava sendo aplicada.

“Naquele momento, quisemos assegurar o direito de o aluno fazer a prova.

Na ata destacamos que a validade da prova deve ser decidida depois pela Justiça”, destaca Thiago Silva.

De acordo com o delegado não houve abuso de poder por parte dele ou do promotor, já que ambos têm livre acesso.

O delegado afirmou também que o promotor questionará legalmente a atitude da empresa organizadora do exame e da Secretaria de Educação pela tentativa de impedir os dois funcionários públicos de exercerem suas funções.

Abuso de autoridade

De acordo com a assessoria de imprensa Ministério da Educação (MEC) o órgão entrará com uma representação contra o promotor e o delegado de Campos Belos por abuso de autoridade.

A assessoria de imprensa do MEC destaca que ele não pode dar voz de prisão num concurso em edital.

Segundo o MEC, no edital do Enem consta a lista dos documentos válidos para a liberação dos alunos ao local da prova e que o candidato recebeu em casa ou buscou na internet o cartão de informação para saber aonde faria a prova.

Na versão da assessoria de imprensa do Ministério, inicialmente, o aluno chegou à escola dentro do prazo para fazer a prova, mas sem o documento válido ele foi orientado a voltar em casa para buscá-lo.

Quando retornou ao local do exame, por volta de 13h15, o portão estava fechado e o candidato já estava acompanhado do promotor.

Quando não conseguiu entrar para fazer a prova, saiu mais uma vez, e além do promotor, estava acompanhado do delegado da cidade.

Dessa vez, ele conseguiu entrar na sala de aula e fazer a prova, mesmo depois do horário estipulado em edital.


Texto de Versanna Carvalho, do G1.

quarta-feira, 19 de outubro de 2011

Concurso da Justiça: Campos Belos abre processo seletivo para Assistente Administrativo

O Juiz da comarca de Campos Belos, Paulo Afonso de Amorim Filho, abriu processo seletivo para o cargo de Assistente Administrativo de magistrado.

Para participar, os interessados devem ser bacharéis em Direito e estarem aptos a elaborar minutas de despachos, decisões e sentenças.


O processo seletivo consistirá na análise de um processo criminal e um cível, em que o candidato deverá, ao final, proferir decisão/sentença.

Os concorrentes devem encaminhar seus currículos, especificando sua experiência profissional, para o endereço eletrônico comarcadecamposbelos@tjgo.jus.br .

segunda-feira, 17 de outubro de 2011

Começa hoje a 1ª Semana de Letras na UEG de Campos Belos


O Departamento de Letras da Unidade Universitária da UEG de Campos Belos realizará, entre os dias 17 e 22 de outubro, a I Semana de Letras: Tecendo Saberes e o I Seminário de Literatura Infanto-Juvenil, com homenagem à escritora Marina Colasanti, que marcará presença no evento.


De acordo com os organizadores, a Semana de Letras e o Seminário de Literatura são de grande relevância, visto que haverá a participação de pesquisadores de diversas universidades.

A abertura será feita pelo diretor da Unidade, professor mestre Rosolindo Neto de Souza Vila Real, que ministrará a palestra “A tecelagem da leitura na produção de saberes”.

Na sequência acontecerá uma mesa redonda com a participação da professora doutora Márcia Rejany Mendonça, que abordará o tema “Leitura e impressões de O leopardo é um animal delicado, de Marina Colasanti”; professora doutoranda Márcia Maria de Melo Araújo (UEG/UFG), que abordará o assunto “Humor e suspense em Sangue Fresco, de João Carlos Marinho”; e do professor doutorando Cacio José Ferreira (UNB), que falará sobre “Osman Lins e as revelações do percurso literário”.


No dia 19 de outubro, a homenageada, a escritora e artista plástica Marina Colasanti deve ministrar a palestra “A escrita de uma vida”.

Para os organizadores, o contato com uma autora de renome contribuirá significativamente para a imersão dos alunos da UEG e de outras instituições de ensino superior e das escolas da região no mundo literário.

Ainda comporão a mesa o professor mestre Adelino Machado (UEG), que apresentará seu romance Doce coração de mãe: a história de Francisca; e o professor doutorando Rosemar Coenga, da UNIVAG, que debaterá sobre “Literatura para crianças e jovens: por uma ampliação de leitores plenos”.


No encerramento do evento, a mesa redonda será composta pelo professor Rogério Emiliano, da UnB, que tem como questão de estudo “Identidade e ensino de língua”; e pela professora doutora Neuda Lago, da UFG - Jataí, que tratará sobre o objeto “Behind the curtain: afetividade e ensino de línguas estrangeiras”.

No mesmo dia, haverá a conferência de encerramento com o professor doutorando Antônio Egno do Carmo Gomes (UFT), que exporá o ponto “Leituras marcantes, sucesso dos autores”; e com a professora mestre Rosimeire Aparecida Rodrigues (UFT), que discutirá “O letrameto e o gênero midiático no âmbito educacional”.

A programação ainda conta com apresentações artísticas de alunos e performances da professora mestre Edna Miranda Santana (UEG) e professora doutoranda Adriana Demite Stephani Carvalho (UFT/UNB).

Ainda faz parte da programação oficinas, minicursos e comunicações que, segundo os organizadores, têm como objetivo oportunizar aos alunos uma práxis em que a produção de saberes norteie o ensino das línguas materna e estrangeira e de suas respectivas literaturas.

Os interessados em participar do evento têm até a próxima segunda-feira, 17, para efetuarem suas inscrições, que podem ser feitas na Coordenação do Curso de Letras.

Para obter maiores informações, basta ligar para (62) 3451-2100 ou (62) 3451-1049, ou enviar e-mail para francavg@hotmail.com.

sábado, 1 de outubro de 2011

Com apoio da comunidade, começam as obras do IML de Campos Belos



Começaram, em Campos Belos, as obras de terraplenagem na área que foi doada pelo governo estadual para a construção de uma circunscrição do Instituto Médico Legal (IML) que vai atender pelo menos sete municípios do Nordeste Goiano – o IML mais próximo fica distante cerca de 400 quilômetros, em Formosa. 

Além da informação concreta, que é o início da obra, o que chama a atenção no caso é, também, a forma com que tudo aconteceu: negociada fora do âmbito judicial, com atos voluntários e de responsabilidade social, além de doações.

A população dos municípios de Campos Belos, Monte Alegre de Goiás, Teresina de Goiás, Cavalcante, Divinópolis, São Domingos e Alto Paraíso, deverá ser beneficiada com a unidade que terá 800 metros quadrados de área construída.

Por interveniência dos promotores de Justiça de Campos Belos, André Luís Ribeiro Duarte e Douglas Roberto Ribeiro de Magalhães, de São Domingos, o terreno foi cedido pela Agência Estadual de Transporte e Obras (Agetop). 

Assim, o IML ficará ao lado da Delegacia de Polícia, no Setor Industrial de Campos Belos.

Articulados também com o juiz das duas cidades, Fernando Oliveira Samuel, e com formadores de opinião, empresários e outros membros da comunidade, os promotores conseguiram outras parcerias vitais para o início a obra. 

A terraplenagem, por exemplo, é uma ação voluntária, de responsabilidade social das empresas MBAC Fertilizer Corporation e Engefort Construtora.

Conforme o promotor André, o trabalho braçal virá de detentos do sistema prisional. 

Areia e pedras já foram doadas por outros segmentos da sociedade, cita ele. “Outra parte dos recursos será obtida dos termos circunstanciados de ocorrência (TCOs), cabendo a administração dos recursos ao Conselho de Segurança de Campos Belos”, informou o promotor.

Os entendimentos para melhorar o atendimento da polícia técnica na  região do Nordeste Goiano começaram no início de agosto.

 Diante da situação precária, advinda da falta de instalação do IML, que gera demora e amplia o sofrimento de milhares de familiares de mortos, os promotores procuraram a Superintendência da Polícia Técnico-Científica. 

A superintendente, Rejane da Silva Sena, se comprometeu então em implantar o IML englobando perícia criminal, além de identificação civil e criminal. A doação da área e o início da terraplenagem foram na sequência.

A criação de uma circunscrição do IML em Campos Belos é uma das metas prioritárias do plano estratégico de atuação conjunta das Promotorias da Região Nordeste, estabelecido pelos dois promotores, tendo em vista que a precariedade das perícias prejudica a apuração de crimes. 

(Texto: Marília Assunção – Assessoria de Comunicação Social do MP-GO Fotos: Promotoria de Campos Belos)

quinta-feira, 29 de setembro de 2011

Laionel não vai em cantigas


Avançado sente que este é o ano decisivo para a afirmação em Portugal.




Nem Lionel Richie nem Lionel Messi... Laionel não se mostra intimidado ou embevecido com as comparações que o nome escolhido pela mãe e por uma tia, por causa do antigo membro dos Commodores, possam suscitar.


Na sua quarta época em Portugal, ao serviço do quarto clube diferente - com uma passagem por Espanha à mistura -, Laionel Silva Ramalho, um filho de Campos Belos, sente que este é o ano de afirmação definitiva.


«Vim para a Europa com grandes ilusões. Sinto que este será o meu ano, até hoje luto por isso. E posso dizer que estou optimista», confirma.



quinta-feira, 22 de setembro de 2011

Simplesmente chocante: "Garapa", o novo filme de José Padilha

Amigos,

Outro dia, zapeando os canais da Net, deparei com um filme intrigante no Canal Brasil.

Eu e minha família (esposa e filhos) assistimos aquilo, juntos, sem dar um "pio".
Um tapa na cara de qualquer brasileiro.

Uma aula de realidade para meus filhos e um instante de "pensar", para nós, adultos.

Um soco no estômago de qualquer ser humano.
São quase duas horas de uma realidade nua e fria da FOME em nosso país.

Padilha é o diretor do filme "Tropa de Elite"  e "Ônibus 174". Esqueça as favelas do Rio de Janeiro, os tiroteios e as cenas de tortura. O novo filme, documentário em preto-e-branco,  fala de um outro tipo de violência que o capitão Nascimento não tem como combater .

Assista e faça um bem a você mesmo.

No  site "YouTube" há algumas cenas de 10 a 20 minutos (Veja).


 




segunda-feira, 19 de setembro de 2011

Acredite: isto é uma escola em Goiás



Metade das mais de mil unidades da rede estadual está sucateada, um dos problemas que puxam pra baixo o nível da educação no Estado; até agora, governo só fez pequenos reparos.


São 1.095 escolas sob responsabilidade da Se­cretaria de Estado da Educação (Seduc), espalhadas pelos 246 municípios goianos.

Nessas escolas, 29 mil professores efetivos ensinam para mais de 600 mil alunos. A correlação professor/aluno não é ruim, como disse ao Jornal Opção o secretário estadual de Educação, Thiago Peixoto.

Numa conta grosseira, são cerca de 600 alunos para cada escola, o que também não é uma média ruim.

O problema aí é que essa rede física em sua maioria está bastante degradada.

A infraestrutura ruim da rede física estadual é um dos problemas diagnosticados no projeto de reforma da Educação apresentado pelo governo do Estado há menos de duas semanas, com pompa e circunstância pelo próprio secretário da Educação e o governador Marconi Perillo.

O projeto contempla a reforma das unidades, apontando que cerca de 450 delas serão beneficiadas nos próximos três anos.




Governador em exercício,José Eliton, anuncia R$ 80 milhões para o nordeste goiano

Cinco municípios do nordeste goiano vão receber benefícios no valor de R$ 80 milhões. O anúncio foi feito hoje pelo governador em exercício José Eliton, durante visita à região.

Ele destacou, nos cinco municípios que visitou, o objetivo do Governo em promover equilíbrio harmônico entre as regiões do Estado. Em discurso, defendeu a diminuição das diferenças regionais e um maior desenvolvimento da região Nordeste.


“É a região melhor contemplada nesse primeiro ano de Governo, justamente porque temos essa visão de promover o equilíbrio harmônico de desenvolvimento. Vamos mudar a realidade do nordeste do Estado”, disse.

A primeira cidade visitada foi Campos Belos. Acompanhado do secretário de Educação, Thiago Peixoto, ele apresentou ao município o chamado Pacto pela Educação, anunciado pelo Governo no último dia 5.

O plano é dividido em cinco pilares: valorização e fortalecimento do profissional da educação; criação de mecanismos de alto impacto da aprendizagem do aluno; redução da desigualdade educacional, remuneração por mérito (Programa Reconhecer) e reforma da gestão escolar. Thiago Peixoto frisou que só é possível transformar a educação em Goiás com a colaboração de todos, “um pacto que inclua toda a sociedade, em especial as pessoas que vivem e trabalham na sociedade.

O objetivo principal é o de valorizar e fortalecer o professor”, completou.

José Eliton entregou quatro passaportes do idoso, simbolizando um total de 16 entregues a moradores de Campos Belos.

Ele disse que o momento era emblemático e histórico para o Nordeste goiano, um momento em que o Governo começa a resgatar a dívida histórica que o Estado tem para com a região.

“Vamos ser tratados, daqui para frente, com uma desigualdade para mais.

Marconi Perillo tem como meta diminuir as diferenças regionais, e para isso vamos investir com muita força no desenvolvimento do nordeste e do norte de Goiás.

Começamos a construir um pacto efetivo de fortalecimento e transformação da educação em Goiás. Marconi tem um propósito muito firme, sólido, de mudar as instituições do Estado, de fazer com que o professor seja valorizado e tenha compromisso com o ensino a ser prestado aos cidadãos”, afirmou.

Em seguida, José Eliton foi a Alto Paraíso, onde se reuniu com produtores rurais e assinou ordem de serviço para a construção de 91,8 km de rede rural monofásica em alta tensão e instalação de 200 transformadores que beneficiarão 200 famílias inscritas no Programa Luz para Todos.

A obra está orçada em R$ 2,16 milhões.

O prefeito Alan Barbosa agradeceu o governo por atender a região: “Temos profunda gratidão ao governo por atender a nossa cidade e região.

Essa ação do governo alimenta um sonho nosso de fazer uma revolução na cidade”, disse. Presidente interino da Celg, Humberto Eustáquio enfatizou que o governo já realizou obras de eletrificação em quase todos os municípios da região.

 “Fizemos também duas linhas que atendem Alto Paraíso, a linha de São João da Aliança e a que vem de Flores de Goiás”, contou.

Finalizando, José Eliton anunciou que os assentamentos Sílvio Rodrigues e Exúvia serão atendidos.

“Podem ficar tranquilos que esse maquinário que está aqui vai sair para atendimento direto a essas localidades”, declarou.

Disse, ainda, que o objetivo é que até em junho do próximo ano, 100% das propriedades rurais recebam energia elétrica.

Siqueira Campos diz não querer usar aeroporto de Campos Belos


O governador do Tocantins, Siqueira Campos, informou que não quer mais visitar a região Sudeeste do Tocantins e pousar no aeroporto da cidade goiana de Campos Belos e que a cidade de Arraias e região, continuem com a ausência de uma rede hoteleira.

“A cidade e a região precisam de infraestrutura para atender turistas, pois está próxima de Brasília e precisa se equipar para receber bem aos turistas”.

A declaração foi durante o lançamento do cronograma de trabalho do Programa Agenda Tocantins, deverá ganhar investimentos na área de mineração, de hotelaria e turismo e também um novo aeroporto.

A região Sudeste, mais precisamente a região Sudeste II, que reúne 11 municípios no cronograma de trabalho do Programa Agenda Tocantins, deverá ganhar investimentos na área de mineração, de hotelaria e turismo e também um novo aeroporto.

É o que o governador Siqueira Campos informou ao abrir em Arraias, na manhã desta sexta-feira, 16, no Clube Social Arraiano, a 6ª Audiência Pública do programa Agenda Tocantins que discute o Plano Plurianual que define ações do Governo do Estado para os próximos quatro anos no período 2012 a 2015.


O governador disse que está buscando definições para a área de instalação do aeroporto de Arraias, bem como resolver um impasse de negociação sobre parte da área de instalação do empreendimento minero-químico no município, da empresa MbAC Itafós fertilizantes.

O governador pediu ao empresário Roberto Busato Belger, diretor de Operações da Itafós, que ele seja parceiro do Governo do Estado no Projeto Pioneiros Mirins em Arraias, trazendo cursos de formação técnica para as crianças e pais atendidos pelo programa social pioneiro em fornecimento de bolsas sociais para famílias carentes no Brasil.

A Itafós está investindo R$ 424 milhões na implantação de um complexo produtor de SSP (Superfosfato Simples), um tipo de fertilizante produzido a partir de uma mina de fosfato encontrada na região de Arraias.

O projeto é semelhante ao da Fosfértil, implantado em Uberaba, Minas Gerais, no final dos anos 70 que proporcionou a instalação de outras empresas misturadoras químicas de fertilizantes à base do Superfosfato Simples


Após a abertura oficial da audiência do Agenda Tocantins em Arraias, o governador convidou os empresários Roberto Busato Belger, vice-presidente e Diretor de Operações da Itafós Fertilizantes, Ulisses Carneiro da Costa, sócio proprietário da empresa Vale das Seringueiras, investimento que prevê investimentos totais de R$100 milhões para implantação do maior projeto de produção de seringueiras do Brasil no município de Palmeirópolis, para um sobrevôo de helicóptero sobre a área de plantio da empresa.


Riquezas

A região Sudeste II onde se encontram as cidades de Arraias, Palmeirópolis, Paranã, São Salvador do Tocantins, Combinado, Conceição do Tocantins, Novo Alegre, Aurora do Tocantins, Lavandeira, Ponte Alta do Bom Jesus e Taguatinga, tem uma população estimada em 66.995 habitantes, sendo que o maior município é Taguatinga com 15.046 habitantes.

A região tem grande potencial eco turístico mas necessita de infraestrutura hoteleira e Arraias deverá receber um aeroporto cuja construção deve começar no próximo ano.

O governador pediu ainda que os prefeitos da região se integrem mais com o Governo do Estado, buscando através da Secretaria da Administração, cursos para treinamento de suas equipes no setor de Gestão Pública.

Com informações do Portal Stylo, do Tocantins

quinta-feira, 15 de setembro de 2011

Pacto pela Educação chega a Campos Belos e Posse nesta sexta-feira

O secretário de Estado da Educação, Thiago Peixoto, estará nesta sexta-feira (16) nos municípios de Campos Belos e Posse para apresentar as diretrizes do “Pacto pela Educação”. 


O governador em exercício, José Eliton, também participa do evento nas duas cidades.

Em Campos Belos, a reunião de trabalho com professores, alunos, diretores, vereadores, políticos e diversos representantes da sociedade civil organizada será realizada às 8 horas, na Casa Paroquial, que fica na Rua dos Garimpos, Quadra K, Lote 1, Centro, em frente à Praça da Matriz. 



Já a reunião de Posse será realizada às 14 horas, no Teatro Municipal José Antônio, que fica na Rua Robson Ricardo Rodrigues Barbosa, ao lado da rodoviária, Centro.

A participação de professores, diretores, estudantes, pais e comunidade escolar em geral é fundamental para o sucesso da implantação do “Pacto pela Educação” na rede pública de ensino. 



Além destas reuniões, que serão realizadas nas 38 subsecretarias regionais, também serão promovidos seminários com especialistas em Educação.

O objetivo é fazer com que o plano de reforma educacional seja construído de forma coletiva para que toda a sociedade se envolva e valide as mudanças propostas para o sistema educacional em Goiás.





Fonte: Secretaria de Educação de Goiás

terça-feira, 13 de setembro de 2011

Vamos aprender com o Colégio Municipal Castro Alves, de Posse


Vejo com tristeza as colocações obtidas pelas escolas públicas de Campos Belos. Principalmente por ser ex-aluno do Colégio Polivalente, para o qual tenho um carinho enorme.


Poderia se argumentar que as péssimas colocações das escolas no ranking nacional estão intrinsecamente relacionadas à falta de investimento dos respectivos governos.

Mas como explicar a excepcional posição alcançada pela escola municipal de Posse, a primeira escola pública no ranking de Goiás?

Essa escola sofre com a mesma escassez de recursos e os grandes e inúmeros outros problemas das escolas brasileiras.

Mas por que a diferença de resultados? A explicação poderia estar na gestão escolar.

Sugiro que os diretores das outras escolas públicas de Campos Belos e também de Goiás façam uma visita à cidade de Posse. Aprendam as experiências positivas desenvolvidas pelo gestor do Colégio Municipal Castro Alves.

A um velho dito popular que diz: “nada se cria, tudo se copia”. Eu acrescento: “com criatividade” .

Vamos seguir os bons exemplos...

Atuação dos pais é fórmula de boa escola


Por Ana Guimarães ( Caravana da Educação)
 
Em 1988, pais de alunos do município de Posse, interior de Goiás, se organizaram e foram até o prefeito exigir uma escola de qualidade.
 
Assim nasceu o Colégio Municipal Castro Alves que, desde o dia 9 de março de 1989, data de sua inauguração, é referência de boa educação no estado.


A escola é simples. O pátio é estreito e apenas nove salas de aula comportam quase 500 alunos em três turnos letivos.

À primeira vista, o colégio Castro Alves é uma escola comum de uma cidade de interior.

Entretanto, as paredes do pequeno recinto escondem o segredo de uma tradição que há 18 anos faz da escola um sinônimo de qualidade.

“O que justifica o nível que alcançamos é o comprometimento de professores, pais e alunos”, explica a diretora pedagógica, Mailsa de Oliveira Neves Costa.

Professores capacitados e pais atuantes levaram o desempenho da Castro Alves, como a escola é conhecida, a ser superior à média nacional.

O índice de desenvolvimento da educação básica (Ideb) do colégio é de 4,8, quando a média nacional nas séries finais do ensino fundamental é de 3,5.

“As escolas de Goiás que pedem prova de qualificação para a entrada dos alunos dispensam os estudantes dessa escola da exigência”, garante o presidente da Associação de Pais e Mestres, Oliveiro dos Santos.

Uma das imposições dos fundadores do colégio, que atende alunos desde a 5ª série do ensino fundamental até o terceiro ano do nível médio, é que todos os professores fossem graduados.

A exigência é cumprida até hoje e os 30 professores da escola são reconhecidos pela competência. A professora Célia Morales dá aulas de inglês na escola desde 1990.

Ela diz que procura se atualizar para manter a qualidade de suas aulas. “Não só eu como todos os professores daqui vestimos a camisa, nos dedicamos e procuramos saber de todas as novidades da área”, relata.

APM – A Associação de Pais e Mestres da escola participa ativamente. A APM foi formada inicialmente pelos mesmos pais que exigiram a fundação da escola em 1988. Unida à direção, ela faz parte da administração da escola.

Os gastos são submetidos à associação, que promove festas e eventos para angariar fundos. Com o dinheiro das festas, a escola já comprou televisão, aparelho de DVD, máquina de xerox e datashow. Mas para Oliveiro dos Santos, ainda há muito a ser feito. “Precisamos aumentar o número de salas e comprar mais livros para a biblioteca”, ressalta.

De dois em dois anos, há uma eleição para a escolha do diretor da associação. Mais conhecido como Oliveirinha, o atual presidente foi aluno da escola.

Seus dois filhos são ótimos alunos e, por esse motivo, ele foi eleito o presidente da APM. “Os filhos dele nos mostraram que ele é um bom educador”, aposta o diretor da escola, professor Luiz Bezerra.


Letícia Fernandes Novas é aluna da 8ª série D e estuda na escola desde a 5ª série. Ela já ficou de recuperação, mas hoje é destaque na redação.

Para a estudante, a boa vontade de pais e professores é o que traz qualidade à escola. “Aqui todos são amigos e estão dispostos a ajudar”, diz. Letícia sabe que está estudando em uma boa escola. “É a melhor das redondezas”, garante.

segunda-feira, 12 de setembro de 2011

Colégios de Campos Belos não conseguem boa colocação no Enem 2010


As escolas públicas de Campos Belos, em Goiás, não se saíram bem no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2010.


O Colégio Estadual Felismina Cardoso Batista, com nota 530, ficou na 11342º posição no raking geral do Brasil. Quase metade dos alunos da escola, 43,4%, participaram do exame.

O Colégio Estadual Polivante Professora Antusa, com nota 528,1, ficou na 11689º posição. Apenas 20% dos alunos do Polivalente fizeram as provas do exame.

Só para comparar, a melhor escola de Goiás, o Colégio WR, de Goiânia, ficou com a nota 712,31. Cerca de 93% dos alunos deste colégio participaram do concurso.

A escola pública de Goiás mais bem colocada no ranking é de Posse, no nordeste do estado. O Colégio Municipal Castro Alves aparece na 11ª posição (no estado) - nota 654,79- segundo dados divulgados nesta segunda-feira, pelo Ministério da Educação.

A melhor escola do Brasil, entre escolas públicas e privadas, segundo o Enem, é o Colégio São Bento, do estado do Rio de Janeiro, com 761,7 pontos, A segunda colocação é do estado do Piauí. O Instituto Dom Barreto, de Teresina, obteve 754,12 pontos.

Veja outros dados

Enem 2010: Posse tem a melhor escola pública de Goiás


O Colégio Municipal Castro Alves, que fica em Posse, a 530 km de Goiânia, conseguiu a melhor pontuação entre as escolas públicas de Goiás no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2010.


A instituição apareceu na 11ª colocação do ranking do Grupo 1, segundo dados divulgados nesta segunda-feira (12) pelo Ministério da Educação (MEC).


Segundo o diretor do colégio, Luiz Bezerra da Costa Neto, a escola aposta na parceria da instituição com a família dos alunos e na qualificação dos professores.




Com a média de 654,79 e a taxa de participação de 100%, a escola divulga, há cerca de 10 anos, segundo o diretor, o nome dos alunos do colégio que conseguiram ingressar no ensino superior devido à nota do Enem.


Segundo Luiz Bezerra, o diferencial da escola é que quase 100% dos alunos que começam o ensino médio querem entrar na faculdade. “O objetivo é divulgar para motivar os alunos que estão começando. É importante que eles se inspirarem para que venham a concluir o ensino médio e dar prosseguimento no ensino superior”, ressalta.






Dificuldades financeiras




A escola, que funciona desde 1989, passou a oferecer o ensino médio em 1991. Com cerca de 510 alunos no total e 30 alunos por sala de aula, a direção conta com o apoio financeiro da Associação de Pais e Mestres, que é mantida pela Polícia Militar (PM).


Segundo o diretor, o pior problema enfrentado é a falta de investimentos por parte do poder público. De acordo com ele, a verba destinada ao colégio não supri todas as necessidades.


Além da PM, a escola conta também com o apoio dos pais e alunos, que contribuem com o que podem para ajudar na manutenção diária do colégio.




“Os recursos que vem do poder público são mínimos. O laboratório de computação só tem dez computadores e o laboratório de Ciências está sucateado.


A área de lazer também deixa muito a desejar. Se esses problemas fossem resolvidos, com certeza daria para melhorar o resultado”, conta o diretor.




Ao todo, o colégio tem 49 funcionários e, segundo o diretor, todos os professores atuam na área de sua formação. A escola oferece os turnos matutino, vespertino e noturno e o ensino médio tem aulas no




Fonte: Portal G1