Postagens

Mostrando postagens de Outubro 17, 2010

Jornalista Paulo Beringhs, da TV Brasil Central, se demite ao vivo após censura do Governador de Goiás

Imagem
O jornalista Paulo Beringhs, apresentador de um programa noticioso na TV Brasil Central -mantida pelo governo de Goiás- declarou que estava sendo censurado pelo governador Alcides Rodrigues (PP).

A declaração foi feita ao vivo, durante a transmissão do Jornal "Brasil Central", na noite de quarta-feira (20).


"Estamos sendo censurados. Estamos sob intervenção", disse o jornalista.

Beringhs se referia ao veto à entrevista com o senador e candidato ao governo de Goiás, Marconi Perillo (PSDB) --adversário político de Rodrigues.

Perillo disputa o segundo turno com Iris Rezende (PMDB), que tem o apoio do governador e que não compareceu ao programa para a entrevista.

"Iris não veio, Marconi Perillo viria hoje [quinta-feira, dia 21], só que eu recebi ordens de não trazer Marconi Perillo ao programa", disse o jornalista no ar, durante o programa noticioso.



Ainda no programa, Beringhs também declarou que o grupo de Iris Rezende "tem tradição em censurar a…

Campos Belos solicita elevação da comarca ao TJGO. Sardinha participou da audiência

Imagem
O corregedor-geral de Justiça, desembargador Felipe Batista Cordeiro (conhecido na cidade como Dr.Felipe), participou de reunião com o presidente do Tribunal de Justiça do Estado de Goiás (TJGO), nesta quarta-feira (20/10), no salão da Presidência.

O objetivo foi solicitar a elevação da comarca de Campos Belos para entrância intermediária.

Participaram, ainda, da comitiva o desembargador Luiz Eduardo de Sousa; o prefeito de Campos Belos, Neudivaldo Xavier de Oliveira Sardinha; os deputados Vilmar Rocha (federal) e Iso Moreira (estadual), os juízes Wilson Faiad, Wilson Dias e Fernando Oliveira Samuel, que atua na comarca, o delegado Antônio Marcos Ferreira, representando os advogados de Campos Belos, o presidente da subsessão da OAB-Posse, Jucemar Bispo Alves e advogados da região.

Atualmente, a comarca possui cerca de seis mil processos em tramitação, e sofre com o crescente índice de criminalidade e tráfico de drogas.

Segundo o desembargador Felipe Batista, Campos Belos é a principal c…

Assassinato do prefeito de Alto Paraíso de Goiás: população pede justiça

Imagem



  
É recorrente e-mails de leitores a respeito das investigações sobre a morte do prefeito de Alto paraíso de Goiás. 
Um pedido é geral: justiça.  
 Abaixo segue um dos e-mails que recebemos.
 "Com certeza a morte do Divaldo teve motivação política.
Mas cadê o assassino? Porque ainda não foi preso?
 O que a polícia está fazendo para que seja cumprido o mandato de prisão preventiva?
A população está revoltada com o descaso das autoridades.
O Secretário de Segurança pública, assim como o governador do Estado de Goiás não deram nenhuma manifestação de apoio. Por quê?" 
Divaldo William Rinco, 50, foi baleado em frente a um bar da cidade, no dia 1º de setembro.
 Atingindo na barriga e na boca, Rinco, mesmo socorrido por policiais militares, morreu a caminho do Hospital Municipal Gumercindo Barbosa.
Leia mais sobre o assassinato do prefeito.