sexta-feira, 10 de setembro de 2010

Fonte luminosa encanta brasilienses, mas seu custo por mês será de R$ 500 mil


A primeira apresentação da nova fonte luminosa da Torre de Televisão, nesta quarta-feira , encantou os brasilienses.

Às 18h30 começou um verdadeiro show de luzes multicoloridas a laser em 3,5 milhões de litros d'água sincronizadas com músicas tocadas nos 28 auto-falantes.

Todas as noites, durante uma hora e meia, a fonte cibernética irá funcionar, guiada por diferentes estilos musicais.

A água "dança" de acordo com o ritmo e se ilumina guiada pelos tons — notas agudas resultam em cores frias, e as graves são representadas com o laser de tonalidades mais quentes.

A Fonte Cibernética será a maior da América do Sul e uma das dez maiores do mundo, com área de 4,8 mil metros quadrados

Só uma coisinha. A obra custou aos cofres do contribuinte R$ 9 milhões.

Assustou-se?!

Agora pasmem, o custo da manutenção da fonte vai custar R$ 500 mil por mês!!

Ou seja R$ 6 milhões ao ano.

Êta água cara!

Veja abaixo a opinião diversa de dois internautas....

“Que show a Nova Fonte Sonora e Luminosa de Brasília DF, deu vida ao centro da Bela Capital do Brasil, com seu colorido, pena ter demorado e ser tão pouco tempo de apresentação por dia ou noite. Dá saudade da 1ª, que foi mudada para o Pq. da Cidade num local pouco visível até desaparecer. Nota 1000!”


“Oh! Quem dera se aqui em Brasília tudo fosse lindo assim! Se todos os tomógrafos dos hospitais funcionassem, se o transporte público fosse pelo menos bom, se as escolas tivessem ao menos professores para todos os alunos.Talvez a cidade seria linda como este monumento."

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os cometários aqui publicados são de inteira responsabilidade dos autores. Este Blog não se responsabiliza pelos comentários postados pelos leitores, que poderão ser responsabilizados e penalizados judicialmente por abuso do direito da livre manifestação.