Postagens

Mostrando postagens de Maio 3, 2009

Suicídios no Shopping Pátio Brasil passaram dos limites. O Ministério Público tem que agir.

Imagem

Suicídios no Pátio Brasil: Ministério Público tem que agir

A situação é grave e urgente. É grande e rotineiro os números de suicídios que ocorrem no Shopping Pátio Brasil, um dos maiores de Brasília. Quem conhece o centro de compras aqui na Capital Federal sabe do que estamos falando.

E ninguém comenta nada. Os jornais não publicam por questões éticas. Na universidade, os jornalistas aprendem que não se publica casos de suicídio, a não ser os de autoridades. O motivo seria para não estimular, não instigar outras pessoas a se matarem. Há especialistas em psicologia que duvidam dessa tese. Mas é questão para outro momento.

A direção do shopping prefere o silêncio e não toma atitude alguma.

Desde 2001, 12 pessoas já pularam pelo vão central do shopping. Todas morreram.

Como os demais pisos suspensos, o vão do último pavimento do centro comercial, que de passagem é bem alto, é cercado apenas por um parapeito de acrílico com 1,20 metro de altura.

A Defesa Civil já sugeriu a instalação de parapeitos de 1,80 metro, mas as sugestões…

Carta do pai de um jovem suicida

Caro Sr. Leonel Tafareo, superintendente do Pátio Brasil Shopping [em Brasília]:
Sou o pai do jovem Pedro Lucas, um rapaz íntegro e cheio de esperanças que recentemente tirou sua vida no Pátio Brasil.

Está sendo muito difícil escrever esta carta, principalmente neste momento em que a dor, saudade e sentimento de perda ainda se fazem presentes. Mas são esses mesmos sentimentos, acrescidos do sentimento de indignação, que me moveram a escrever esse manifesto.

Fico a me perguntar quantos pais, amigos ou familiares das vítimas do shopping Pátio Brasil tiveram coragem de falar o que pensam, de reclamar os seus direitos de respeito e segurança, de expor a sua dor. Talvez poucos ou nenhum... Eu sei que nada trará o meu filho de volta, mas quem sabe esse meu ato possa preservar mais vidas e trazer mais respeito e consideração àquelas que já se foram.

Meu caro senhor, antes de acontecer com meu filho já sabia que o suicídio era uma prática corrente no shopping, já ouvira vários casos: de uma mulh…

Pablo Geovanni foi um dos grandes vencedores das eleições em Campos Belos

Imagem
Passados cerca de oito meses depois das acirradas eleições municipais em Campos Belos, claramente se pode tirar algumas conclusões do recado do povo nas urnas.

A principal delas é que, depois do prefeito-eleito Sardinha, o outro grande vencedor da disputa eleitoral, mesmo não conseguindo a vitória, foi o candidato a vice-prefeito, pela coligação Chegou a Vez do Povo (PMDB / PDT / PTN / PV / PT / PTB), PABLO GEOVANNI (PTN-GO).

Advogado de 25 anos, Pablo Giovanni disputou pela primeira vez uma campanha eleitoral e de quebra conseguiu vários feitos: viajou, visitou e conheceu os rincões do município; travou contato, ombro a ombro, com povo, fato que só uma campanha política pode propiciar; ganhou a simpatia e o voto dos jovens; deu cara nova à disputa do Executivo. O resultado não poderia ser melhor, tornou-se conhecido do eleitorado e da população.

Mais do que o seu companheiro de chapa, o ex-candidato a prefeito de oposição Toninho da Ótica, que foi derrotado pela segunda e,…