segunda-feira, 21 de dezembro de 2009

Projeto reforça identidade de Mulheres Quilombolas

A UEG lançou ontem o projeto Jovens Mulheres Quilombolas de Goiás – Identidade, Protagonismo e Participação, idealizado pela instituição em parceria com a Secretaria Especial de Políticas de Promoção de Igualdade Racial da Presidência da República.

O primeiro encontro de articulação do projeto aconteceu em Anápolis e reuniu prefeitos, vereadores, secretários municipais, diretores de Unidades Universitárias da UEG e representantes da Secretaria de Estado de Políticas para Mulheres e Promoção da Igualdade Racial.

Participaram representantes de 16 municípios goianos que têm comunidades quilombolas.

São eles: Cidade Ocidental, Cromínia, Aparecida de Goiânia, Goianésia, Santa Rita do Novo Destino, Barro Alto, São Luiz do Norte, São João da Aliança, Teresina de Goiás, Cavalcante, Monte Alegre de Goiás, Campos Belos, Nova Roma, Posse, Minaçu e Mineiros.

O projeto busca contribuir para o desenvolvimento humano e a inclusão social das comunidades quilombolas de Goiás, no fortalecimento das capacidades de mobilização e de iniciativas de políticas públicas, bem como promover a participação das jovens mulheres quilombolas na garantia de seus direitos.

O projeto Jovens Mulheres Quilombolas prevê a realização de quatro seminários de formação e capacitação.

Também está programado o diagnóstico das formas de participação e iniciativas que estimulem e promovam a participação cidadã das jovens em cada comunidade envolvida pelo projeto.

De Campos Belos (GO): Escolinha K10 mede forças com o Goiás e Atlético Goianiense

Por Morgana Tavares, A Escolinha de Futebol K10, presidida pelo ex-jogador de futebol profissional Kássio Fernandes, compareceu pe...