sábado, 7 de novembro de 2009

Blog: Qual foi o papel do eleitor jovem na sua campanha?

Pablo Giovanni: O nosso papel realmente foi estimular e aumentar a força jovem no mundo político de Campos Belos. Tenho convicção que conseguimos estimular a juventude Camposbelense nesse momento de maior sinal democrático da nossa república.

Infelizmente a juventude de CB não é valorizada, não é prestigiada e muito menos é ouvida. O nosso papel foi justamente ouvi e valorizar a opinião jovem. Acredito que o primeiro passo foi dado nesse processo nessas eleições.


Blog: Você foi assessor parlamentar em Goiânia e em Brasília e uma ponta de lança do deputado Vilmar Rocha no nordeste goiano. Conhece bem a cabeça dos deputados e a linha de atuação deles. Como essa “casta” política vê a questão do nordeste goiano?

Pablo Giovanni: Olha meus amigos, a gente sabe que o nordeste goiano se somar todas as 22 cidades do nodeste goiano somam aproximadamente 100 mil votos. Só a cidade de Formosa possui mais 60.000 mil eleitores.

Então esse quadro faz com que os políticos desinteressem pela nossa região. Nosso povo deve procurar políticos que realmente interessam pela nossa região.

O deputado Vilmar Rocha sempre diz que Campos Belos é uma cidade que ele se identifica. Vilmar veio de uma cidade como a nossa: cidade pequena, todos se conhecem, povo trabalhador, ordeiro e com muita vontade de vencer e de desenvolver a cidade.

Nós não podemos apoiar os famosos políticos para-quedas que só “lembram da gente” na época de eleição. Existem pessoas nos municípios que simplesmente cobram de políticos para apoiar e vendem seus supostos votos.

Com isso simplesmente quem perde é a população desses municípios que deixam de apoiar político com interesse real de ajudar nossa região.


Blog: O que eles poderiam fazer para melhor aproveitar as potencialidades econômicas e de desenvolvimento da região?

Pablo Giovanni: Acredito que o nosso potencial é muito forte divido em seguimentos.
Ecoturismo, Pecuária, Agronegócio, Comércio local e Minérios.

Acredito que em Campos Belos especificamente o Minério vai trazer uma modificação grande na nossa cidade e região. Estive conversando com o gerente geral da empresa Itafos - Drº Iram e ele me diz que as previsões da empresa são de gerar no prazo de uns dez anos de 300 a 500 empregos diretos.

Mas tudo isso vai depender de estudos para saber sobre a condição real da nossa terra. Acredito que o poder público do nosso Estado e município deve ajudar para saber as possibilidade de concretização.

O nosso projeto político em Campos Belos era de fazer desenvolver um grande projeto voltado para a nossa vocação. Sonhávamos em fazer Campos Belos virar um grande pólo industrial na área de calçados.

Já tínhamos feito o projeto junto a órgãos competentes para gerar aproximadamente 500 empregos nessa área. O nosso seguimento bovino é muito forte.

Além disso o nosso projeto político era desenvolver um frigorífico para gerar emprego.

O que mais a gente viu nas residências era o nosso povo pedindo emprego e não dinheiro. O povo e principalmente a juventude querem trabalhar e se auto sustentar e não viver dependendo de empregos políticos.

Isso faz qualquer pessoa se sentir bem. Trabalhar e ter seu próprio dinheiro no final do mês.



Blog: É mais que evidente que Campos Belos precisa de pelo menos um representante na Assembléia Legislativa do estado. Porque até hoje o município é tão fraco em tentar eleger seu deputado estadual? O que está faltando?

Pablo Giovanni: Conscientização de algumas lideranças políticas!
Infelizmente o que já vimos e vamos ver é que algumas lideranças políticas e até mesmo representantes municipais vão VENDER seus supostos votos em troca de benefícios pessoais não importando com o nossa real necessidade e desenvolvimento de nossa cidade e região.

Acredito que se o nordeste unisse teríamos a oportunidade de fazer 2 ou 3 deputados estaduais.

Teríamos um na região de Alvorada do Norte, outra na região de Campos Belos, considerando São domingos, Divinópolis, Monte Alegre, Teresina de Goiás, Calvalcante, Alto Paraíso e até mesmo com apoio de São João D’Aliança.

Seria importantíssimo para dar outro rumo para nosso Nordeste Goiano e em especial nossa Campos Belos.


Blog: Ano que vem teremos eleições para deputados. Qual será a sua vertente? Pretende apoiar um candidato aliado na região ou já é o momento para tentar um voo solo? Não seria o ano que vem o momento de você também tentar uma vaga da Assembléia Legislativa estadual?

Pablo Giovanni: Alguns companheiros e seguimentos organizados de Campos Belos querem que eu saia candidato a deputado estadual em virtude de poder aglutinar a base e capacidade de puxar lideranças dentro da base governista.

Inclusive no discurso de posse da atual legislatura, o ex-prefeito Ninha disse que seu interesse era apoiar uma candidato de Campos Belos e poderia ser o filho do Boca Doce, se referindo a nossa pessoa. Fico feliz em saber que ele vê com bons olhos a nossa candidatura.

Isso é sinal que ele acredita na gente. Isso nos deixa fortalecido pois veio de uma pessoa que conhece a realidade de uma campanha política a nível municipal estadual e até mesmo federal.

É Sinal que acredita numa possível somatória grande de votos dentro da nossa Campos Belos e possibilidade de alcançarmos a vitória.

Já a nível Federal vamos apoiar e dedicar a candidatura do Deputado Federal Vilmar Rocha (DEM- GO) pois além de ter ajudado e muito Campos Belos com recursos federais e Estaduais sempre esteve ao nosso lado em todos os momentos.

Inclusive na campanha municipal nos ajudou de todas as formas que era possível inclusive com sua presença em um de nossos grandes comícios.


Blog: O Município de Campos Belos é muito importante para a região, principalmente no aspecto econômico. Entretanto, ele apresenta sérias deficiências. Você poderia apontar quais serias as maiores deficiências do município na sua visão de gestor?

Pablo Giovanni: Acredito que o principal aspecto que a nossa população necessita é de emprego.

Hoje é grande a massa de pessoas e jovens que necessita de emprego em nossa cidade. Acredito que uma política voltada nesse setor é imprescindível para mudarmos essa triste realidade.

Temos que ver que a nossa vocação é pecuária e desenvolver projetos nessa área inclusive trazendo indústria nesses seguimentos e fortalecer o nosso comercio que é muito forte e gera emprego.

Um comentário:

  1. A necessidade de emprego,infelizmente, é uma realidade nacional.O ponto chave em questão, e todo gestor deve saber, é como sanar o deficite de emprego.Como empregar uma massa de desempregados?Por meios de planejamentos e projetos? E a educação de qualidade teria influencia?Apontar e criticar é facil, levar ao real um planejamento real e pratico é o que não fora discutido nesta entrevista.

    ResponderExcluir

Os cometários aqui publicados são de inteira responsabilidade dos autores. Este Blog não se responsabiliza pelos comentários postados pelos leitores, que poderão ser responsabilizados e penalizados judicialmente por abuso do direito da livre manifestação.

Promotoria de Campos Belos e Programa Ser Natureza apoiaram Fica Itinerante

A Promotoria de Justiça de Campos Belos, por meio do Programa Ser natureza, em parceria com as Secretarias Estadual e Municipal de Ed...