Banner 1

Banner 1

quinta-feira, 21 de junho de 2018

Audiência pública debate reparo de danos causados por mineradora no leito do Rio Bezerra. Naturatins tem até julho para manifestar-se sobre impactos


O Ministério Público Federal (MPF) realizou na tarde desta terça-feira, 19, audiência pública para debater a recuperação da área ambiental no leito do rio Bezerra, degradado pela atividade da empresa Itafos Mineração Ltda – empresa produtora de matéria-prima para fertilizantes.

Estiveram presentes, representantes da Procuradoria da República em Gurupi, da Câmara Municipal e da Prefeitura de Arraias, da promotoria de Justiça de Campos Belos, da Secretaria de Meio Ambiente de Campos Belos, da Itafos, do Instituto Natureza do Tocantins (Naturatins) e da sociedade civil.

Na primeira parte da audiência, os órgãos presentes e a empresa Itafos puderam se manifestar. 


Na sequência, o advogado da Itafos, Felipe Coutas Souza, teve oportunidade de apresentar dados sobre a empresa e sobre o cumprimento do Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) firmado entre o Naturatins e a Mineradora. 

Souza também expôs as ações que a empresa está desenvolvendo e que extrapolam as obrigações do TAC, como reuniões semestrais com a comunidade e doação de mudas de árvores.

Logo em seguida, houve a participação dos presentes com perguntas às instituições. 

Moradores de Arraias e de Campos Belos manifestaram sua insatisfação com a degradação do rio e relataram que a qualidade da água vem caindo ao longo dos anos. 

Ribeirinhos relataram que foram orientados a não beber da água do rio Bezerra, informaram também casos de alergias cutâneas após o contato com a água do rio.

Valdirene Gomes dos Santos, moradora de Arraias, questionou a falta de divulgação de alguns estudos sobre o impacto da instalação da mineradora na região. 

O professor Oscar Álves ressaltou que ninguém é contra o desenvolvimento, mas que é preciso minimizar os impactos causados pela mineradora. 

Todas as perguntas da comunidade foram respondidas pelos representantes das instituições presentes.

Ao final das discussões, ficou estabelecido que em julho deste ano o Naturatins terá uma resposta definitiva sobre os possíveis impactos ambientais decorrentes da mineração na região. 

Após a avaliação desse material, se for necessário, o MPF designará uma reunião para determinar medidas com prazos estabelecidos para a recuperação do Rio Bezerra.

O procurador da República Humberto de Aguiar Júnior avalia a reunião como produtiva: “a audiência pública foi bastante positiva, pois o evento permitiu que nós tivéssemos noção do quão importante é o Rio Bezerra para população local e também porque foi possível obter encaminhamentos concretos para solução do problema”.

A audiência faz parte da Ação Civil Pública n° 2322-32.2014.4.01.4302, que promoveu a assinatura do Termo de Ajustamento de Conduta entre Itafos Mineração Ltda e Naturatins. 

Veja aqui a íntegra do TAC.

Rio Bezerra – rio federal localizado entre as cidades de Arraias no Tocantins e Campos Belos no Goiás. 

No local foram instaladas duas barragens pela empresa Itafos Mineração Ltda, uma para destinação de rejeitos da produção de fosfato e outra pata a captação de água a ser utilizada no processo produtivo.

Fonte: MPF

quarta-feira, 20 de junho de 2018

Pedro Chaves (PMDB) vai destinar emenda de R$ 250 mil para a construção do quartel dos Bombeiros em Campos Belos (GO)



O deputado federal Pedro Chaves (PMDB/GO) informou, nesta quarta-feira (20), que vai destinar uma emenda parlamentar no orçamento federal de 2019, no valor de R$ 250 mil, para a construção de um quartel do Corpo de Bombeiros em Campos Belos (GO). 

O valor da obra, segundo o Corpo de Bombeiros, é de cerca de R$ 400 mil. 

Metade vem do fundo do Corpo de Bombeiros e a outra metade ou parte dela é, a depender de ajustes, de contrapartida dos municípios beneficiados.

Diante das dificuldades orçamentárias do município de Campos Belos, a iniciativa do parlamentar vai suprir mais de 100% do que deveria ser a contrapartida do município para a construção do prédio. 

Pedro Chaves alertou, no entanto, que o valor vai cair diretamente na conta do Comando Geral do Corpo de Bombeiros de Goiás, a quem cabe direcionar o valor da emenda à construção do prédio em Campos Belos. 

Assista ao vídeo. 

Prestigiamos a candidatura de Fraga ao Senado





Este jornalista foi convidado e prestigiou, na última sexta-feira (15), o lançamento da candidatura do deputado federal Alberto Fraga (DEM-DF) ao Senado. 


Ao menos mil pessoas compareceram ao local, no setor de clubes sul, em Brasília. 

Organizado para “acabar com o falatório”, o evento no Clube dos Oficiais da Polícia Militar do Distrito Federal (PMDF) reuniu os principais nomes da chapa encabeçada por Jofran Frejat (PR).

Além do pré-candidato ao Buriti, subiram ao palco nomes que pretendem disputar as eleições de 2018, como Rodrigo Maia (DEM). 


O presidente da Câmara dos Deputados está na corrida para o Palácio do Planalto.

Com o anúncio, Fraga marca posição dentro do quadro instável das eleições no DF.


O evento foi marcado após o presidente da Câmara Legislativa, Joe Valle (PDT), se aproximar de Frejat. 

O distrital manifestou interesse em concorrer para o Senado.

Com informações do Metrópoles 

STJ garante direito de visita a animal de estimação após separação de casal



Apesar de os animais serem classificados como “coisa” pelo Código Civil, é possível estabelecer a visitação ao bicho após o fim de um relacionamento quando o caso concreto demonstrar elementos como a proteção do ser humano e o vínculo afetivo estabelecido.

Com esse entendimento, a maioria dos ministros da 4ª Turma do Superior Tribunal de Justiça garantiu o direito de um homem visitar a cadela Kim, da raça Yorkshire, que ficou com a ex-companheira na separação. O placar foi de três votos a dois.

O relator do caso, ministro Luis Felipe Salomão, afirmou que a questão não se trata de uma futilidade analisada pela corte.

Ele disse que, ao contrário, é cada vez mais recorrente no mundo pós-moderno e deveria ser examinada tanto pelo lado da afetividade em relação ao animal quanto como pela necessidade de sua preservação conforme o artigo 225 da Constituição Federal.

Com isso, a turma considerou que os animais, tipificados como coisa pelo Código Civil, agora merecem um tratamento diferente devido ao atual conceito amplo de família e a função social que ela exerce. Esse papel deve ser exercido pelo Judiciário, afirmou. 

Também foi levado em consideração o crescente número de animais de estimação em todo o mundo e o tratamento dado aos “membros da família”.

O ministro apontou que, segundo o IBGE, existem mais famílias com gatos e cachorros (44%) do que com crianças (36%). 

Além disso, os divórcios em relações afetivas de casais envolvem na esfera jurídica cada vez mais casos como estes em que a única divergência é justamente a guarda do animal.

Terceiro gênero

“Longe de, aqui, se querer humanizar o animal”, ressaltou. “Também não há se efetivar alguma equiparação da posse de animais com a guarda de filhos. Os animais, mesmo com todo afeto merecido, continuarão sendo não humanos e, por conseguinte, portadores de demandas diferentes das nossas.”

O relator afirmou, em julgamento iniciado em 23 de maio, que o bicho de estimação não é nem coisa inanimada nem sujeito de direito. 

“Reconhece-se, assim, um terceiro gênero, em que sempre deverá ser analisada a situação contida nos autos, voltado para a proteção do ser humano, e seu vínculo afetivo com o animal.” O fundamento foi acompanhado pelo ministro Antonio Carlos Ferreira.

O ministro Marco Buzzi seguiu a maioria, apesar de apresentar fundamentação distinta, baseada na noção de copropriedade do animal entre os ex-conviventes. Segundo ele, como a união estável analisada no caso foi firmada sob o regime de comunhão universal e como os dois adquiriram a cadela durante a relação, deveria ser assegurado ao ex-companheiro o direito de acesso a Kim. 

A ministra Isabel Gallotti divergiu, considerando ideal esperar uma lei mostrando dias e horas certas de visita. 

O Judiciário, segundo ela, precisa decidir com base em algo concreto. “Se não pensarmos assim, haverá problemas como sequestro de cachorro, vendas de animal”, afirmou.

Último a votar, o desembargador convocado Lázaro Guimarães entendeu que a discussão não poderia adotar analogicamente temas relativos à relação entre pais e filhos. 

De acordo com o desembargador, no momento em que se desfez a relação e foi firmada escritura pública em que constou não haver bens a partilhar, o animal passou a ser de propriedade exclusiva da mulher.

Com a tese definida pela maioria, o colegiado manteve acórdão do Tribunal de Justiça de São Paulo que fixou as visitas em períodos como finais de semana alternados, feriados prolongados e festas de final de ano.

Anteriormente, o juízo de primeiro grau havia considerado que nenhum bicho poderia integrar relações familiares equivalentes àquelas existentes entre pais e filhos, “sob pena de subversão dos princípios jurídicos inerentes à hipótese”.

Repercussão

O entendimento majoritário foi elogiado por advogados. Para Júlia Fernandes Guimarães, da área de Contencioso Cível do Rayes & Fagundes Advogados Associados, o STJ reconhece a “nova realidade” nas relações do Direito de Famíia, como já vêm fazendo tribunais estaduais, “visando atenuar o grande sofrimento gerado pela ausência do convívio diário com o animal”.

O advogado Luiz Kignel, especialista em Direito de Família e sócio do PLKC Advogados, afira que o bicho doméstico faz parte do núcleo familiar, sem ser membro da família.

“Não há fundamento jurídico — e na minha opinião também de razoabilidade — de atribuir ao animal o tratamento de guarda de filhos. 

Mas foi de muita sensibilidade conferir o direito de visitas regulares porque o relacionamento construído entre um cônjuge e o animal tem valor intangível que deve ser protegido”, analisa. 

Com informações da Assessoria de Imprensa do STJ.

Comunidade do Distrito de Altamira, em Taguatinga (TO), denunciam abandono da localidade




"Prezado Dinomar Miranda,

Sou moradora de Altamira, um distrito de Taguatinga (TO), e gostaria de pedir sua ajuda, divulgando algumas irregularidades daqui do nosso povoado.

Uma delas é sobre uma reforma que foi feita na escola municipal, mas que na verdade foi só uma pintura, uma verdadeira mão de tinta. 


A situação da escola está horrorosa. Seguem as fotos para comprovar.

Outra bronca é a construção de uma nova casa de farinha, que o prefeito mandou derrubar e até hoje não se fez nada, além dos serviços prestados, que já foram pagos pela prefeitura.

A calamidade do posto de saúde daqui é outro absurdo.

No posto de saúde há apenas uma enfermeira, que também é a responsável pela limpeza do local.

Já a presenciei limpando e fazendo curativos. Além disso, não tem nada no posto. 


Nenhum tipo de material que possa ser usado como primeiros socorro. Aqui na nossa comunidade somos cidadãos de quinta categoria. Não há cidadania neste local."

Comentário deste blogueiro

Fez bem a comunidade de Altamira em denunciar os descasos e a pouca importância que a prefeitura de Taguatinga (TO) tem dado ao distrito. 

Não fiquem parados esperando as decisões dos gestores públicos. Ajam!

Formem uma Associação de Moradores, se ainda não tiver, montem uma comissão e cobrem oficialmente à prefeitura as melhorias que devem ser feitas.

Este blog está à disposição da comunidade para divulgar as ações e como legítima ferramenta de pressão social e política.

















Telão gigante: Centenas de torcedores assistem ao jogo do Brasil no Centro Olímpico Padre Magalhães, em Campos Belos



Centenas de pessoas foram ao Centro Olímpico Padre Magalhães, em Campos Belos (GO),acompanhar o primeiro jogo do Brasil pela Copa do Mundo da Rússia.

A partida entre Brasil x Suíça foi transmitida, ao vivo, por um super telão de led, montado pela prefeitura do município. 

A animação e a integração entre os torcedores brazucas foi enorme e esbarrou apenas na decepção do empare da seleção canarinho, que não conseguiu sair com uma vitória na sua estréia na Copa. Um Dj também animou e levou muita música à festa dos torcedores campos-belenses. 

O próximo jogo da seleção brasileira, contra a Costa Rica, que ocorre na próxima sexta-feira (22), a partir das 8h30 da manhã, também será transmitido. 














STJ nega cancelamento de medidas cautelares a bispo de Formosa, dom José





O bispo de Formosa, dom José Ronaldo Ribeiro, continua impedido de deixar o país, sem autorização judicial, obrigado a comparecer aos encontros na Justiça e a obedecer ao toque de recolher às 22h. 

O Superior Tribunal de Justiça (STJ) negou pedido de cancelamento das medidas cautelares impostas pelo Tribunal de Justiça do Estado de Goiás (TJGO) ao sacerdote, um dos réus investigados pela Operação Caifás. 

Deflagrada em 19 de março, a ação do Ministério Público de Goiás (MPGO) resultou na prisão de oito pessoas supostamente envolvidas em desvios de mais de R$ 2 milhões de paróquias ligadas a Diocese de Formosa.

O novo pedido de habeas corpus, impetrado no STJ em 8 de junho, foi negado pelo ministro Felix Fischer nessa segunda-feira (18/6). 

A solicitação tinha o objetivo de questionar algumas medidas cautelares estabelecidas pelo TJGO, como proibição de ausentar-se da Comarca e do País sem autorização judicial, comparecimento mensal a juízo de origem, para informar e justificar as próprias atividades, obrigação de comparecer a todos os atos judiciais para os quais for intimidado no processo principal e recolhimento domiciliar no período noturno, a partir das 22h. 

Dom José foi preso em 19 e março e teve a liberdade concedida pelo Tribunal de Justiça do Estado de Goiás (TJGO), em 17 de abril.

Durante o período em que permaneceu na prisão, quase 30 dias, o bispo teve três pedidos de liberdade negados pelo TJGO, Superior Tribunal Federal (STF) e STJ. 

De acordo com o advogado do bispo, Lucas Rivas, a nova solicitação é de garantia, para resguardar a regularidade do processo. 

Audiências 

O TJGO marcou para 9 de agosto a primeira audiência de instrução e julgamento dos réus investigados pela Operação Caifás. 

O órgão informa que essa primeira etapa será realizada em Formosa e servirá para o juiz instruir o processo, reunindo informações que contribuam para o convencimento do caso. 

Segundo a acusação do MPGO, desde 2015, os sacerdotes adquiriram propriedades, joias e veículos. 

A suspeita é de que eles desviavam dinheiro de arrecada em casamentos, batizados e eventos realizados pela Igreja Católica. Nessa primeira etapa, a Justiça receberá todos os onze réus acusados de participar do esquema. 

Serão escutados: Waldson José de Melo, Pároco da Paróquia Sagrada Família, em Posse, Guilherme Frederico Magallhães, secretário da Cúria de Formosa, Darcivan da Conceição Serracena, funcionário da Diocese de Formosa, Edmundo da Silva Borges Junior, advogado da Diocese de Formosa, Pedro Henrique Costa Augusto e Antônio Rubens Ferreira, empresários apontados como laranjas do esquema, Tiago Wenceslau de Barros Barbosa Junior, juiz eclesiástico, Mario Vieira de Brito, pároco da Paróquia São José Operário, em Formosa, Moacyr Santana, pároco da Catedral Nossa Senhora da Imaculada Conceição, em Formosa, Epitácio Cardozo Pereira, vigário-geral e José Ronaldo Ribeiro, bispo de Formosa. 

Investigação 

Os investigadores à frente do caso ainda não analisaram todo material apreendido durante a operação. 

De acordo com o promotor do MPGO, Douglas Chegury, os mais de 52 equipamentos eletrônicos, entre computadores, pendrives e outros dispositivos de armazenamento estão sendo avaliados pela perícia em Goiânia. A previsão é de a análise fique pronta nos próximos dias.

Em 28 de março, os agentes encontraram mais irregularidades vinculadas à Diocese de Formosa. Um documento comprova que há mais de 160 veículos registrados no nome da Cúria da Região. 

Os promotores tentam identificar se os automóveis foram vendidos, quem os comprou e para onde foi o dinheiro.

Quando o Ministério Público deflagrou a operação, os investigadores encontraram na casa do monsenhor Epitácio um fundo falso com dinheiro. Os agentes apreenderam R$ 156 mil em espécie, sendo R$ 8 mil em moeda estrangeira. Ainda no imóvel, os policiais recolheram aparelhos eletrônicos e uma coleção de relógios de grife.

Os promotores dizem ainda ter encontrado notas promissórias no nome do padre Moacyr Santana, que o ligariam à lotérica de Posse, avaliada em R$ 500 mil. O estabelecimento estava no nome de dois laranjas, Pedro Henrique Costa Augusto e Antônio Rubens Ribeiro, mas a documentação estava no nome do padre, segundo o MPGO. 

Os promotores também encontraram um relatório contábil de 2015. O livro contábil fechou com deficit de R$ 200 mil. 

Saiba quem é quem entre os indiciados na Operação Caifás: 

Dom José Ronaldo Ribeiro, bispo de Formosa 

Apontado como líder da quadrilha e preso desde 19 de março, responde por 10 acusações de apropriação indébita qualificada (por estar no exercício do ofício enquanto cometia os crimes); por falsidade ideológica; e por associação criminosa (antiga formação de quadrilha). Epitácio Cardozo Pereira, vigário-geral 

Segundo na hierarquia da diocese de Formosa, também preso na Operação Caifás, responde por apropriação indébita qualificada (falta tipificar o número de vezes que teria cometido o crime) e associação criminosa. Na casa dele, a Polícia Civil de Goiás apreendeu mais de R$ 70 mil em dinheiro, relógios de luxo e equipamentos eletrônicos em um fundo falso no guarda roupas.

Moacyr Santana, padre 

Pároco da Catedral Nossa Senhora da Imaculada Conceição, em Formosa, responde por apropriação indébita qualificada pelo fato de cometer crime no exercício do ofício, por lavagem de dinheiro e por associação criminosa. O MPGO encontrou o nome do sacerdote em notas promissórias que o ligariam a uma casa lotérica em Posse (GO).

Mário Vieira de Brito, padre 

O pároco da Paróquia São José Operário, em Formosa, que também continua preso, responde por apropriação indébita com a mesma qualificadora dos anteriores, além de ser acusado de falsidade ideológica e associação para o crime. Ele foi flagrado em escutas telefônicas comemorando, com Moacyr, a chegada de um juiz eclesiástico, para intimidar sacerdotes contrários ao esquema, segundo o MPGO.

Waldson José de Melo, padre 

Pároco da Paróquia Sagrada Família, em Posse, responde duas vezes por apropriação indébita qualificada, além de associação criminosa. Continua preso.

Thiago Wenceslau de Barros Barbosa Júnior, padre 

Juiz eclesiástico, responde por falsidade ideológica e associação para o crime. Ainda é suspeito de receber dinheiro para intimidar padres que denunciaram o golpe e de participar da falsificação de um documento que apresentava auditoria nas contas da diocese. Está preso de segunda-feira.

Antônio Rubens Ferreira, empresário 

Responde por lavagem de dinheiro. Emprestaria o nome e documentos para a compra de bens móveis e imóveis. É apontado como laranja de Moacyr.

Pedro Henrique Costa Augusto, empresário 

Responde por lavagem de dinheiro. Emprestaria o nome e documentos para a compra de bens móveis e imóveis. Também apontado como laranja de Moacyr.

Guilherme Frederico Magalhães, secretário da Cúria de Formosa
Responde por apropriação indébita qualificada e associação criminosa.

Darcivan da Conceição Sarracena, funcionário da diocese de Formosa
Responde por falsidade ideológica e associação criminosa.

Edimundo da Silva Borges Júnior, advogado da diocese
Pesam contra ele as acusações de falsidade ideológica e associação criminosa.


Fonte: CorreioWeb

Convite: Saúde do Homem em evidência na cidade de Arraias (TO)



"Caros Colegas,

Quero convidá-los a participar da Palestra Promoção à Saúde do Homem: Necessidades, Entraves e Estratégias de Assistência Integral a Saúde, que será realizada no dia 27/06, quarta-feira, as 18:30h no auditório da UFT/Câmpus de Arraias.

A ação de extensão é uma parceria entre Proex/UFT, Programa de Pós-Graduação em Saúde Ambiental e Saúde do Trabalhador da Universidade Federal de Uberlândia e Prefeitura Municipal de Arraias.

Tragam os alunos para participarem.

Haverá emissão de certificados aos participantes.

Prof. Dr. Willian Douglas Guilherme
Historiador e Pedagogo | Doutor em História da Educação

De Campos Belos, Rádio RCB passa a transmitir “O Mundo em Sua Casa”


O programa “O Mundo em Sua Casa”, da nova Rádio Brasil Central (RBC), passará a partir desta terça-feira (19/6) a ser transmitido também pela rádio RCB AM, de Campos Belos. 

Inicialmente, o programa será transmitido das 7 horas às 7h30 dentro do programa “Anas e Marias Bravas”, apresentado pela radialista Rutinha Gomes. A emissora estuda a ampliação da transmissão em mais 30 minutos.

Com as mudanças feitas na nova RBC no começo deste ano, foi estabelecida a Rede Brasil Central de Rádio, que é integrada por emissoras de várias regiões do Estado. Com a RCB AM de Campos Belos, integram a rede as rádios Paraíso FM (Alto Paraíso), Eldorado (Mineiros), Líder FM (Bonfinópolis), Serra da Mesa FM (Minaçu), Cerrado FM (Sanclerlândia), Boas Novas (Firminópolis), Rádio MT FM (Praia Rica – MT) e União (Goiatuba).

A cooperação firmada com os outros veículos contribui para ampliar ainda mais a difusão de notícias e informações relevantes aos cidadãos de Goiás. 

“A expansão da Rede Brasil Central fortalece o jornalismo goiano, pois as rádios parceiras retransmitem um produto de qualidade e, ao mesmo tempo, ganham espaço para veicular informações jornalísticas do interior. 

A Rede Brasil Central é o elo entre a capital e o interior, é a voz de notícias do Estado”, afirmou a gerente de núcleo das rádios RBC AM e FM, Francielly Oliveira.

O Mundo em Sua Casa é transmitido de segunda à sexta, a partir das 7 horas, e é um dos mais tradicionais noticiários do rádio brasileiro, apresentado por Karine Pinheiro e Gil Bonfim.

Fonte: 

Promotora ministra palestra sobre trabalho infantil em Cavalcante (GO)


A promotora de Justiça Úrsula Catarina Fernandes Pinto ministrou palestras para crianças e adolescentes que participam das atividades do Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos do Centro de Referência de Assistência Social (Cras) de Cavalcante, no último dia 12 de junho.

Na oportunidade, foram realizados dois encontros, nos períodos matutino e vespertino, ocasiões em que a promotora abordou o tema trabalho infantil, utilizando como recurso didático um filme do Ministério Público do Trabalho.

Fonte: MPGO

Sexta-feira (22): Telão no Centro Olímpico de Campos Belos vai transmitir jogo do Brasil na Copa


Mutirão oftalmológico: Prefeitura de Campos Belos promove a Semana da Saúde Visual


A prefeitura de Campos Belos convida a comunidade para participar da SEMANA DA SAÚDE VISUAL. 

O evento está sendo realizado no Salão do Crás, de forma gratuita, com as seguintes consultas: Avaliação de acuidade visual, refração completa (medida de grau), exames dos movimentos oculares, exames da parte anterior dos olhos, exame de biomicroscopia, medição da pressão intra ocular e teste do olhinho em bebês (0 a 2 anos). 

As consultas ocorrerão dias 18 a 22 de Junho Horário e triagem das 8 da manhã as 5 horas da tarde no salão do Crás. 

"Uma parceria da Secretaria Estadual de saúde, Governo Municipal de Campos Belos e Associação olhar pelo próximo. Venha fazer seu exame de vista" avisa a prefeitura.

terça-feira, 19 de junho de 2018

Roger e Marran canta no dia 22, no Brasileirinho, em Brasília


Praia da Tartaruga: Estrutura está sendo montada para receber os visitantes a partir do dia 30 de junho, em Peixe (TO)



A estrutura da Praia da Tartaruga, localizada no município de Peixe, que será realizada de 30 de junho a 29 de julho, já começou a ser montada.

Para proporcionar conforto e diversão à população, a Praia da Tartaruga terá tendas na água, bares, restaurantes, área de camping com tendas para quem quiser acampar de graça e banheiros químicos. O acesso à praia é feito por balsas ou voadeiras.

O acampamento Sumiu UAI! desembarca pela primeira vez na temporada. No espaço da praia, quartos em hotel, Wi-fi e banheiros com ar condicionado serão oferecidos aos visitantes, esses serviços serão cobrados.

Shows gratuitos

A mais badalada praia do estado do Tocantins, receberá atrações nacionais como a banda Nechivile, a cantora Solange Almeida, as duplas Hugo & Guilherme e Diego & Victor Hugo, a Banda Babado Novo, o cantor John Geração e o Tom de Alerta – Sumire. Todos os shows são gratuitos. 

Confira a programação da Praia da Tartaruga

30 de junho: Nechivile

07 de julho: Solange Almeida

14 julho: Hugo & Guilherme e a Banda Babado Novo

21 de julho: Diego & Victor Hugo e o cantor John Geração

28 de julho: Tom de Alerta – Sumire

Travessia: a partir de R$ 15,00 * Valor sujeito à alteração sem aviso prévio.

Informações sobre o Acampamento Sumiu UAI!, Hotéis, travessias e shows: (63) 9 8454 1937 ou (63) 3312 0814



Sindicato Rural de Campos Belos promove Campo Saúde no próximo dia 30 de junho



Ouça o áudio acima