Banner 1

quinta-feira, 22 de junho de 2017

Mulher aciona Justiça por estacionamento de R$ 2, perde causa e pagará um salário mínimo, em Goiânia

Célia Maria Branco Gillete Miguel da Silva pediu danos morais no judiciário goiano por acreditar ter sofrido prejuízo de R$ 2 de um estacionamento no Hipermercado Extra. 

Ela alega, na ação, que foi cobrada por estacionar o carro, mesmo tendo consumido dentro do estabelecimento.

Ela disse que não realizou compras especificamente no Hipermercado, mas que adquiriu produtos de uma farmácia e consumiu em um restaurante, ambos no interior do prédio do Extra. 

Ela pediu a condenação da empresa em R$ 20 mil, por danos morais.

No entanto, o juiz Ricardo de Guimarães e Souza, da comarca de Orizona, julgou improcedente os pedidos de danos morais feitos por Célia Maria. A autora da ação ainda terá de pagar multa, no valor de um salário mínimo, devido à litigância de má-fé.

O magistrado informou que o suposto prejuízo não promove abalo de ordem moral, não condizendo com a realidade dos dias de hoje. 

Asseverou ainda que a quantia pedida a título de danos morais caracterizaria enriquecimento ilícito, considerando má-fé da parte da autora por entrar com a ação no judiciário.

“Mesmo admitindo o descumprimento contratual, entendo que somente deve ser reputado como dano moral a dor, vexame, sofrimento ou humilhação que, fugindo à normalidade, interfira intensamente no comportamento psicológico do indivíduo, causando-lhe aflições, angústia e desequilíbrio em seu bem-estar. 

Mero dissabor, aborrecimento, mágoa ou sensibilidade exacerbada estão fora da órbita do dano moral, porquanto tais situações não são intensas e duradouras, a ponta de romper o equilíbrio psicológico do indivíduo”, afirmou o magistrado.

Fonte: TJGO

Tragédia dilacerante: em três dias, mãe perde dois filhos afogados no Lago Paranoá




Uma mãe dilacerada por uma dupla tragédia. No sábado (17/6), a costureira Marlene dos Santos, 46 anos, recebeu a notícia de que o corpo de sua filha, a musicista Jéssica Tavares dos Santos da Cruz, 22, tinha sido encontrado no Lago Paranoá. 

Três dias depois, nesta terça (20), foi a vez do filho, Genival Tavares da Cruz, 25, morrer da mesma maneira e no mesmo local.

“Está sendo muito difícil, porque quando lembro da dor de um, logo percebo que também perdi o outro”, diz Marlene, aos prantos. Mal enterrou o corpo da filha, na Bahia, a costureira agora vela o do filho. Depois que a irmã morreu, Genival ficou recluso, triste e nem conseguia se levantar da cama.

Nesta terça (20), Genival saiu de casa e mandou uma mensagem de voz pelo WhatsApp para a família, por volta das 21h30, minutos antes de ser encontrado morto. “Ele foi breve. Dizia apenas que amava muito a minha tia [mãe deles] e todo o restante da família, mas que não conseguiria mais viver sem a irmã”, disse a prima, a publicitária Silvia dos Santos, 22.

Ainda segundo Silvia, o primo informou que estava no mesmo local onde Jéssica havia sido encontrada e se despediu. Depois disso, não visualizou mais as mensagens em seu celular. “Imediatamente nós acionamos os Bombeiros e fomos até a orla da Ponte JK. Quando chegamos, já era tarde demais”, detalhou. 

Os militares tentaram reanimar Genival por cerca de uma hora, mas ele não resistiu. “A família está desconsolada. É inacreditável tudo o que estamos passando. Um momento repleto de dor”, acrescentou a prima.

Moradora da QNN 1 de Ceilândia, Marlene dos Santos não consegue entender a tragédia. Em uma breve conversa com o Metrópoles nesta quarta (21), ela disse que os filhos eram muito unidos desde pequenos. Não se desgrudavam. “Eram meninos muito bons”, resume a costureira, que tem uma outra filha.

Genival era um jovem aplicado e cheio de planos. Dava aula de idiomas (inglês, francês e espanhol). Fazia duas faculdades, de direito e letras. Só parou a rotina agitada depois que a irmã morreu. Pela descrição dos familiares, não passava por momentos de depressão antes de perder Jéssica de forma trágica.

Carro encontrado

A jovem desapareceu na madrugada de quinta-feira (15), quando teria saído de um encontro religioso no Riacho Fundo para o Lago Sul. Segundo informações de colegas, o carro dela foi encontrado estacionado perto de restaurantes às margens do Lago Paranoá. 

Imagens de câmeras de segurança mostram a musicista caminhando na região. O material está com a polícia.

Após receber a informação, a família acionou o Corpo de Bombeiros. As buscas no Lago começaram às 13h45 de sexta (16) e duraram cerca de cinco horas, até serem encerradas com o cair da noite. Foram retomadas às 6h15 de sábado (17), quando os socorristas acharam o corpo da jovem.

Amigos da musicista contaram ao Metrópoles que Jéssica havia trancado o curso de música na Universidade de Brasília (UnB) e estava se dedicando a projetos na Igreja Sara Nossa Terra, no Sudoeste. A jovem era apaixonada por saxofone.

As roupas e os pertences de Jéssica foram encontrados na beira do Lago. “Ela estava com um short e uma blusa preta que usava para tomar banho. A Jéssica nunca tinha relatado problema com os pais. Não tinha motivo para tirar a própria vida”, comentou Silvia.

Marlene, a mãe, busca respostas para a morte da filha. “Não quero acusar ninguém, mas só queria entender o que aconteceu”, suplicou a costureira. 

O caso de Jéssica é investigado pela 10ª Delegacia de Polícia (Lago Sul). Na tarde desta quarta (20), familiares estavam reunidos na casa de Marlene, tentando reunir forças para suportar essa outra tragédia.

Fonte e texto: Metrópoles 

Alunos de Miracema, Arraias e Tocantinópolis terão acesso ao Auxílio Alimentação


Estudantes dos câmpus de Arraias, Miracema e Tocantinópolis agora poderão contar com Auxílio Alimentação. 

A Pró-reitoria de Assuntos Estudantis (Proest) lançou nesta quarta-feira (21) o Edital nº 44/2017, que garante o benefício. 

Podem participar discentes que comprovem insuficiência econômica, atendam os requisitos do Edital e entreguem a documentação necessária no período estipulado. As inscrições já estão abertas e seguem até o dia 7 de julho. 

O auxílio pecuniário é de R$ 400 para estudante com vulnerabilidade nível I e II e no valor de R$ 340 para estudante de nível III e IV.

De acordo com a diretora de Alimentação e Moradia, Selma Carmo Sousa, não há número de vagas delimitado para cada câmpus, ou seja, se o aluno atender aos critérios de seleção e enviar a documentação correta, ele poderá receber o auxílio. 

"Essa assistência atende à demanda dos estudantes estabelecidas durante o Fórum Estudantil, quando foi dada prioridade, pelos próprios alunos, de que o recursos do Programa Nacional de Assistência Estudantil (Pnaes) fossem destinados prioritariamente para alimentação e moradia", declara.

O objetivo do programa é fornecer subsídio financeiro para alimentação a estudantes destes três câmpus, visto que nestas três unidades não há restaurantes universitários. 

O novo auxílio amplia as condições de permanência dos estudantes nos cursos de graduações presenciais da UFT, contribuindo para a melhoria do seu desempenho acadêmico e prevenção de situações de retenção e evasão decorrentes da insuficiência de condições financeiras.

Saiba os procedimentos de inscrição, bem como a documentação necessária e outras informações referentes a este auxílio no Edital, que pode ser conferido no link abaixo:

Edital nº 44/2017 – Proest - Programa Auxílio Alimentação

Taxa de natalidade: Uma boa pergunta


Em Arraias (TO), no ano de 2016, foram registradas que 250 mulheres estavam grávidas.

Dessas, 12 perderam o bebê e após o parto percebeu- se que nasceram alguns gêmeos, totalizado 255 nascimentos. 

Lembrando que Arraias possui um total de 12.500 habitantes. 

Qual é a taxa de natalidade e mortalidade no ano de 2016 ?

Por Yasmin Sacha

Governo Municipal e Polícia Militar realizam formatura da primeira turma do PROERD em Campos Belos


Foi realizada no último dia 20, a formatura do primeiro ciclo do semestre com alunos inscritos no Programa Educacional de Resistência às Drogas – PROERD, em Campos Belos.

O programa acontece em Campos Belos movido pela parceria entre a prefeitura municipal, através da secretaria de educação, e a Polícia Militar, através da 42° CIPM. Esse ciclo teve também o apoio da senhora Fátima, diretora do colégio Dom Alano.

O instrutor do PROERD, Cabo Thiago Barbosa, responsável pela turma de formandos, fez questão de agradecer o respaldo da prefeitura nessa importante ação, “Agradeço imensamente a todos os envolvidos que não mediram esforços para que esse momento especial fosse atingido. 

Agradeço especialmente ao nosso comandante da 42º CIPM, Major Leandro Ferreira Carvalho, ao prefeito municipal Eduardo Terra, a secretária de educação Geisa Cordeiro, e a diretoras das Escolas Dom Alano, Joana Miranda e José Pereira. 

Acredito que as dificuldades foram vencidas e os resultados foram alcançados. Dando voz à  muitos Proerdianos, reafirmo minha crença de que esse programa nasceu do coração de Deus”, destacou.

O prefeito Eduardo Terra frisou o caráter preventivo do PROERD, “O programa possibilita às crianças e adolescentes adquirirem conhecimentos sobre os riscos e perigos do uso de drogas, promovendo a prevenção com qualidade e inovação, a integração entre as famílias, comunidade escolar e sociedade como um todo, além de gerar disciplina, ética, criatividade e responsabilidade social”.

Também participaram do evento a secretária de educação, Geisa Cordeiro, o instrutor do PROERD, soldado J. Santos, professores e coordenadores do colégio Dom Alano, pais e responsáveis dos alunos formandos.

Acesse: http://www.proerd.go.gov.br e saiba mais sobre esse importante programa.

Fonte: Prefeitura de Campos Belos 

Nepotismo é uma praga. Tem que se combater com fervor



Você sabia que existe nepotismo direto e nepotismo cruzado?

O Decreto n. 7.203, de 4 de junho de 2010, trata da proibição dessa prática no âmbito da administração pública federal.

Descrição da imagem #PraCegoVer: no centro dois bonequinhos que representam servidores públicos. Do lado esquerdo, está representada a linha reta de parentesco, para cima (pais, avós e bisavós) e para baixo (filhos, netos e bisnetos), do lado direito, está a representação dos parentes colaterais (tios, irmãos e sobrinhos). 

Acima desse infográfico, está a seguinte informação: É nepotismo: quando um agente público usa de sua posição de poder para nomear, contratar ou favorecer um ou mais parentes.

Fonte: CNJ

Metade das áreas de pastagens no Brasil está infestada com ervas daninhas


Especialista alerta produtores que compram gado de reposição, pois as sementes das invasoras são transportadas pelo rúmen do animal; roçadas também podem agravar o problema

No programa desta quarta-feira, 21, o Giro do Boi levou ao ar entrevista realizada durante a Beef Expo, que aconteceu em São Paulo no início de junho. 

Alcindo Ladeira Neto, que é engenheiro agrônomo e pesquisador da linha de pastagens da Dow, foi quem trouxe informações relacionadas a degradação dos pastos.

Ladeira afirma que, no Brasil, a lotação média em cerca de 170 milhões de hectares é de 0.8 a 0.9 UA/HA (unidade animal/hectare). 

Um número muito inferior se comparado com a pecuária colombiana, que produz 10 UA/HA/ANO. Uma das principais causas é a infestação por invasoras, termo conhecido como “juquira”. 

A vegetação é de difícil remoção e rouba nutrientes, luz e espaço das pastagens. Segundo a Embrapa (Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária) somente as espécies venenosas e tóxicas, 75 já catalogadas, podem causar a morte do rebanho.

De acordo com o especialista, que há mais de 40 anos estuda soluções para combater às invasoras, as roçadas, que muitos enxergam como solução, podem agravar o problema na fazenda. 

Outro fato curioso, e um ponto de atenção para pecuaristas que fazem reposição de gado, é a necessidade de realizar um manejo de precaução. 

As novas aquisições de gado magro, deverão ficar em jejum por um período de 48 horas e serem isoladas do pasto.
É que no rúmen podem existir sementes de invasoras, possíveis de serem transferidas através do esterco do animal.

Alcindo Ladeira dá as dicas para o combate da “juquira”. Confira no vídeo.

quarta-feira, 21 de junho de 2017

Pai e filho são assassinados na zona rural de Ponte Alta do Bom Jesus



Uma família de Ponte Alta do Bom Jesus, sudeste do Tocantins, chora e clama por justiça, após o covarde assassinato, a pauladas e a tiros, de duas pessoas, pai e filho, numa fazenda da zona rural do município.

Segundo a família, o duplo homicídio ocorreu há dez dias, no dia 10 de junho.

Na manhã daquele dia, por volta das 11h, Tiburcio Cirqueira, mais conhecido na região como Pretinho, de 50 anos, e seu filho, Bruno Cirqueira, de 22 anos, foram mortos de forma brutal, em suposta emboscada.

A família informa que eles pararam para abrir uma porteira, numa estrada da zona rural, quando retornavam do trabalho, e foram assassinos ali mesmo. 

As mortes teriam sido motivada por demarcações de divisa de propriedade, já que as vítimas já vinham sendo ameaçadas, inclusive com vários registros de Boletim de Ocorrência na delegacia local. 

O bárbaro crime chocou a população da pequena cidade. A polícia está trabalhando no caso, mas até o momento ninguém foi preso.

"A família enlutada clama por justiça e espera que os assassinos sejam presos o mais rápido possível, a fim de que justiça seja feita", rogou um integrante da família. 

terça-feira, 20 de junho de 2017

Fugitivo da cadeia de Campos Belos é preso em Taguatinga (TO)


Um preso fugitivo de Campos Belos, nordeste de Goiás, foi capturado na tarde de hoje (20) na cidade de Taguatinga (TO).

O rapaz estava preso em Campos Belos e tinha fugido da cadeia há cerca de três meses.

Após denúncia, a Polícia Civil do Tocantins, com equipe chefiada pelo delegado Márcio Duarte Teixeira, chegou a uma residência da cidade e efetuou a prisão em flagrante, por falsidade ideológica.

O homem usava os documentos de um irmão. 

A investigação teria começado após pedido do serviço de inteligência de Goiás. Ele agora deverá ser reconduzido para a cadeia pública de Goiás.

Arraias (TO) e mais dez cidades voltam a entrar em alerta por baixa umidade


A região sul do Tocantins voltou a entrar em alerta amarelo de baixa umidade relativa do ar. Onze cidades da região estão com o aviso ativo para esta segunda-feira (19). 

As cidades afetadas são Alvorada, Araguaçu, Arraias, Figueirópolis, Formoso do Araguaia, Jaú do Tocantins, Palmeirópolis, Paranã, Sandolândia, São Salvador do Tocantins e Talismã.

Na última sexta-feira (16), 58 cidades do estado estavam na mesma situação. Com o fim do período chuvoso e o aumento no número de queimadas a qualidade do ar costuma cair em todas as regiões do estado. 

Este alerta é emitido sempre que a umidade do ar fica entre 20% e 30%. O índice é abaixo do mínimo recomendado pela Organização Mundial da Saúde.

Na escala da Defesa Civil do Tocantins a situação é considerada um alerta amarelo, que coloca os municípios em estado de 'atenção'. 

A orientação para a população é de evitar atividades ao ar livre nos horários mais quentes do dia, entre 11h e 15h, beber muita água para se manter hidratado, usar protetor solar e evitar ações que possam provocar queimadas em áreas de mata.

Além do Tocantins, o Distrito Federal e parte de Goiás, Mato Grosso, Minas Gerais e Rondônia podem sofrer com a baixa umidade.

Com informações G1/TO

Leis Brasileiras: excessivas, obsoletas e as vezes contraditórias com art. 5º da Constituição. Perante elas não somos iguais.


Por Jefferson Victor,

Um dos grandes problemas no mundo jurídico é saber quais leis estão em vigência no país, e diante dessa incógnita, muitos advogados invocam leis já abolidas, e até mesmo juízes se perdem nesse mar de incertezas, e isto gera insegurança jurídica.

Em 2007, a revista ISTOÉ publicou um artigo denominado: o Brasil das 181 mil leis, uma referência da imprecisão desses dados, o que até os dias atuais levam a uma infinidade de erros jurídicos pautados em obscuridade da legislação.
Segundo a matéria, houve uma iniciativa da Câmara dos Deputados na Gestão de Arlindo Chináglia, que designou um grupo para avaliar todo esse aparato jurídico, e eliminar tudo o que estivesse em excesso. 

A ideia era expurgar tudo que já foi revogado e extinguir tudo que a modernidade tornou caduca e eliminar as que se repetem e as que colidem entre si.

A ideia do projeto era trazer esse número para cerca de mil leis, as quais seriam publicadas em 18 volumes, mas pelo que se sabe, ficou apenas no desejo, a exemplo de quase tudo que se planeja nesse país.

O Excesso de normas causam turbulência no mundo jurídico, e com isso, empresas e cidadãos comuns são onerados com consultas jurídicas, e mesmo quem é do ramo se vê mergulhado em um mar de dúvidas, isso requer muita técnica e tempo para uma avaliação precisa.

A matéria cita um absurdo que foi cometido a um herói e guerra britânico, o qual perdeu a perna na Segunda Guerra Mundial, e aos 80 anos veio passar o verão no Brasil, porém foi deportado sob a alegação que era estrangeiro, mutilado e tinha mais de 60 anos, e por incrível que pareça, tamanho absurdo está previsto no Decreto Lei 4.247 de 1921 que dá amparo legal a essa medida.

Ninguém sabe ao certo o que está em vigência e o que já foi revogado. Não há nenhum material sintetizado onde se possa buscar com total segurança as alegações de advogados e decisões de juízes. 

Nem mesmo o STF possui segurança em seus julgamentos. Prova disso é a divergência de votos dos Ministros, há sempre uma ambivalência na interpretação gerando questionamentos jurídicos.

Muitas das decisões da Suprema Corte são questionadas, não é incomum ver empate no julgamento, uma evidência clara que não há consenso, e a lei se interpretada e cumprida devidamente, seria sempre unanimidade pra sim ou não, e após o veredito os processos já não cabem mais recurso devido ao transito em julgado.

O cidadão comum é o que mais sofre nesse processo. A falta de conhecimento específico o faz recorrer à internet em busca de sanar eventuais dúvidas, porém, as respostas são de difícil entendimento em virtude das milhares de alterações, tornando essas pesquisas incertas e sem nenhuma credibilidade em função da imprecisão de seu conhecimento jurídico.

“O Brasil é um dos países mais anacrônicos de regimes legais do mundo e bate recorde de leis, muitas das quais obsoletas”, diz a matéria da revista ISTOÉ em sua edição sobre o assunto.

O mais incrível nisto tudo, é que até mesmo os especialistas estão atolados em interrogações, e o pobre cidadão não pode alegar em sua defesa o desconhecimento da lei, é como se fosse obrigado a conhecer e memorizar todo esse aparato.

E o pior nisto tudo é que incontestadamente há um desrespeito ao artigo 5º da Constituição Brasileira, essa tal de igualdade é balela, instrumento de enganar bobo.

Quem tem recursos e pode pagar um bom advogado, a razão muda de lado, quem não tem dinheiro cai na mão de Defensores Públicos, os quais as vezes são arrolados em corredores de fóruns e  apenas evitam o cerceamento de defesa, e o fazem sem que o processo seja sequer  analisado.

Os últimos acontecimentos envolvendo a corrupção no mundo político, está cada vez mais difícil entender o que é justiça, como ela funciona, e porque o artigo 5º mente ao afirmar que todos são iguais perante as leis.

Hoje Gilmar Mendes, em palestras a empresários, disse que o Brasil passa por um processo de ditadura de juízes e procuradores, que empresários e políticos são investigados indevidamente na calada da noite, e se referindo ao Aécio Neves, disse que não há na constituição lei que mande suspender o mandato de um senador, e insinuou que isso é invenção de Fachin.

Um ministro que questiona a corte que trabalha, porque seus protegidos estão na berlinda, tira ainda mais a credibilidade de que leis existem para serem cumpridas independentemente de quem esteja sendo julgado.

segunda-feira, 19 de junho de 2017

Homem morre depois de batida entre carro e moto, na rodovia GO-118



Um grave acidente na GO-118, na tarde deste domingo (18), tirou a vida de mais um morador da cidade de Campos Belos, no nordeste do estado. 

O acidente ocorreu por volta das 16h, quando uma motocicleta e automóvel colidiram-se no cruzamento que dá acesso ao distrito Prata, município de Monte Alegre (GO).

O piloto da motocicleta, identificado como Ozaias Francisco de Jesus, seguia em destino à Prata e o carro  seguia no sentido Campos Belos.

 Ozaias Francisco não resistiu aos ferimentos e morreu. 

O corpo está sendo velado na sua residência,  no setor Novo Horizonte, rua vereador Laurindo Viera dos Santos, Quadra 05, Lote 27. 

domingo, 18 de junho de 2017

Piranhas atacam banhistas em praia de Palmas (TO)


Banhistas foram atacados por piranhas na praia da Graciosa, em Palmas, neste sábado (17). 

Ao menos dois ataques, de um idoso e um adolescente, foram registrados dentro da área de proteção da praia, que é cercada por uma tela. O aposentado Sebastião Araújo, de 65 anos e um menino de 14 anos foram mordidos por volta das 14h40.

O Corpo de Bombeiros informou que não atendeu nenhuma ocorrência do tipo neste sábado (17). 

A corporação disse ainda que tem um posto central na praia do Prata e que se desloca para as demais praias conforme os chamados da população.

A Prefeitura de Palmas disse que há uma inspeção nas telas de proteção prevista para a próxima semana. A prefeitura pediu que os banhistas evitem consumir alimentos perto da água, já que isso pode atrair os peixes.

A filha do idoso atacado, Ludmilla Araújo, disse que situações como essa deixam uma impressão muito ruim da cidade. 

"É uma situação muito desagradável você trazer uma pessoa aqui para conhecer a praia, conhecer as belezas da nossa cidade e infelizmente a pessoa levar isso como lembrança", lamentou. Apesar do susto, o aposentado não precisou ser levado ao hospital.

Com informações da TV Anhanguera 



Em 2016, ataques também ocorreram 

Exemplo II: Estudantes vendem livros para comprar equipamentos e ajudar recém-nascidos em hospital


É com a venda de livros que estudantes de medicina da Universidade Federal do Tocantins (UFT) pretendem arrecadar dinheiro para conseguir comprar equipamentos que estão em falta na maternidade Dona Regina, em Palmas. 

Segundo eles, os equipamentos são essenciais no atendimento a recém-nascidos. 

O maior desafio é o valor. Uma incubadora de transporte de bebês, por exemplo, pode custar até R$ 27,5 mil.

Os equipamentos que precisam ser comprados custam no total R$ 125,6 mil e serão usados na sala do parto. 

São duas incubadoras de transporte de recém-nascidos; quatro ressuscitadores infantis que custam R$ 1,25 mil cada; seis oxímetros de pulso neonatal, de R$ 3,6 mil cada e quatro monitores multiparamétricos, que tem um valor estimado de R$ 11 mil, cada um. 

Segundo o estudante Arthur Moreira Gomes, o levantamento foi feito pelo próprio estado que relatou, tanto a quantidade, quanto o valor de cada equipamento.

Os estudantes são da Liga Acadêmica de Neurociência. A ideia surgiu a partir do contato diário com a realidade no hospital. Parece muito dinheiro, mas o desejo de ajudar é maior. "A falta dos equipamentos pode aumentar o risco de mortalidade e trazer sequelas permanentes de ordem neurológica", argumenta o estudante.

Os alunos já venderam alguns livros e conseguiram juntar até este domingo (18) R$ 1.250. "Sabemos que o valor que precisa ser arrecadado é alto. Mas vamos comprando pelo menos os mais baratos para ajudar algumas crianças, como por exemplo, os ressuscitadores que custam R$ 1.250 cada", diz Arthur.

O livro que está sendo vendido é de autoria do professor da Universidade Federal do Tocantins, o doutor em psiquiatria Leonardo Baldaçara. Ao todo, 200 obras foram doadas e estão sendo vendidas a R$ 35, cada. Ele foi um dos incentivadores da campanha.

"O Dona Regina é a maior maternidade da região, atende casos graves, a demanda é grande. E uma das formas de prevenir doenças mentais é durante a gestação, na hora do parto e nos primeiros meses de vida", argumentou Baldaçara.

Ele diz que a campanha tem o objetivo de ensino e assistência. "Os equipamentos servem também para treinar novos médicos. Os problemas na saúde estão em todo o Brasil. A gente pode ficar apontando o dedo ou tentar ajudar".

A venda dos livros e a arrecadação do dinheiro deve seguir até o fim do ano e o objetivo é comprar pelo menos um, de cada equipamento em falta na maternidade.

A Secretaria de Estado da Saúde informou que o "Hospital e Maternidade Dona Regina dispõe atualmente de duas Incubadoras de Transporte, 35 Monitores Multiparamétricos, 20 Oxímetros de Pulso, todos equipamentos em uso nos diversos setores da unidade."

Além disso, a secretaria disse que está finalizando processo, para aquisição de 2 ressuscitadores infantis.

Fonte: G1

Exemplo: Reciclagem de lixo eletrônico dá origem a projetos sociais


A cada dia surgem novos modelos de computadores, smartphones, câmeras digitais e outros diversos produtos eletrônicos. 

A velocidade dos lançamentos e atualizações faz com que esses equipamentos se tornem obsoletos rapidamente, e assim cresce a demanda por uma destinação correta para o lixo eletrônico. 

Projetos que atuam na reutilização desses objetos estão sendo apresentados na Campus Party Brasília, que é realizada até este sábado (17).

O descarte correto é importante para a preservação do meio ambiente e pode ser combustível para iniciativas que beneficiam comunidades inteiras, como o projeto do Instituto Caxinguelê, do município de Janaúba, localizado no norte de Minas Gerais. 

Há um ano e meio, a startup social recebe doação de material eletrônico, que, após uma triagem, é encaminhado para a reciclagem, feita por meio de atividades educativas livres, destinadas a qualquer pessoa interessada na cidade de 70 mil habitantes. 

Segundo o criador do instituto, Diêgo Geovani, o projeto trabalha com diversas áreas do conhecimento. “Ensinamos a programar jogos, robótica, fazemos pesquisas, montamos computadores com partes de vários outros”, conta.

O objetivo principal da startup é promover a chamada metarreciclagem: além de reciclar, dividir conhecimento. 

“Tudo no Instituto é de livre acesso a toda comunidade. Nós damos preferência para hardwares e softwares livres, para que tudo possa ser compartilhado”, afirma Diêgo Geovani. 

A meta do instituto agora é conseguir expandir a ideia. “A gente precisa de conexão com pessoas que gostem de alguma forma do que a gente está fazendo. 

Quando nos conectamos com mais de 10 pessoas em uma cidade, já temos o inicial para começar a ideia lá”, destaca.

Lixo transformado

Em Valparaíso de Goiás, cidade a 30 quilômetros de Brasília, o lixo eletrônico também recebe destinação sustentável com a atuação da organização não governamental (ONG) Programando o Futuro. 

Uma das ações da ONG é transformar carcaças de computadores em filamentos (plástico derretido e posteriormente modelado) para impressoras 3D. 

“Foi uma solução encontrada para a quantidade de plástico que a gente recebe”, afirma o analista de sistemas Refael Aguilar, um dos colaboradores do projeto, que recebe cerca de 10 toneladas de lixo eletrônico anualmente.

Segundo Aguilar, atualmente no Brasil há poucas empresas que produzem filamentos para impressoras 3D. Com a reciclagem, a Programando o Futuro consegue fabricar esse material com preços cerca de 40% mais baixos.

O projeto, apoiado pelo Ministério de Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, tem uma estação de metarreciclagem, que além de fazer o reúso de computadores e equipamentos de informática, promove cursos de capacitação técnica na área para jovens e adultos da comunidade. 

Todo ano, entre 700 e 800 pessoas passam pelas atividades. “Os alunos consertam computadores e encaminham para doação a instituições da cidade. A gente tenta prepará-los para o mercado de trabalho”, ressalta Aguilar.

Fonte: Mais Goiás

Jogo festa do Verona x Juventude ocorre no dia 15 de julho, em Campos Belos






Está programado para o próximo dia 15 de julho, no estádio de Campos Belos, um jogo festa entre o antigo time do Verona versus o antigo Juventude.

A ideia é reviver a memorável final do campeonato regional de 1991, disputado entre as duas equipes. 

Mais do que relembrar, a intenção dos organizadores é fazer um reencontro dos jogadores e de suas famílias, após 26 anos. 

Muitos deles não se veem há mais de duas décadas. 

No final da década de 80 e início de 90, surgiu, em Campos Belos, um time de futebol amador que fez história naquela pequena cidade do nordeste do estado.

A intenção dos seus mentores (que são vários: Gaúcho; Toninho e Paulinho Mendes, Belão, dentre outros) era iniciar uma jornada de profissionalização do futebol na cidade. 

Arregimentou uma garotada nova, incluiu na lista forte preparo físico e técnico, e começou-se até pensar em se construir um centro de treinamento próximo ao Balneário Bezerra. 

De cara, o time que era revolucionário, desbancou os tradicionais da cidade ( Mixto e Juventude), além do gagá Campos Belos Futebol Clube, Goiás, Operário e do saco de pancadas "Barreirão". 

Mas após muitas andanças, o velho sonho de profissionalização ficou pelo caminho e se desmanchou no amadorismo e finalmente na extinção perto dos anos 2000. 

Mas o velho Verona deixou marcas em seu atores, que prometem fazer um reencontro, numa grande festa em jullho deste ano. 

Este Blogueiro fez parte do elenco. Ao longo dos meus 1,66m de altura, era um dos goleiros do Verona. 

Revezava com o velho Geronias nas divisões de base ( tá vendo! o time revolucionou. Tinha até divisão de base) e era o terceiro goleiro no time principal. Belão não dava sobra para ninguém. 

O Pastor Roberto relembra: 

"Éramos chamados o caçulinha das colinas poção de Buritis e do poço 22; relembro as corridas para o Bezerra com o preparador físico Nonato e as escalações secretas do nosso professor e presidente Paulinho;

De Avelino Mendes; do Secretário de Esporte e Diretor Toninho; dos presidentes Waldeci da Saúde e Durval dos Correios; do Zé das Armas com suas pernas tortas; do seu capitão ex- jogador profissional Augusto Gaucho.

São muitas muitas lembranças boas do saxofone do saudoso Mestre Zé, da nossa bandinha, que com 4 instrumentos calamos, em pleno Xeco, dentro de campo e fora dele, toda a potência do Juventude embalado pela Casa de Saúde e todo seu dinheiro Falcão.

Lembro do nosso xerife w maestro Luzo, do seu Dezinho da serraria. 

Obrigado queridos, por estarem participado deste momento. Estava calado, mas o frio na barriga está chegando o choro nos olhos chegaram de lembrar da nossa linda infância, que o tempo nunca vai apagar."

Então, anote aí: 15 de julho é o dia do reencontro, com futebol, churrasco, música, recordações e muita alegria. 

sábado, 17 de junho de 2017

De Campos Belos (GO): Junior Angelin, cantor e compositor da música “Seu Polícia” se apresenta neste sábado em Arraias-TO





Por Jefferson Victor,

Nascido em Campos Belos no nordeste de Goiás,  Junior Angelin, artista do seleto grupo da Workshow, é a principal atração deste sábado (17), da XXª Exposição Agropecuária de Arraias no Tocantins que acontece de 14 a 18 de junho de 2017.

Angelin foi uma das atrações da Pecuária de Goiânia em maio de 2017. Ele se apresentou ao lado de Maríllia Mendonça, Gustavo Lima, Henrique e Juliano, Maiara e Maraisa,  dentre outros.

Sua trajetória artística iniciou como compositor. Vários artistas consagrados como Sergio Menotti e Fabiano,  Jads e Jadson, gravaram suas músicas e sua principal  composição, Seu Polícia,   gravada por Zé Neto e Cristiano,  foi a  mais tocada em todo o  Brasil em 2016.

Recentemente Junior Angelin gravou em Goiânia, o seu mais recente DVD, e tem como carro chefe a música “Patrão”, com a participação de Zé Neto e Cristiano e é hoje, uma das músicas mais solicitadas em suas apresentações.

O cantor faz shows por todo Brasil, e é hoje uma realidade dentro do escritório Workshow,  o mais bem sucedido no seguimento sertanejo, inclusive, seus artistas foram as principais atrações da Festa de Barretos em 2016.

O Show deste sábado promete ser um dos melhores da exposição, e inclusive estará presenteando com um Iphone de última geração, e o (a) fâ mais animado (a), que subirá ao palco para recebimento desse mega presente.

Segundo os organizadores do evento, espera-se que neste sábado haverá um recorde de público, são esperados visitantes do Nordeste Goiano  e Sul do Tocantins e Oeste da Bahia, para prestigiar uma das mais tradicionais exposições do estado.

sexta-feira, 16 de junho de 2017

UFG abre inscrições para 430 vagas em vestibular EaD 2017/2. Há vagas para Alto Paraíso, Cavalcante e Posse/GO


A Universidade Federal de Goiás (UFG) abriu as inscrições do Vestibular EaD 2017/2 desde a última terça-feira, 13 de junho. A taxa é de R$ 130 e o prazo se encerra em 7 de julho.

O candidato poderá utilizar a nota do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) como parte das provas objetivas. Serão aceitas as edições a partir de 2009.

A opção deve ser feita no momento da inscrição. Caso a utilização da pontuação do Enem na prova objetiva do Vestibular faça com que a nota seja reduzida, será considerado apenas o Processo Seletivo da UFG.

Isenção

A UFG concederá isenção da taxa de inscrição para as seguintes categorias:

=> Candidatos com renda familiar per capita de até um salário mínimo e meio, cujo ensino médio tenha sido cursado todo em escola pública ou com bolsa em colégio particular ou;

=> Inscritos no Cadastro Único Para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico).

Os pedidos de isenção podem ser feitos até a próxima sexta-feira (16). Já a documentação deve ser enviada até 19 de junho.

O resultado preliminar da isenção será publicado em 28 de junho e os candidatos terão dois dias para recursos. A versão final será divulgada no dia 6 de julho.

Vestibular

O Vestibular será realizado em 30 de julho nas cidades de Goiânia, Alto Paraíso, Catalão e Jataí.

As provas serão constituídas de 50 questões objetivas sobre Biologia, Física, Geografia, História, Língua Portuguesa, Matemática, Química e Língua Estrangeira Moderna, além da Redação.

O resultado preliminar será divulgado em 16 de agosto. Já a primeira chamada é esperada para o dia 28 de agosto.

Outras duas chamadas serão realizadas pela UFG, as quais serão nos dias 1º e 12 de setembro. Convocações subsequentes poderão ser divulgadas entre 18 e 29 do mesmo, caso sobrem vagas.

Vagas

O Vestibular EaD 2017/2 da UFG preencherá 430 vagas, sendo 280 para Administração Pública e 150 na licenciatura de Artes Visuais.

As vagas de Administração Pública são para os polos de Alto Paraíso de Goiás, Aparecida de Goiânia, Catalão, Goianésia, Mineiros, Posse e São Simão.

Já para Artes Visuais, as vagas são nos polos de Anápolis, Aparecida de Goiânia, Cavalcante, Inhumas e Mineiros.

Faça a sua inscrição.

Fonte: Brasil Escola

Cantora goiana Marília Mendonça foi desrespeitada por forrozeiro


Desde o último final de semana, sertanejos e forrozeiros cravaram uma “briga” com direito a indiretas e até mesmo ofensas. 

A briga que até o momento era gerida apenas por indiretas entre Marília Mendonça e Elba Ramalho, ganhou um novo capítulo, desta vez com um tom ofensivo. 

Na última segunda-feira (12), vazaram diversos áudios do cantor de forró Alcymar Monteiro atacando Marília Mendonça.

No áudio, postado em um grupo fechado a cantores de forró no Whatsapp, Monteiro diz que a música que Marília canta é para “cachaceiros”. 

“Essa senhora não tem autoridade para falar nada. Como é que ela vem falar que aqui é lugar de sertanejo? Isso é um ‘breganejo’ horroroso para cachaceiro, para quem não tem identidade. 

Quem tá falando é Alcymar Monteiro”, diz o cantor no áudio. “Dona Marília Mendonça, você é lá de Goiás. Vá cantar lá no seu Goiás. Não vem encher o saco da gente aqui, não, entendeu? (…) Você vem lá de Goiás invadir nossa praia. Agora vê se a gente canta lá no teu Goiás. Vocês não deixam!”

“Eu vou baixar o nível, viu?! Não venha aqui no nosso terreiro querer cantar de galo, não, viu? Aqui quem canta de galo é galo, galinha aqui não canta. Entendeu bem? Tá certo?”, continua Monteiro. 

“Sua música é horrorosa! Você não está com nada, entendeu? Você canta para cachaceiro. Eu canto para família, para as crianças, para os velhos, eu sou descendente de Luiz Gonzaga. Nos respeite, entendeu? Não fale mal de Elba Ramalho, que você não tem autoridade para isso, entendeu? Deixa a gente em paz, vão se danar” dizia nos áudios.

De acordo com o Jornal Diário do Sertão, o cantor foi procurado pela revista Veja, onde seu filho e empresário, Júnior Monteiro, confirmou que o áudio realmente foi gravado por seu pai, mas afirmou que ele se destinava somente aos músicos do grupo no Whatsapp e que o forrozeiro “não tem nada contra Marília”.

Forrozeiros x Sertanejos

Tudo começou quando a cantora Elba Ramalho fez críticas à presença excessiva de sertanejo em festas de São João, "Acho que tem que equilibrar. É um direito do sertanejo estar no São João. 

Mas a programação não pode ser feita de dezoito sertanejos e dois forrozeiros", disse ela, que afirmou não ter nada contra o estilo musical em questão. 

A partir do comentário de Elba Ramalho, surgiu a campanha "Devolva meu São João" nas redes sociais, onde artistas pedem espaço em festas juninas. 

Marília Mendonça, comentou sobre o assunto em defesa do sertanejo. Durante a apresentação em São João da Capitá, ela disse: 

"Vai ter sertanejo no São João sim, viu? Porque quem quer é o público. Então, muito obrigada por me abraçarem. Sei que vocês gostam mesmo é de música boa. Não importa o estilo". 

Em seguida, a cantora continuou alfinetando o comentário de Elba. Em entrevista ao "O Diário de Pernambuco", Marília Mendonça disse “Quem tá com trabalho legal tem portas abertas em todas as regiões do Brasil.

 O segredo é música boa. Não tem nada de um tomar o lugar do outro", afirmou. 

Fonte: Diário de Goiás

Humorista Tom Carvalho, da dupla com Nilton Pinto, sofre acidente de carro em Goiás


O humorista Tom Carvalho, da dupla com Nilton Pinto, ambos do Estado de Goiás, sofreu um acidente de carro nesta quinta-feira (15/6) no município de Santa Fé de Goiás, a 207 quilômetros da capital.

Ele viajava sozinho em sua caminhonete, quando perdeu o controle do veículo e capotou. Motoristas que transitavam no local socorreram o humorista, que foi encaminhado para a unidade hospitalar local.

Não há mais informações sobre a causa do acidente. Conforme apurado pelo Jornal Opção, o artista está em observação no Hospital Municipal Antônio Carvalho, na cidade de Santa Fé.

Devido ao capotamento, Tom Carvalho chegou a bater a cabeça, mas passa bem e não há ferimentos visíveis.

Fonte: Opção

IF Goiano - Campus Campos Belos realiza o 2º Torneio de Xadrez



O II Torneio de Xadrez do IF Goiano - Campus Campos Belos, contou com ampla participação dos estudantes do Campus e do Colégio Municipal Dom Alano, incentivados pelo professor Miller Dias dos Santos.

A comissão do II Torneio de Xadrez, composta pelos professores Francisco de Oliveira Neto, Priscila Cruz Antunes e Karine Dias Gomes dos Santos, agradece a todos os participantes e ao Diretor Geral de Implantação do IF Goiano - Campus Campos Belos, Professor Fabiano José Ferreira Arantes, pelo incentivo financeiro e disponibilidade do espaço físico.

Destacamos os campeões do II Torneio de Xadrez:

1° - Kleysson Gonçalves Souza
2°-  Pedro Henrique Almeida
3° - Vitor Henrique Rodrigues Barbosa

Em Dianópolis (TO), motociclista armado mata jovem e deixa outro ferido em bar


Um jovem foi morto a tiros e outro ficou ferido em um bar no setor Santa Luzia, no município de Dianópolis, região sudeste do Tocantins. 

Segundo a Polícia Militar dois homens não identificados chegaram em uma motocicleta e atiraram nas vítimas.

O crime aconteceu na avenida central da cidade neste domingo (11), por volta das 20h. O rapaz que morreu tinha 22 anos e foi atingido por quatro disparos. 

Os bombeiros foram acionados, mas ao chegarem no local constataram que ele estava morto.

A outra vítima teve um ferimento no ombro e foi levada com vida para o hospital da região. 

Os suspeitos conseguiram fugir e o motivo do crime ainda é desconhecido. O corpo da vítima foi encaminhado para o IML de Porto Nacional.

De Campos Belos: no Jiu Jitsu, o jovem Anderson Duarte já arrebatou 16 medalhas de ouro




Um garoto de 14 anos, de família de Campos Belos, tem dado muito alegria. 

Atleta federado da federação brasileira de Jiu Jitsu, Anderson Duarte é um campeão de marca maior e com potencial para dar ainda muitas conquistas aos goianos e aos brasileiros. 

Anderson Duarte treina na academia Gracie Barra, de Goiânia, com o campeão mundial e professor Miogre Tavares.

No tatame desde os 7 anos de idade, é apaixonado por este esporte e treina forte todos os dias. 

Fruto desse trabalho intenso, ele já coleciona 16 medalhas. Todas de ouro!

Uma de bronze foi conquistada na Califórnia, agora em fevereiro de 2017, no campeonato Pan Kids, quando ficou no terceiro lugar. 

Nessa competição, ele não perdeu nenhuma luta, empatou e não foi para a final por escolha do juiz.

"Mas foi uma luta emocionante. Por muito pouco, ele não trouxe a medalha de ouro para o Brasil", afirmou a mãe dele, Valdma Cristina.

Agora em abril de 2017,  Anderson Duarte se tornou campeão brasileiro de Jiu Jitsu na categoria dele, sendo este campeonato o mais importante para os lutadores de Jiu Jitsu, uma conquista muito grande para os goianos. 

Ele também é tricampeão do centro oeste, tricampeão do compnet, bicampeão goiano, bicampeão estadual e campeão brasiliense. 

"É uma das promessas goianas do jiu jitsu, não por ser meu filho, mas realmente é porque pela graça de Deus ele é muito bom, inclusive a do Pan Kids, na Califórnia, que é um campeonato mundial  muito importante, onde ele trouxe o bronze para o Brasil", diz a mãe, toda orgulhosa das conquistas.

Nas redes sociais, Anderson Duarte também bate um bolão, no Insta @duarte_bjjgb e face: Anderson Duarte. 

Nos vídeos, assista às lutas do goiano bom de briga. 



quarta-feira, 14 de junho de 2017

Ocupação e uso do solo: Cheias, só para relembrar


Hoje publiquei diversos comentários de leitores criticando a decisão da Justiça de embargar uma obra de estabelecimento comercial que invadiu o leito de um córrego, em Campos Belos. 

Muitos criticaram, dizendo que não é justo apenas algumas pessoas ou alguns estabelecimentos comerciais serem embargados pelas obras supostamente irregulares, enquanto muitos outros há anos ocupam espaço semelhante, até sobre pontes, e não foram impedidos. 

O posicionamento deste blog sobre a matéria é clara: lei é para ser cumprida e notadamente as questões ambientais devem ser respeitadas. 

Não é de hoje que publicamos enchentes e mais enchentes aqui no Blog, prejudicando famílias e mais famílias, justamente porque foi autorizado, não se sabe por quem, a se construir no caminho natural dos córregos e riachos. 

A natureza é sábia. Ele tem o seu espaço e cobra em dobro. 

Para relembrar a problemática, seguem abaixo alguns posts, feitos em vários e alternados anos sobre a questão das enchentes e das ocupações desordenadas do solo em Campos Belos. 

Até hoje não sei porque a prefeitura local e a Câmara de Vereadores ainda foram competentes e efetivos para não editarem a Lei de Uso e Ocupação do Solo no município e normatizar o assunto de uma vez por toda? 

Veja as notícias do passado, para relembrar a lambança 

Jornal "O Popular" destaca temporal em Campos Belos. Sardinha vai pedir socorro ao governo estadual





Vídeo oficial: XXIV Expo de Campos Belos ocorre entre 12 e 16 de julho. Cantor Pablo é a principal atração




A Exposição Agropecuária de Campos Belos, organizada pelo Sindicato Rural do município, completa 24 anos em 2017. 

Tradicionalmente feita no mês de julho, neste ano ocorre entre os dias 12 e 16. A principal atração musical é o cantor da sofrência Pablo. 

O vídeo oficial da festa foi lançado nesta quarta-feira (14). Assista.