Banner 1

sexta-feira, 28 de agosto de 2015

Comunidade de Arraias (TO) segue firme na luta para a implantação do corpo de bombeiros na cidade

Oscar Alves; Sabrina Gomes, deputado Ricardo Ayres;
vereador Alexandre e liderança Lingstonio

A comunidade de Arraias, sudeste do Tocantins, a cada dia se organiza mais e e angaria pessoas na luta para a implantação de um corpo de Bombeiros Militares no município. 

Já que a classe política não se mexe, o jeito são os cidadãos arregaçar as mangas e correr atrás dessa demanda tão urgente e necessária. 

Na última quarta-feira (26),  o ativista e professor Oscar Alves esteve em Palmas (TO, acompanhado do líder evangélico Lingstonio; e do vereador Alexandre de Arraias.

A comitiva de representantes da comunidade teve audiência com o Deputado Ricardo Ayres. 

Na ocasião, a presidente do sindicato da Defensoria Pública do Estado do Tocantins, Sabrina Gomes, também esteve presente. 

O deputado fará um expediente que será encaminhado ao governador Marcelo Miranda nos próximos dias junto com um abaixo-assinado feito nas redes sociais. 

O movimento, a partir de agora, vai colher assinaturas nas igrejas da comunidade e em toda a região. 

“Penso que a implantação do CBM-TO não só contribuirá para diminuirmos os impactos de uma região seca como também contribuirá de maneira significativa para elaboração de politicas públicas na área educacional”, afirma o professor Oscar.

Ouvidoria do TRT 10 e a Caravana do Trabalho Seguro visitam Dianópolis(TO)


A Ouvidoria do Tribunal Regional do Trabalho da 10ª Região e a Caravana do Trabalho Seguro estarão em Dianópolis (TO) na próxima semana, dias 3 e 4 de setembro.

O objetivo é, numa ação conjunta, divulgarem a importância da Ouvidoria, bem como ajudar os trabalhadores rurais a conhecer o impacto do uso de agrotóxicos para a saúde humana.

A primeira ação será da Ouvidoria, no dia 3 de setembro, no Tribunal do Juri do Fórum da Justiça Comum em Dianópolis (TO). 

O vice-presidente e ouvidor do TRT10, desembargador Pedro Foltran, abrirá os trabalhos com uma apresentação sobre a importância da ouvidoria e os serviços que coloca à disposição do seu público externo. 

Para Foltran, “a ouvidoria cumpre suas atribuições e torna-se mais eficiente quando ouve com os ouvidos dos outros, sem estabelecer juízo de valor”.

Ainda, como parte das atividades, a ouvidoria promoverá ao público interno e externo, uma palestra sobre o funcionamento do Processo Judicial Eletrônico. 

O servidor e membro do Comitê Gestor do PJ-e, Flávio Antônio Lula, apresentará o uso do PJ-e. A intenção é esclarecer dúvidas e ouvir sugestões de melhoria para o sistema. 

Este é um tema bastante mencionado nas manifestações que chegam à Ouvidoria , por isso o debate sobre o assunto.

No final do dia, o ouvidor terá um encontro com os estudantes de Direito da Fundação Universidade do Tocantins (Unitins), no auditório da universidade.

No dia 4, a vez é da Caravana do Trabalho Seguro, com o tema “Saúde do Trabalhador e Utilização de Agrotóxicos”. 

O debate sobre o uso de agrotóxicos será no auditório do campus do Instituto Federal do Tocantins. Durante toda a manhã, várias questões serão discutidas, mas todas em torno do tópico: uso de agrotóxicos, formas de agricultura, saúde dos trabalhadores rurais e proteção ao meio ambiente e consumidores. 

A iniciativa é do grupo Grupo Interinstitucional do Programa Trabalho Seguro do TRT da 10ª Região( Getrin).

Para o coordenador do Getrin, desembargador Mário Caron, o evento tem o objetivo de levar esclarecimentos, recomendações e cuidados sobre a manipulação de agroquímicos.

Por fim, será realizado um concurso de redação para estudantes dos cursos de técnico agrícola e engenharia agrônoma.

Ação em Arraias (TO)

A Ouvidoria do TRT10 também passará pela cidade de Arraias (TO). A equipe participará de uma audiência de conciliação e fará visitas institucionais.

Fonte: TRT-10

Advogado-Geral da União é expulso do Bar Brahma, em Brasília



O advogado-geral da União, Luiz Inácio Adams, foi expulso do Bar Brahma, em Brasília, pelos frequentadores. 

Adams tem ocupado espaços importantes na imprensa devido ao seu trabalho no Tribunal de Contas da União, atuando no caso conhecido como “pedaladas fiscais” do governo Dilma Rousseff. 

A reação espontânea dos presentes, gritando “Fora Adams”, demonstra o grau impressionante de insatisfação geral com o governo do PT.

Site 247, pró-PT, reage

Corpo de um homem, em avançado estado de decomposição, é encontrado em Posse (GO)

A imagem foi desfocada em respeito à família do morto e aos nossos leitores
Um corpo de um homem, em avançado estado de decomposição, foi encontrado hoje em Posse, no nordeste de Goiás. 

Uma pessoa encontrou o corpo e avisou a polícia. Os policiais civis  Brener e Claudio chegaram ao local por volta das  9h da manhã de hoje.

O cadáver estava nas proximidades da GO- 446, em uma Chácara, no perímetro urbano de Posse.

O corpo foi recolhido e encaminhado ao IML, que deve fazer a autópsia, tentar identificar a causa mortis e recolher fragmentos para exames de DNA. 

Até o momento, não se tem notícia de pessoa do sexo masculino desaparecida na região. 

A polícia investiga o caso. 

Catadores denunciam incêndio criminoso em aterro sanitário de Posse (GO)





Por Rose Ane Silveira, 

A Polícia Civil de Posse registrou, nesta sexta-feira, 28 de agosto, a denúncia de mais um incêndio criminoso no Aterro Sanitário da Cidade.

O Boletim de Ocorrência foi registrado por cerca de 20 catadores que trabalham no Aterro, no serviço de coleta de material para reciclagem. 

Eles apontaram o autor do crime, informando que este não foi o primeiro incêndio ateado por este catador, que não mora dentro da área do aterro, mas se autodenomina líder dos trabalhadores locais.

Por medo de represálias, os nomes dos denunciantes estão sendo preservados. Como ainda é apenas uma denúncia, sem comprovação do fato, nós não estamos divulgando o nome do indicado pelos crimes. 

De acordo com os depoimentos, este senhor havia ameaçado, na semana passada, atear novo incêndio, justamente no material já colhido para a reciclagem e foi exatamente o que ele fez na manhã desta sexta-feira.

Para os demais catadores e suas famílias o prejuízo é incalculável. 

O acusado, há cerca de um mês, havia gravado vídeo no qual afirmava serem os funcionários da Prefeitura de Posse que ateavam o fogo no Aterro, o que já havia sido contestado por seus colegas.

De acordo com o Secretário de Limpeza Urbana, Chefe, o fogo foi ateado em um material extremamente inflamável, como papel e plástico, o que impedirá que as chamas sejam dominadas em poucas horas.

 A Secretaria de Meio Ambiente e os Bombeiros já foram acionados para fazer o controle dos danos e usar máquinas e tratores para apagar as chamas.

O acusado de ter cometido o crime não compareceu à Polícia Civil, que está à sua procura. De acordo com as informações colhidas pela própria Polícia, ele também se evadiu do lixão e de sua residência.


Imagem do dia: focos de incêndio entre São Domingos (GO) e Divinópolis de Goiás


Nós não aceitamos Campos Belos e Monte Alegre (GO) fora da BR-010. Políticos devem explicações





Para o leitor mais atento, que leu a notícia publicada nesta semana informando que governador do estado de Goiás, Marconi Perillo, aceitou a federalização da GO-118, percebeu algo de muito grave. 

Segundo fontes do governo, a GO-118 será transformada em BR-010, em 227 quilômetros de extensão, e a GO-241 (com 17 quilômetros de extensão), passariam a se chamar BR-010/GO. 

Elas abrangem os municípios Planaltina de Goiás, São João D’Aliança, Alto Paraíso, Teresina de Goiás e Cavalcante. 

Assim, Monte Alegre de Goiás, Campos Belos e Arraias (TO) estariam fora do traçado da nova BR. 

Em Cavalcante (GO), penderia para a esquerda do mapa, rumo às cidades de Moleque, Prata e Cristais, até Paranã (TO). 

Isso significa que a região de Campos Belos e Arraias não serão beneficiadas com mais verbas federais e todas as benesses trazidas pela nova  BR-010. 

O camposbelense Marco Aurélio Alves, que esteve presente na assinatura da concessão no Palácio do Governador, disse que a solenidade contou com a presença de quase todos prefeitos da região nordeste. 

Infelizmente faltaram alguns, dentre eles, o Prefeito Aurolino Ninha, de Campos Belos (GO). 

O resultado foi muito satisfatório, porém teria sido melhor se Campos Belos fosse incluído na rota autorizada, mas por falta de interesse dos representantes locais, a cidade foi desfavorecida. 

Conforme explicou Adailton Dias, o governo federal está propondo aos governos estaduais a federalização de rodovias que se interligam aos chamados corredores logísticos nacionais. 

“Existe um padrão de qualidade diferenciado nos nossos corredores logísticos, e o objetivo é uniformizá-lo. Por isso, estamos solicitando a federalização dessas rodovias goianas. Além de oferecer padrão maior de qualidade, as rodovias federais oferecem também mais segurança”, argumentou.

A alegação foi corroborada pelo presidente da Agetop, Jayme Rincón, que também participou da reunião. 

“Para Goiás é muito interessante aumentar o padrão de qualidade dessas rodovias, além de que o custo com manutenção passará a ser de responsabilidade do Dnit”, disse Rincón. 

Então é o seguinte. 

Nós de Campos Belos, Arraias e Monte Alegre não aceitamos ficar de fora no novo traçado. 

Chegou a hora das forças políticas reagirem enquanto ainda há tempo. 

Onde estão os deputados Iso Moreira, Claudio Meireles, José Nelton, os federais Magda Mofatto e Pedro Chaves? e o vice-governador José Eliton?

Abandonaram-nos ou só conhecem o caminho da nossa região em tempos de pedir voto?

Campos Belos e Monte Alegre estão ficando isolados, meu povo. 

Já tem um projeto no Congresso Nacional para transformar toda a região em "Entorno do DF", com exceção de Campos Belos e Monte Alegre. 

Agora a nova BR também nos deixa de fora. 

Estrada traduz-se em desenvolvimento e mais dinheiro. 

Estamos perdendo o bonde da história, de novo. 

Do corredor da miséria, só nós subsistiremos. Essa é a tendência. 

Gestão é ressaltada durante Caminhos da Justiça em Arraias (TO)


Juiz de Arraias (TO), Eduardo Barbosa Fernandes

Presidente do Tribunal (TJTO), Ronaldo Eurípedes

“O juiz centralizador produz pouco, temos que delegar responsabilidades, e isso temos feito aqui em Arraias”, a fala é do titular da 1ª Vara Cível da Comarca, Eduardo Barbosa Fernandes, sobre a importância da gestão dentro do Judiciário.

 “O magistrado quando entra na comarca vai ter que administrar a vara, o Foro, o desembargador o Tribunal, quando presidente. 

Nós somos preparados juridicamente, mas na nossa trajetória vamos lidar com gestão, atos administrativos, coordenar servidores, e isso não se ensina em faculdade”, complementou o juiz.

O foco no gerenciamento da Comarca de Arraias foi apresentado ao presidente do Tribunal, Ronaldo Eurípedes, durante a 34ª edição do Caminhos da Justiça, na tarde desta quinta (27/8) indo ao encontro do pensamento da Presidência. 

Para o desembargador os juízes precisam ser gestores e os servidores devem colaborar com a organização das suas unidades. 

“O juiz é um gestor e é a sua forma de gerir que vai levar o Judiciário do Tocantins ao patamar que desejamos, de estar entre os melhores judiciários do Brasil”, ressaltou.

Durante o encontro a modernização da Justiça do Tocantins também foi lembrada como um dos principais avanços. 

“O nosso processo eletrônico é muito avançado e nos traz celeridade. Estamos muito próximos de Goiás territorialmente, mas não nos alcançam em tecnologia. 

Quando enviamos carta precatória para o Estado vizinho é preciso esperar 6 meses para análise. Isso tudo se deve a um processo de organização do Tribunal do Tocantins”, comentou Fernandes.

Apesar das conquistas do Poder Judiciário, o presidente do TJ ponderou que ainda é preciso mais. Arraias possui 1.582 processos cíveis e 642 criminais, em 2014 registrou a entrada de 600 novos casos e uma taxa de congestionamento de 80%.

“Apesar de todo esse avanço ainda precisamos mudar os nossos números. Vamos ter que sair dessa situação e já estamos tomando atitude. Vários projetos estão em andamento, como o Trabalho Remoto, Juiz Colaborador, Contadoria e Secretaria Única”, declarou o desembargador.

Ronaldo Eurípedes ainda antecipou, “estamos trabalhando em medidas que vão envolver todos vocês, aqui por exemplo, devemos ampliar a competência dos magistrados, de modo que os dois juízes possam ter as mesmas atribuições”.  

Nesta sexta-feira (28/8) o Caminhos da Justiça encerra o ciclo passando pelas comarcas de Paranã e Palmeirópolis.

Fonte: TJTO







Servidores do Fórum de Arraias


Mais de 130 servidores municipais de Posse (GO) aderem ao IPASGO


Por Rose Ane Silveira, 

Mais de 130 servidores municipais de Posse já se filiaram ao IPASGO (Instituto de Assistência dos Servidores Públicos do Estado de Goiás). 

O levantamento foi feito pela Secretaria de Administração de Posse, a pedido do prefeito José Gouveia, que tem recebido reiterados agradecimentos por parte dos servidores beneficiados por este convênio fechado durante sua gestão, que garantiu a melhoria do atendimento de saúde para os servidores tanto do Executivo, como do Legislativo Municipal, apesar do IPASGO ser do Estado.

O IPASGO não tem qualquer vinculação previdenciária, dando somente assistência à saúde dos servidores do Estado de Goiás e dos municípios que como Posse fizeram um convênio para garantir acesso ao atendimento de saúde credenciado. 

De acordo com a Secretaria de Administração, somente em julho os servidores do Legislativo de Posse pediram a adesão ao Instituto por este motivo ainda não há o levantamento de quantos servidores da Câmara de Vereadores estão sendo atendidos.

“Tenho recebido inúmeros elogios e agradecimentos. Esta é uma daquelas ações que pouca gente tem conhecimento, mas é importante que a comunidade saiba que foi feita, afinal, um servidor público com atendimento de saúde melhor, é um servidor que vai atender melhor à comunidade que dele depende. Todos saem ganhando”, avaliou o prefeito José Gouveia.

Para melhor garantir o atendimento aos servidores municipais de Posse e de toda região pelo IPASGO, a Prefeitura Municipal doou um terreno onde será construída uma sede administrativa regional do Instituto para todo o Nordeste Goiano. 

O prefeito lembra que ainda há tempo para qualquer servidor da Prefeitura aderir ao convênio

De acordo com o próprio Instituto ele tem como missão Promover a excelência na assistência à saúde; proporcionar a valorização dos colaboradores e ampliar suas competências; zelar pela boa relação com os prestadores de serviços e fornecedores visando benefícios mútuos e disponibilizar inovações tecnológicas na assistência à saúde. 

A lista de prestadores de serviços pode ser encontrada no endereço eletrônico:
www.ipasgo.go.gov.br, no link “rede credenciada”.

Pelo convênio firmado o servidor municipal tem um desconto direto em folha, que lhe garante, ao fazer uma consulta na rede particular de saúde credenciada ao IPASGO, o pagamento de um valor de consulta ou procedimento muitas vezes inferior ao praticado no mercado. 

Parte desta diferença é paga pelo IPASGO e o valor a ser descontado em folha e o a ser pago pelo servidor dependo do plano ao qual ele aderiu. 

quinta-feira, 27 de agosto de 2015

Máfia dos cartórios: cinco são presos em Arraias (TO)




A Polícia Civil, em ação conjunta da Delegacia Especializada em Investigações Criminais de Gurupi (Deic Sul), do Grupo de Operações Táticas Especiais (GOTE) e da Diretoria de Inteligência (DI), prendeu preventivamente, na manhã desta quinta-feira, 27, cinco suspeitos de integrarem associação criminosa que forjava documentos para a venda de áreas rurais nos municípios de Arraias e Paranã.

Segundo o diretor do Gote, Rildo Barreira, foram presos preventivamente João Francisco Carvalho, 61 anos, José Bispo dos Santos, 52 anos, Sandro Araújo Torres, 22 anos, Sônia Ramos de Carvalho, 26 anos, e José Valmor Moura de Oliveira, 51 anos. 

Todos foram presos preventivamente pela suspeita de prática de estelionato, falsificação de documentos públicos, falsidade ideológica e uso de documentos falsos.  Também foram cumpridos mandados de busca e apreensão nas residências dos suspeitos, sendo encontradas munições de calibre 20, 22 e 32.

O delegado titular da Deic Sul, Rafael Falcão, explicou como era atuação da associação criminosa. 

“Eles falsificavam a documentação e vendiam a mesma terra para várias pessoas diferentes. E esse golpe eles, aparentemente, aplicavam no Estado inteiro” afirmou.

João Carvalho, José Bispo, Sandro Araújo e Sônia encontram-se presos na Cadeia Pública de Arraias. Enquanto José Valmor está preso na Cadeia Pública de Peixe. 

Outro suspeito, Emerson Flores de Oliveira, não foi localizado pela Polícia. 

A ação, que foi cumprida nos municípios de Arraias e São Valério do Tocantins, teve origem após denúncia do Ministério Público Estadual (MPE) de Arraias, com o promotor João Neuman Marinho da Nóbrega.  

O juiz que autorizou as prisões foi Márcio Ricardo Ferreira Machado.

Fonte: Governo do Tocantins





Operação da polícia civil e MP em Arraias (TO). O alvo é a "máfia dos cartórios"


Nove suspeitos de integrarem uma quadrilha que forjava documentos no Estado do Tocantins de áreas rurais foram presos hoje (27), nas cidades de Arraias e Paranã.

Uma grande operação da polícia civil e do Ministério Público estadual está em andamento nas duas cidades.

Essa quadrilha de roubos de terras já vem sendo investigada faz tempo. 

Em Paranã (TO), o cartório já tinha sido fechado e muitos suspeitos foram presos e outros respondem por fraudes em documentos públicos.

Segundo as informações preliminares, foram presos cinco pessoas em Arraias (TO). 

Os nomes já estão conosco, mas não pudemos confirmar a informação.
De acordo com o Delegado da DEIC Sul, Rafael Falcão, a quadrilha falsificava os documentos e vendia para várias pessoas diferentes. Um golpe aparentemente aplicado no estado inteiro.

A operação é resultado de uma denúncia feita pelo Ministério Público de Arraias, por intermédio do promotor João Neuman Marinho de Nóbrega, e as prisões forma autorizados pelo Juiz Marcio Ricardo Ferreira Machado.

Com informações de Carlos Alencar, do A1 Notícia. 

Prefeito de Posse (GO) faz nova prestação de contas do seu mandato



Por Rose Ane Silveira, 

O prefeito municipal de Posse, José Gouveia, promoveu na manhã desta quinta-feira, 27 de agosto, mais um encontro com os representantes da comunidade evangélica de Posse, para prestar contas do seu mandato. 

Desta vez participaram os pastores e clérigos que não puderam participar do primeiro encontro, realizado há 10 dias.

Fizeram-se presentes os pastores Mairam Pereira, da Igreja Adventista do Sétimo Dia, do qual o prefeito Gouveia recebeu três publicações, os pastores da Igreja Nova Aliança, Neivar, Andre, Rafael e Nelson. 

O pastor José Wilton da Igreja Universal do Reino de Deus, o Pastor Fábio, da Igreja Mundial e a Irmã Beth, da Assembléia de Deus.

Além dos evangélicos, a reunião contou com a presença dos vereadores Juarez Mesquita, Valdenite Santana e Choca. 

Também participaram os secretários de governo, Hallison Monteiro; Administração, Armando Ayres; Educação e Cultura, Leila Araújo; Transportes, Nilson Barbosa; Assistência Social, Antônio Gilberto; Agricultura, Evandro Neves; Infraestrutura, Idelfonso Pereira, Finanças, Fabiana Cruz e Saúde, Rosana Tonhá.

Como da primeira vez, após uma prece e um breve discurso do prefeito, no qual ele falou das obras realizadas e as propostas e projetos em andamento, foi servido um café da manhã.

Depois foi feita uma visita às principais obras da administração atual de Posse, como a UPA (Unidade de Pronto Atendimento), as 330 casas do Programa Minha Casa Minha Vida, às escolas Avani e Casinha Feliz que foram reformadas e ampliadas, a Unidade de Atendimento Básico da Vila São José entre outras obras apresentadas.

Os pastores se mostraram empolgados com os avanços que representam para o município as obras apresentadas e muitos se comprometeram a ajudar a atual gestão, como o Pastor Nelson, que congrega nos setores Guarani e Morada do Sol e que pretende fazer um apelo para que os fiéis de sua Igreja ajudem a evitar o vandalismo com a quebra da iluminação pública.

Gouveia solicitou aos pastores o apoio para que suas congregações possam ajudar no mutirão para a reforma do Hospital Municipal de Posse. 

“Temos todo o material e equipamento. Precisamos de mão de obra para terminar esta obra que ajudará ao só Posse, mas os municípios que dependem do nosso Hospital”. 




Setor Campos Belos, em Gurupi (TO): Homem morre após levar facada no pescoço





Um homem foi assassinado com uma facada no pescoço na noite de segunda-feira (24), em Gurupi, sul do Tocantins. 

A polícia informou que o crime aconteceu em frente à casa da vítima, na rua 6, no setor Campos Belos. O suspeito do homicídio ainda não foi encontrado.

A mulher de João Batista Luiz Cardoso, de 30 anos, disse à polícia que o marido havia ido a um bar da cidade. No estabelecimento, ele teve uma discussão com um homem e voltou para casa momentos depois. 

O crime aconteceu quando o ajudante de pedreiro estava chegando em casa.

O Corpo de Bombeiros e o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) realizaram o atendimento no local do crime. 

O homem chegou a ser levado para o Hospital Regional de Gurupi, mas não resistiu aos ferimentos. 

O suspeito do crime não foi encontrado. As causas do assassinato ainda não foram informadas pela polícia.

Em Taguatinga (TO) , Ronaldo Eurípedes garante que Judiciário do Tocantins tem tudo para estar entre os melhores do Brasil



Seguindo agenda do Caminhos da Justiça nesta quarta-feira (26/8), na Comarca de Taguatinga, Sudeste do Estado, o presidente do Tribunal de Justiça do Tocantins, desembargador Ronaldo Eurípedes, falou com otimismo sobre os rumos do Judiciário tocantinense. 

“Temos tudo para ser o melhor judiciário do Brasil, nossa máquina é vigorosa e moderna, mas precisamos fazer com que ela produza com todo o seu potencial”, afirmou o desembargador se referindo à eficiência do processo eletrônico, excelente número de magistrados per capta, servidores qualificados e bem remunerados, mas relembrando que é preciso superar os gargalos.

Para o presidente, com o comprometimento de magistrados e servidores a Justiça do Tocantins logo chegará a excelência em todos os aspectos. 

“Somos referência em modernidade, mas precisamos gerenciar melhor nossas potencialidades produzindo mais e superando os problemas existentes. Somos os caminheiros rumo a uma prestação jurisdicional de excelência”, declarou.

As afirmações envolveram o diretor do Fórum, juiz Iluipitrando Soares Neto e os servidores. 

“É uma honra receber o senhor (presidente) na Comarca, trazendo ideias administrativas inusitadas e inovadoras. 

Nós temos hoje tecnologia com velocidade e suas ideias vão acelerar também as nossas ações”, elogiou o juiz. 

O diretor ainda acrescentou que na Comarca a orientação é tratar todos os processos com a mesma relevância, “é angustiante esperar por anos retorno da justiça, mas esta fase está sendo superada no Tocantins, por isso aqui todos os processos são tratados com a mesma importância”.   

Taguatinga tem em tramitação 1.381 processos cíveis, com uma entrada de 455 casos novos (de janeiro a julho de 2015). Já a escrivania criminal possui 718, sendo 234 com entrada este ano, com uma taxa de congestionamento de 70%. 

“A taxa de congestionamento define a qualificação do nosso trabalho, é como medimos a qualidade e eficiência da prestação jurisdicional”, disse o desembargador ao pedir total empenho na redução dos índices.

Após conhecerem em detalhes a realidade do Judiciário tocantinense os servidores tiveram a oportunidade de fazer questionamentos e dar sugestões de melhorias.   

Nesta quinta-feira (27/8) o Caminhos da Justiça chega às comarcas de Aurora e Arraias.

Fonte: TJTO




Justiça: em Aurora do Tocantins servidores são chamados para atuar em unidade





Pensar a Justiça de forma única, esse foi o pedido do presidente do Tribunal de Justiça, Ronaldo Eurípedes, aos servidores da Comarca de Aurora do Tocantins, região Sudeste, nesta quinta-feira (27/8). 

Ao abrir a 33ª Edição do projeto Caminhos da Justiça o desembargador usou o texto bíblico, “tornai fecundo senhor o nosso trabalho e fazei frutificar o labor de nossas mãos (Salmo 89)”, chamando todos para a reflexão. 

“Nós somos únicos, vocês de Aurora e os de Tocantinópolis são todos servidores do Poder Judiciário do Tocantins, nós não temos outra maneira de fazer frutificar nosso trabalho se não tivermos essa percepção”, afirmou.

A Comarca é coordenada pelo juiz titular Jean Fernandes Barbosa de Castro, que afirmou o comprometimento de todos com o Judiciário. 

“Sabemos que hoje a sociedade pede que o judiciário resolva os conflitos com rapidez e eficiência. Vamos tentar procurar valorizar a cada dia essa marca importante que é o Poder Judiciário de julgar e pacificar os conflitos sociais. 

Aqui temos servidores muito capacitados, sempre trouxemos uma harmonia de trabalho”. O juiz ainda parabenizou a Presidência pelo Caminhos da Justiça.

Durante o encontro o presidente do TJ ainda ressaltou a importância das comarcas (1ª Instância) para a Justiça. “A comarca é termômetro do Judiciário junto à sociedade, refletindo as demandas sociais. 

Quem aqui nunca ajudou um vizinho, amigo ou familiar em alguma causa, evitando até mesmo que a demanda chegue à justiça?! Todos vocês são julgadores, pois atuam no Poder Judiciário”, afirmou.  

Atualmente Aurora do Tocantins possui 1.600 processos em andamento e uma taxa de congestionamento de 80%. 

Ao apresentar os números detalhados José Paiva, coordenador de Gestão Estratégica do TJ, ressaltou que na ordem de julgamentos o estoque precisa seguir no mesmo ritmo dos novos processos e cumprimento de metas.  

O magistrado e servidores receberam orientações da Presidência para melhorar os índices, como levantar processos parados há mais de um ano, verificando se as partes ainda têm interesse, extinguindo quando possível. 

Também foram apresentadas as novas ações, como trabalho remoto, contadorias e secretarias únicas.      

Ainda nesta quinta-feira o Caminhos da Justiça será realizado na Comarca de Arraias.

Fonte: TJTO




Em Monte Alegre (GO), Sindsaúde exige o pagamento de salários atrasados. Servidores podem entrar em greve


A falta de planejamento, má gestão e ingerência financeira da prefeitura de Monte Alegre de Goiás, nordeste do estado, têm prejudicado centenas de servidores públicos, que estão com o salário do mês de julho atrasado há mais de 20 dias. 

O Sindsaúde (Sindicato da categoria) acompanha essa situação e exige da administração uma solução rápida para essa grave violação de direito trabalhista.

Segundo a direção do Sindicato, com o objetivo de abrir um canal de interlocução com a administração e os trabalhadores, a secretária de Finanças do Sindsaúde, Maria de Fátima Veloso, esteve na cidade - na última terça-feira, dia 25 de agosto - em reunião com os gestores municipais para solucionar esse impasse.

A prefeitura alega dificuldades de arrecadação para cumprir com todas as despesas do município, mas se comprometeu em efetuar o pagamento até o dia 1º de setembro da folha de julho e a de agosto, normalizando o calendário de pagamento dos servidores.

“Se a prefeitura não cumprir esse acordo, vamos iniciar uma grande mobilização dos trabalhadores para que no dia 1º de setembro todos os serviços sejam temporariamente paralisados até que haja o pagamento integral dos salários dos servidores”, alertou Fátima Veloso.

quarta-feira, 26 de agosto de 2015

Publicidade: Serra Verde Hotel agora é nosso parceiro e oferece pratos especiais para não hóspedes



O Serra Verde Hotel, em Campos Belos, o mais tradicional e requintado do nordeste de Goiás e do sudeste do Tocantins agora é parceiro do Blog Dinomar Miranda. 

Sua reputação de hospitalidade, aconchego e qualificado atendimento ultrapassou, há muito, as fronteiras do estado. 

O Serra Verde Hotel possui 60 apartamentos, com decoração elegante e todo o conforto necessário para sua estada a preços competitivos.

Os apartamentos são equipados com banheiro privativo, TV a Cabo, telefone, frigobar, ar condicionado, internet wireless banda larga, sala de reunião, estacionamento e gerador de energia próprio.

Para descontração, descanso, diversão e relaxamento, os hóspedes podem contar com uma extensa área de lazer ao ar livre com piscina, churrasqueira, barzinho e sala de bilhar.

O mais bacana, inclusive para quem não é hóspede, é a parte gastronômica. 

São pratos de encher os olhos e sabores de encantar qualquer paladar. São pratos a la carte, especiais e requintados. 

Para você que não é hóspede e deseja comer bem, a dica é reservar um dia especial, com a família ou a dois, no espaço gastronômico do Serra Verde Hotel.

O cardápio é carinhosamente elaborado para você e sua família. Faça a sua reserva. 



Cavalcante (GO): Prefeito com medo de morrer


Cavalcante, no Nordeste goiano, vive um clima de medo segundo o prefeito da cidade, João Pereira da Silva Neto (PTC), de 59 anos. 

Após ter a casa alvejada por disparos de arma de fogo na madrugada do último sábado, Neto pede reforço na segurança da região e diz temer por sua vida.

O prefeito é autor de denúncia de corrupção envolvendo vereadores da cidade. O atentado à casa de Neto ocorreu dois dias após ele ser ouvido na Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Violação de Direitos da Criança e do Adolescente, na Assembleia Legislativa de Goiás (Alego).

 A CPI investiga a suspeita de exploração sexual de meninas das comunidades calungas, descendentes de escravos na região.

Neto diz que está sofrendo ameaças há quase dois anos. Ele diz que, apesar de ter pedido auxílio às autoridades de segurança, ainda não obteve uma resposta.

O prefeito tentará se reunir hoje com o secretário de Segurança Pública, Joaquim Mesquita, para solicitar vigilância pessoal. 

“Não adianta tomar providências só depois do fato consumado, como ocorreu em Matrinchã”, diz Neto, se referindo ao assassinato do prefeito da cidade, Daniel Antônio de Sousa, e da mulher dele, Elizeth Bruno de Bastos. Os dois foram encontrados mortos em casa na manhã do dia 4 de agosto.

Depoimentos

Na última quarta-feira, a CPI da Assembleia realizou três oitivas no Auditório Solon Amaral. Foram ouvidos, reservadamente: a promotora de Justiça de Cavalcante, Úrsula Catarina Fernandes Silva Pinto; o juiz da Comarca de Cavalcante, Lucas Mendonça Lagares, e João Neto.

No dia da audiência, o presidente da CPI, deputado Carlos Antônio, disse que as oitivas foram muito “positivas e precisas”, segundo o site da Alego. Os depoimentos, juntamente com as informações repassadas pelo Tribunal de Justiça e pelo Ministério Público, serão cruzados para se chegar ao relatório final que será assinado pela deputada Isaura Lemos (PCdoB).

Os casos de abuso sexual contra crianças e adolescentes calungas em Cavalcante foram denunciados com exclusividade pelo POPULAR em 4 de abril. Após os relatos das adolescentes, um inquérito foi instaurado pela Polícia Civil.

Documento

Titular da Secretaria de Segurança Pública e Administração Penitenciária, Joaquim Mesquita informou através de sua Assessoria de Comunicação, que o prefeito João Pereira da Silva Neto já foi recebido em seu gabinete pelo menos cinco vezes, a última delas no dia 28 de abril.

Na oportunidade, o prefeito teria sido orientado pelo próprio secretário a formalizar em documento todas as ameaças, além de ter sido colocado à sua disposição o Serviço de Proteção às Testemunhas.

Desde então, conforme a assessoria, Joaquim Mesquita nunca mais foi procurado pelo prefeito de Cavalcante. De acordo com o secretário, um inquérito foi aberto pela Polícia Civil para investigar o atentado.

"Sinto que vou ser morto. Apesar de ser prefeito, sou um ser humano."
João Pereira da Silva Neto, prefeito de Cavalcante

Fonte: O Popular

São Domingos (GO): bandidos tomam carro em assalto e ameaçam as vítimas


A polícia procura por bandidos armados que roubaram um carro, na noite do último domingo (23), em São Domingos, no nordeste goiano.

De acordo com as informações, um homem estava com seu veículo estacionado na praça da rodoviária conversando com uma amiga por volta das 20h30.

No momento em que chegaram três elementos encapuzados e todos portando armas de fogo. 

Os bandidos renderam as vítimas e as colocaram no banco de trás do veículo.

Ainda segundo as informações, os algozes ameaçavam as vítimas o tempo todo; diziam que não deveriam levantar a cabeça, e não olhassem para eles porque que queria apenas uma carona e iriam devolver o carro.

Elas foram deixadas próximo ao trevo de acesso a São Domingos, na BR-020. O carro roubado é um VW Golf branco, ano 2012.

As vítimas informaram a polícia que não sofreram nenhuma agressão física. 

Fonte: Blog Antônio Carlos 

Prefeitura entregará obras de ampliação do Cemitério Santana de Posse (GO) em 50 dias





Por Rose Ane Silveira, 

O prefeito de Posse, José Gouveia, deverá entregar em no máximo 50 dias, as obras de reforma e ampliação do Cemitério Santana, de Posse. 

Esta é uma reivindicação antiga dos moradores da cidade que desde a sua fundação, e posterior criação do Cemitério, não contou com uma reforma condizente com as necessidades do crescimento do município, nem com uma ampliação.

Por meio da compra de uma área ao lado do cemitério, do tamanho de 4.600 metros quadrados, foi possível criar, segundo o prefeito, uma área reservada com duas salas para velório, instalações sanitárias, uma cantina, uma sala de repouso e uma para a administração do campo-santo.

A área atualmente ocupada pelo Cemitério Santana está sendo reformada também, com limpeza total, substituição da iluminação queimada e jardinamento. 

José Gouveia reconhece a necessidade de criação de um novo cemitério para Posse, devido ao crescimento e desenvolvimento da cidade.

“Esta será uma obra indispensável para um futuro próximo, mas temos certeza de que com a expansão do atual Cemitério Municipal, Posse não terá problemas com o sepultamento de seus cidadãos em um prazo entre cinco e 10 anos”.

Gouveia ressaltou ainda que a ampliação também é um alento aos cidadãos possenses. 

“As famílias que não têm dinheiro para usar as instalações de funerárias nem condições de fazer os velórios em casa terão, em breve, um local para velar com carinho e dignidade seus entes queridos, além do conforto necessário para seus familiares”.

Já Publicamos:

Posse(GO): A cidade onde não se pode morrer. Cidadão diz que não há mais espaço para sepultamentos



terça-feira, 25 de agosto de 2015

Sudeste recebe Caminhos da Justiça e encontro começa pela Comarca de Natividade (TO)


A presidência do Tribunal de Justiça do Tocantins (TJTO) iniciou, nesta terça-feira (25/8), um novo ciclo de reuniões com magistrados e servidores, por meio do Caminhos da Justiça. 

Até o fim da semana oito comarcas da região sudeste recebem o projeto (Natividade, Arraias, Dianópolis, Taguatinga, Aurora, Arraias, Paranã e Palmeirópolis). Pela manhã o presidente do TJ, Ronaldo Eurípedes, conversou com a equipe de Natividade e foi recebido pela juíza titular Edssandra Barbosa da Silva.

A magistrada ressaltou a importância da presidência percorrer todas as comarcas do Tocantins. 

“Só quem trilha os caminhos da justiça sabem de suas dificuldades, por isso eu louvo sua iniciativa de conhecer in loco a nossa realidade. Estamos aqui prontos para colaborar e também receber o apoio do Tribunal de Justiça”, afirmou Edssandra Barbosa.

Mais uma vez o presidente chamou atenção para a taxa de congestionamento de processos. 

A Comarca de Natividade possui atualmente 2.242 processos cíveis, 670 criminais e um índice de 76% de processos congestionados. “Não adianta apenas julgar o que entra, temos que paralelamente ir julgando também o estoque”, reforçou. 

Em uma conversa franca e direta o desembargador Ronaldo Eurípedes compartilhou com a Comarca as demandas de melhorias da Justiça. 

“Nós mudamos a forma de trabalhar, Natividade já atua 100% digital, mas não ganhamos em agilidade. 

A sociedade espera muito de nós e precisamos dar um retorno à altura da confiança que é depositada no Judiciário”, afirmou.

O desembargador falou ainda sobre as propostas que já estão sendo desenvolvidas para melhorar os índices do Judiciário tocantinense, como a Contadoria Única, Trabalho Remoto, Juiz Colaborador e Audiências de Custódia. 

Almas será a próxima Comarca a ser visitada nesta terça-feira.

Novo Fórum

Ainda durante a realização do Caminhos da Justiça, o diretor geral do TJ, Francisco Alves Cardoso Filho, apresentou o projeto do novo Fórum da Comarca de Natividade. 

A obra está localizada em área privilegiada, no Setor Ginasial, próxima a demais órgãos do Sistema de Justiça. O prédio será erguido num terreno de 2.400 m² e terá 809,7 m² de área construída, com um Tribunal do Júri para abrigar 76 pessoas. 

“Estamos na fase de habilitação das empresas e após avaliaremos as propostas. Será um Fórum muito bonito e estruturado”, explicou o diretor. A previsão de entrega é em 2016.

Fonte: TJTO

Governo concorda em federalizar quatro rodovias goianas. Entre elas a GO-118


O governador Marconi Perillo concordou com a proposta do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit) em federalizar quatro rodovias goianas — GO-118, GO-241, GO-050 e GO-184. 

A decisão foi tomada pelo governador na tarde de hoje (25), após um encontro com o diretor do Dnit, Adailton Cardoso Dias, e um grupo de prefeitos liderado pela deputada federal Magda Mofatto. 

Marconi consentiu com a proposta e afirmou que o Governo de Goiás preparará o termo de concordância com as solicitações, que deverá ser encaminhado amanhã aos responsáveis diretos.

Conforme explicou Adailton Dias, o governo federal está propondo aos governos estaduais a federalização de rodovias que se interligam aos chamados corredores logísticos nacionais. 

“Existe um padrão de qualidade diferenciado nos nossos corredores logísticos, e o objetivo é uniformizá-lo. Por isso, estamos solicitando a federalização dessas rodovias goianas. Além de oferecer padrão maior de qualidade, as rodovias federais oferecem também mais segurança”, argumentou.

A alegação foi corroborada pelo presidente da Agetop, Jayme Rincón, que também participou da reunião. 

“Para Goiás é muito interessante aumentar o padrão de qualidade dessas rodovias, além de que o custo com manutenção passará a ser de responsabilidade do Dnit”, disse Rincón. 

Marconi reiterou que o Governo de Goiás fará sua parte no processo, cujo primeiro passo é assentir com a solicitação. Em seguida, o documento passa por estudo para depois ser submetido ao DNIT.

A proposta consiste na federalização de quatro rodovias goianas. A GO-118 (com 227 quilômetros de extensão), e a GO-241 (com 17 quilômetros de extensão), passariam a se chamar BR-010/GO. 

Elas abrangem os municípios Planaltina de Goiás, São João D’Aliança, Alto Paraíso, Teresina de Goiás e Cavalcante. 

A GO-050, que possui 156,10 quilômetros de extensão, passaria a ter o nome de BR-060/GO. Ela compreende os municípios de Jataí, Serranópolis e Chapadão do Céu.

A BR-010 e a 060 são radiais; ou seja, rodovias federais que partem de Brasília às extremidades do país. 

De acordo com o diretor do DNIT, são as rodovias prioritárias no processo de federalização. Por último, a GO-184, que tem 148 quilômetros de extensão, passaria a se chamar BR-158/GO. 

Ela abrange as cidades de Jataí, Serranópolis e Aporé. A BR-158 é uma rodovia longitudinal, pois cruza o país no sentido Norte-Sul.

Fonte: O Popular

Família Santos, de Campos Belos (GO) e Arraias (TO), reúne descendentes de Adelino José dos Santos




A família Santos, da região de Campos Belos (GO) e Arraias (TO), fizeram, no último sábado (22), em Brasília, uma grande e histórica festa.

A ideia era reunir os descendentes do pai, avô e patriarca Adelino José dos Santos, no 1º Encontro da Família Santos. 

O evento ocorreu na casa do médico Joviano José dos Santos, irmão do prefeito Santos Ninha, de Campos Belos, e reuniu cerca de 200 pessoas. 

A festa se chamou "Somos Todos Santos" e, como explica Juarez Barbosa Filho, a ideia foi, através do encontro, se confraternizam,para “matar” saudades. 

"Em virtude desse vínculo tão próximo, foi sentido por parte de alguns, o desejo desse relacionamento se tornar mais próximo ainda, aconchegante e alegre, razão pela qual realizamos este primeiro encontro da Família Santos", afirmou Juarez.

A história de Adelino, um baiano de Angical 

Conta a história que Adelino José dos Santos nasceu na cidade de Angical, no oeste do estado da Bahia, em 12 de março de 1882, já final do século XIX. 

Brasil ainda era império!

Era comum naquela época, as famílias baianas atravessarem "os gerais" da Bahia e tentarem a sorte em terras goianas.  

Aos dezessete anos, apoiando uma tia, o jovem Adelino mudo-se para a região de Campos Belos, estado de Goiás. 

Logo logo se apaixonou e se casou, ainda muito jovem, com Tebúrcia da Silva Santos.

Desse relacionamento gerou-se onze filhos. 

Aos 55 anos de idade, já viúvo de Tebúrcia, contraiu novas núpcias, agora em julho de 1937.

A segunda mulher de Adelino era uma jovem da região, natural de Arraias (ainda Goiás), chamada Aurora Pontes Jardim, então com 24 anos de idade. 

Depois do casamento, Aurora passou a adotar o sobrenome Pontes Santos.

Desse segundo casamento, nasceram dez filhos. De outros relacionamentos, nasceram outros três. 

Ao todo, o patriarca Adelino gerou 24 filhos, os quais, em sua maioria, nasceram na cidade de Campos Belos. 

Destes, nove estão vivos, entre eles, a  filha do primeiro casamento, Elza dos Santos Silva,  a "tia Nenzinha", com 102 anos de idade. 

Ainda do 1º casamento ainda está vivo um figura ímpar e muito querida em Campos Belos, já octogenário, Rosolindo José dos Santos, o famoso Tico, ex-proprietário do Bar do Tico, palco de inesquecíveis festas e confraternizações na década de 70 e 80. 

Do segundo casamento estão vivos a filha primogênita, Emerenciana dos Santos, e também a primeira neta de Adelino Santos, a Dinda “Preta”.

Uma árvore genealógica com mais de 300 descendentes  


Segundo os estudos da árvore genealógica, a partir desses filhos, foi formada uma prole constituída de 334 descendentes, entre netos, bisnetos e tataranetos.

O patriarca Adelino, desde jovem, demonstrou ter uma postura empreendedora, tornando-se fazendeiro e comerciante, além de incentivar outras pessoas com vocação empreendedora, apoiando-os financeiramente.

Homem conhecido e respeitado em todo o Nordeste Goiano, Adelino Santos morreu em junho de 1974, aos 92 anos de idade.

Foi sepultado em Campos Belos, ao lado de sua segunda esposa, Aurora, que faleceu depois dele, em fevereiro de 1976, aos 63 anos. 

Embora não tivesse avançado nos estudos, pelas dificuldades existentes na primeira metade do século passado, não perdeu de vista a necessidade dos seus filhos estudarem e de se tornarem profissionais reconhecidos.

Por isso, os enviou para Goiânia, capital do estado de Goiás, e também a Brasília, com o surgimento da nova capital, com o propósito de instruí-los e de deixá-los a melhor das heranças: os estudos.

Os filhos se graduaram em engenharia, medicina, direito e em outras profissões e tomaram o mundo. 

Com a repercussão muito positiva deste encontro e da alegria externada por todos, a promessa agora é que o encontro "Somos Todos Santos" se torne uma rotina anual. 

As fotografias foram gentilmente cedidas pela família.