Banner 1

quinta-feira, 23 de março de 2017

"Recomendo a leitura mais aprofundada de autores que fazem uma leitura crítica do nosso subdesenvolvimento"


"Bom dia, Dinomar, 

Seu trabalho como jornalista é de grande utilidade, informa acontecimentos de uma realidade e região que estava na invisibilidade. 

No entanto gostaria de tecer uma crítica, mesmo considerando sua formação profissional, experiência e títulos observa-se que suas convicções são ancoradas em argumentos rasos, recomendo a leitura mais aprofundada de autores que fazem uma leitura crítica do nosso subdesenvolvimento a partir de uma visão humanista e solidária c o sofrimento do povo que está à margem e que escreveram e tentaram concientizar a respeito do que condicina a nossa América a uma realidade crônica de subdesenvolvimento: Darcy Ribeiro, Anísio Teixeira, Celso Furtado, Caio Prado Junior, Boaventura de Souza Santos, Eugenio Zaffaroni e muitos outros. 

Surpreendente o fato de vc nada ter comentado a respeito da condução coercitiva empreendida contra um blogueiro pelo Sr. Dr. Moro que age como um déspota. 

Aliás também deveria comentar a respeito da política de conteúdo nacional, das implicações econômicas dos desdobramentos da lava jato, da destruição do setor exportador de carne e derivados que vão afetar de maneira consistente a economia já combalida do nordeste goiano. 

Manifesto o meu respeito pelo seu trabalho, mas sinceramente poderia melhorar em conteúdo, pois concordo com a sua visão que a imparcialidade é uma falácia. Abraço." 

Comentário em: 

"Não é suficiente ter um blog" para ser jornalista, diz assessoria de Moro


quarta-feira, 22 de março de 2017

Blogueiro cansado...


Blogueiro cansado...também da política, da corrupção, das ideologias cegas, das incompreensões. Dez anos não são dez dias....

terça-feira, 21 de março de 2017

Promotora e representantes de Alto Paraíso, Campos Belos, Colinas do Sul, Divinópolis, Monte Alegre e São Domingos tomam posse na Academia de Letras e Artes do Nordeste Goiano




“É com muita emoção que assumo hoje a cadeira de n° 22 da Academia de Letras e Artes do Nordeste Goiano, como representante do município de Cavalcante. 

Espero contribuir de maneira efetiva e real no desenvolvimento de projetos inovadores, que irão enriquecer não só a nossa cultura local, onde atuo, bem como toda a nossa região”.

Estas foram algumas das palavras da promotora Úrsula Catarina Fernandes da Silva Pinto, titular da 1ª Promotoria de Justiça de Cavalcante, em seu discurso de posse como membro efetivo da Academia de Letras e Artes do Nordeste Goiano (Alaneg).

A sessão solene aconteceu neste sábado (18/3), no Ginásio de Desportes Nikelson Fulgêncio Taveira, em Monte Alegre de Goiás.

Além da promotora Úrsula Catarina, também foram empossados representantes dos municípios de Alto Paraíso de Goiás, Campos Belos, Colinas do Sul, Divinópolis, Monte Alegre de Goiás e São Domingos.

Prestigiaram a cerimônia representantes dos Poderes Executivo, Legislativo e Judiciário dos municípios.

A indicação é um reconhecimento do trabalho desempenhado pela promotora em prol da comunidade local. Úrsula Catarina é a titular da 1ª Promotoria de Cavalcante há 20 anos, com atuação destacada na defesa dos direitos dos quilombolas.

O projeto Bem Educar Cavalcante, desenvolvido pela promotoria local, foi um dos vencedores do Prêmio do Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP) de 2014. 

A iniciativa, que ficou em 4º lugar na categoria Profissionalização da Gestão, promoveu a aproximação da Promotoria de Justiça com a comunidade calunga do Vão das Almas e os poderes públicos, discutindo as principais reivindicações na área da educação.

“E por que a educação? Percebo a educação como um instrumento de transformação da realidade social, através do empoderamento que o conhecimento confere”, destacou a promotora em seu discurso de posse. 

Como sua patronesse, a promotora elegeu a artista plástica Goiandira Ayres do Couto (in memoriam). 

De acordo com ela, “primeiramente, por ser mulher, e também, por sua arte - a pintura em óleo e, mais tarde, com a areia multicolorida, da linda Serra Dourada-, que encantou não só a histórica cidade de Goiás, nas suas ruas e becos, serras, paisagens e casarões, levando a artista a ser reconhecida internacionalmente”.

Compromisso cultural

Úrsula Catarina foi ainda a escolhida entre os empossandos para proferir o juramento de posse. 

Em sua fala ela, reiterou os compromissos de reconhecimento, valorização e preservação da cultura do Nordeste goiano.

A academia também conferiu, durante a cerimônia, o Certificado e Medalha da Ordem do Mérito e Cidadania Cerratense do Planalto Central João Guimarães Rosa e o Troféu Acadêmico Cora Coralina. 

Entre as homenageadas esteve a juíza de direito de Palmas Célia Regina Régis, natural de Monte Alegre de Goiás. Coube à juíza conferir a posse à promotora Úrsula Catarina.

Apresentações culturais

Em sintonia com a proposta da academia, a cerimônia contou com apresentações artísticas de canto lírico, violino, saxofone e recitação de poesia. Uma bênção ecumênica também foi proferida pelo novo membro da academia, o padre e filósofo Joacir D'Abadia. 

Para a promotora, foi ainda um momento de destaque as palavras da matriarca da comunidade quilombola, Procópia dos Santos Rosa.

A mesa diretiva foi composta por diversas autoridades, entre elas os prefeitos Alex Santa Cruz (Divinópolis), Carlos Eduardo Pereira Terra (Campos Belos), Joaquim Miranda (Teresina de Goiás), Josemar Saraiva (Cavalcante) e Juvenal Fernandes de Almeida (Monte Alegre de Goiás).

Estiveram presentes ainda o diretor da Editora Kelps, de Goiânia, Antônio Almeida; o presidente do Conselho de Patrimônio de Planaltina (DF) Nilvan Vasconcelos; o comandante da Polícia Militar de Campos Belos, major Leandro Ferreira Carvalho; o delegado Regional de Campos Belos, Carlos Eduardo Florentino da Cruz, além da presidente de honra da Alaneg, Vera Pereira Couto; do secretário-geral da academia, Xiko Mendes, o diretor-financeiro, Reinaldo Filho Vilas Boas Bueno, e a presidente da Alaneg, Iêda Vilas Boas. 

Participou ainda da cerimônia o juiz de Campos Belos, Fernando Marney de Carvalho, diversos vereadores, entre eles o presidente da Câmara de Cavalcante, Rui Maciel.

Fonte: MPGO

Polícia Civil deflagra Operação Erva Daninha, em São Domingos (GO)




A Polícia Civil de São Domingos, no nordeste goiano, deflagrou a Operação Erva Daninha, com o objetivo de recuperar produtos receptados.

Em um sitio próximo à cidade de São Domingos os policiais encontraram um caminhão carregado de defensivos agrícolas, além de peças de tratores e pneus.

Os produtos foram roubados em uma fazenda no estado da Bahia.

Segundo as informações, os produtos estão avaliados em mais de R$ 100 mil reais.

O suspeito dos roubos foi preso na semana passada por porte ilegal de arma de fogo, e nesta terça-feira (21) a policia cumpriu mandado de busca e apreensão no sitio do suspeito.

A Operação Erva Daninha foi coordenada pelo delegado Eduardo Soares Carrara.

Fonte: Antônio Carlos

Nove hábitos de pessoas bem-sucedidas


"Não é suficiente ter um blog" para ser jornalista, diz assessoria de Moro


A imprensa procurou a assessoria de imprensa do juiz Sergio Moro sobre as críticas e acusações feitas pelo blogueiro. 

Por meio de nota, a assessoria citou que Guimarães "é um dos alvos de investigação de quebra de sigilo de investigação criminal no âmbito da Operação Lava Jato, ocorrida antes mesmo de buscas e apreensões" e explicou que a ação desta terça-feira se deu para apurar "a conduta de agente público e das pessoas que supostamente teriam divulgado informações sigilosas e que poderiam ter colocado investigações em risco".

Leia a íntegra da nota da Justiça Federal do Paraná:

"O senhor Carlos Eduardo Cairo Guimarães é um dos alvos de investigação de quebra de sigilo de investigação criminal no âmbito da Operação Lava Jato, ocorrida antes mesmo de buscas e apreensões.

Neste contexto, apura-se a conduta de agente público e das pessoas que supostamente teriam divulgado informações sigilosas e que poderiam ter colocado investigações em risco. 

Eduardo Guimarães não foi preso, mas conduzido coercitivamente para prestar declarações e já foi liberado.

Pelas informações disponíveis, o Blog da Cidadania é veículo de propaganda política, ilustrado pela informação em destaque de que o titular seria candidato a vereador pelo PCdoB pela a cidade de São Paulo. 

Juntos aos cadastros disponíveis, como ao TSE, o próprio investigado se autoqualifica como comerciante e não como jornalista.

As diligências foram autorizadas com base em requerimento da autoridade policial e do MPF de que Carlos Eduardo Cairo Guimarães não é jornalista, independentemente da questão do diploma, e que seu blog destina-se apenas a permitir o exercício de sua própria liberdade de expressão e a veicular propaganda político partidária.

Não é necessário diploma para ser jornalista, mas também não é suficiente ter um blog para sê-lo. 

A proteção constitucional ao sigilo de fonte protege apenas quem exerce a profissão de jornalista, com ou sem diploma. 

A investigação, por ora, segue em sigilo, a fim de melhor elucidar os fatos."

Moro determina coercitiva e apreende laptop de blogueiro para descobrir fontes


Como o Judiciário não pode obrigar jornalistas a revelar suas fontes, o juiz Sergio Moro, titular da 13ª Vara Federal de Curitiba, determinou a condução coercitiva do blogueiro Eduardo Guimarães para que ele diga, em depoimento à Polícia Federal, quem passa informações ao seu blog.

Moro também determinou apreensão de quaisquer documentos, laptops, pen drives, e arquivos eletrônicos de blogueiro.

Para garantir, Moro também determinou “a apreensão de quaisquer documentos, mídias, HDs, laptops, pen drives, arquivos eletrônicos de qualquer espécie, arquivos eletrônicos pertencentes aos sistemas e endereços eletrônicos utilizados pelos investigados [sic], agendas manuscritas ou eletrônicas, aparelhos celulares, bem como outras provas encontradas  relacionadas aos crimes de violação de sigilo funcional e obstrução à investigação policial”.

O magistrado quer saber quem contou para Guimarães que o Instituto Lula seria alvo de busca e apreensão e que o ex-presidente Lula seria alvo de condução coercitiva. Na época, o Ministério Público Federal disse que investigaria o “vazamento da informação”.

Nos despachos desta terça-feira (21/3), Moro afirma que Guimarães deve prestar esclarecimentos num inquérito que investiga “violação de sigilo funcional”. 

Este crime só pode ser cometido por quem exerce função com obrigação de sigilo, caso de policiais federais, procuradores da República e juízes, mas não de jornalistas ou editores de blogs.

Eduardo Guimarães é o responsável pelo Blog da Cidadania, publicação conhecida por críticas à operação “lava jato” e defesa dos partidos de esquerda. Crítica recorrente de Guimarães diz respeito ao que vê ser abuso de autoridade do juiz e à espetacularização das investigações pelo Ministério Público Federal no Paraná.

Ameaça

A cobertura que o Blog da Cidadania faz da “lava jato” não agrada Moro. Em fevereiro deste ano, o juiz fez uma representação contra Guimarães na Polícia Federal pelo crime de ameaça. No Twitter, o blogueiro disse que os “delírios de um psicopata investido de um poder discricionário como Sergio Moro vão custar seu cargo, sua vida”.

Guimarães também é autor de uma representação contra Moro, na Corregedoria Nacional de Justiça. 

“Isso torna o magistrado suspeito de julgar qualquer coisa e praticar qualquer ato contra o meu cliente”, afirma o advogado de Eduardo Guimarães, Fernando Hideo Lacerda.

“Foi claramente para que o Eduardo revelasse as fontes dele”, resume Lacerda. 

“É um completo absurdo. Apreenderam celular e computador do Eduardo, instrumentos de trabalho. Foram à casa dele às 6h e o prenderam, sem qualquer intimação prévia, não me esperaram para começar a audiência e ele foi ouvido lá como testemunha. Busca e apreensão de documentos de testemunha?!”

Hideo relata que, na audiência, Moro explicou que Guimarães não tem direito ao sigilo da fonte por não ser jornalista, ser blogueiro. 

Embora, no inciso XIV do artigo 5º, a Constituição diga que "é assegurado a todos o acesso à informação e resguardado o sigilo da fonte, quando necessário ao exercício profissional".

A questão já foi debatida pelo Supremo Tribunal Federal na ADPF 130, quando foi decidido que a Lei de Imprensa, de 1967, não fora recepcionada pela Constituição Federal de 1988 por ser uma barreira à liberdade de expressão.

Naquele julgamento, o Supremo definiu que o sigilo da fonte é "prerrogativa constitucional qualificada como garantia institucional da própria liberdade de expressão", segundo disse o ministro Celso de Mello, em seu voto.

De acordo com Celso, o sigilo da fonte é “garantia que se destina a viabilizar, em favor da coletividade, a ampla pesquisa de fatos ou eventos cuja revelação impõe-se como consequência ditada por razões de estrito interesse público”, conforme explicou na Reclamação 21.504.

Fonte e texto: Conjur

Recebida denúncia contra pai de ministro. Ele também é acusado mandante de assassinato em Taguatinga (TO)


O TJ-AL (Tribunal de Justiça de Alagoas) recebeu por unanimidade, em sessão nesta terça-feira (21), a denúncia por assassinato contra o deputado estadual João Beltrão (PRTB) --pai do ministro do Turismo Marx Beltrão (PMDB). 

Com isso, o deputado se torna réu pela terceira vez e vai responder pela morte do bancário Dimas Holanda, ocorrida no dia 3 abril de 1997.

O bancário foi morto há quase 20 anos com disparos de arma de fogo no conjunto Santo Eduardo, em Maceió. Segundo a denúncia do MP-AL (Ministério Público de Alagoas), o assassinato foi encomendado por ciúmes. Segundo a acusação, o bancário teria assediado uma amante do deputado.

Beltrão já é réu em outros dois processos por homicídio qualificado: pela morte de Pedro Daniel de Oliveira Lins, em 2001, em Taguatinga (TO), e pelo envolvimento no homicídio do cabo José Gonçalves da Silva Filho, em 1996.

"João Beltrão é uma figura repetitiva, sempre aparecendo como mandante. Acredito que seja um caso único no país, um deputado protegido pelo manto parlamentar, acusado de três homicídios qualificados", afirmou o procurador-geral de Justiça, Alfredo Gaspar de Mendonça.

Em 2011, João Beltrão já havia protagonizado uma situação inusitada, ao ter a posse autorizada como deputado estadual mesmo estando com mandado de prisão em aberto por homicídio.

Em novembro de 2016, Beltrão e outros deputados foram condenados por desvio de verbas da Assembleia Legislativa de Alagoas.

Prestes a prescrever

A denúncia contra o deputado foi aceita 14 dias antes da prescrição do prazo processual, que impediria uma punição ao parlamentar. 

Com a denúncia aceita, o prazo agora volta à estaca zero --ou seja, o TJ terá até 20 anos para decidir se o deputado vai ou não a júri popular.

O julgamento concluído nesta terça-feira começou no último dia 14, mas foi suspenso porque, dos 10 desembargadores presentes, quatro se declararam impedidos ou suspeitos de julgar o processo. 

Como o pleno do TJ-AL tem 15 magistrados, seriam necessários ao menos oito para que o julgamento ocorresse.

Após a suspensão, o procurador-geral de Justiça enviou um ofício ao TJ-AL cobrando a análise do caso com urgência para evitar a prescrição, pedindo para isso a suspensão de férias de desembargadores e convocação de juízes substitutos.

O julgamento desta terça-feira foi presidido pela desembargadora Elisabeth Carvalho, que suspendeu suas férias para participar da sessão --já que o presidente da casa, Otávio Praxedes, foi um que se declararam impedidos. 

O relator do processo, João Luiz Azevedo Lessa, defendeu que há provas suficientes para aceitar a denúncia. Ele foi seguido pelos seis desembargadores e pelo juiz convocado.

Defesa vai recorrer
A defesa do deputado informou que vai recorrer a "instâncias superiores". "Vamos aguardar a publicação do acórdão para definir o modo que faremos", disse o advogado José Fragoso.

Ele afirma que o processo se baseou apenas em depoimentos sem credibilidade. "Não há prova alguma contra João Beltrão. Há apenas depoimento de familiares da vítima, que dizem que souberam dessa informação por um delegado. 

E esse delegado diz que não falou isso. A defesa vê essa denúncia como um escândalo. Só existe um conjunto de fofocas", afirmou.

Segundo o defensor, a demora na apreciação do caso se deve "exclusivamente" à Procuradoria-Geral de Justiça, que precisou fazer três denúncias para valer uma. "Essa denúncia aceita foi oferecida no dia 12 de dezembro. Nunca o TJ julgou de forma tão rápida", disse.

Segundo o advogado, "a primeira denúncia contra o deputado ocorreu apenas em 2008, ou seja, 11 anos após o crime".

O advogado ainda criticou a forma como foi feita a nova investigação. "Restavam ainda seis anos [para prescrição], e nesse tempo eles [ouviram] somente familiares da vítima e mais algumas outras pessoas", alegou.

Fonte e texto: Folha de São Paulo

Imagens do dia: o por do sol em Teresina de Goiás




Por João Fernando,

Hoje a tarde, fiz esta foto do espetacular por do sol. 

Todavia o reflexo dos buracos cheios de água tornou a foto ainda mais "atraente".

Trafegar pelas e não cair em nenhum buraco é um "grande milagre" e os prejuízos enormes.

A prefeitura não nada faz, sabendo de sua responsabilidade para amenizar a situação. 

Segundo informações, parece que a cidade vai receber recursos para reforma do asfalto e de outros benefícios. 

Esperamos que não seja mais uma promessa do Governador. 

Com a venda dá CELG, parece que a "companheirada" vai receber alguns benefícios. Vamos esperar.

Menina tem couro cabeludo arrancado em acidente de kart em Anápolis (GO). As imagens são fortes



Uma menina de 11 anos teve o couro cabeludo arrancado durante um acidente com um kart em Anápolis, a 55 km de Goiânia. 

De acordo com o diretor técnico do hospital municipal da cidade, o médico Leonardo Driessen, o cabelo da criança enrolou no veículo e a pele foi puxada. 

Após receber os primeiros socorros na unidade, ela foi transferida para o Hospital de Urgências Governador Otávio Laje (Hugol), em Goiânia, onde está internada em estado grave.

Segundo o médico, a família chegou ao hospital com a criança e teve que retornar até o local do acidente para pegar o couro cabeludo que havia ficado preso no kart. 

Em menos de uma hora a criança foi transferida para a capital, foi submetida a uma cirurgia para implantação do próprio tecido e está em uma Unidade de Terapia Intensiva (UTI). 

“Ela permanece na UTI do Hugol. Serão feitas avaliações diárias para saber como está a viabilidade do tecido implantado na cabeça”, disse.

O acidente aconteceu na tarde de domingo (19) no Kartódromo Internacional de Anápolis, às margens da BR-060. Segundo testemunhas, a família mora em Goiânia e foi até o local para que a menina corresse pela primeira vez em um kart.

Conforme relatos, ela estava de capacete, mas não usava uma touca que prende o cabelo. A suspeita é que, devido a isso, o cabelo dela enrolou nos eixos das rodas durante o acidente.

De acordo com o secretário de Esportes do município, Victor Emanuel, o kartódromo está interditado desde o ano passado  e a família não tinha autorização dos órgãos responsáveis pelo local para utilizar as pistas.

“Tanto o pai, quanto a criança, não tinham qualquer autorização para estarem aqui, nem da Federação de Automobilismo, nem do município de Anápolis”, disse.

A imprensa entrou em contato, por telefone, com a mãe da criança, mas as ligações não foram atendidas até a publicação desta reportagem.

Fonte: O Globo

Corpo de mulher grávida, encontrada carbonizada dentro de carro em Alto Paraíso de Goiás, ainda não foi identificado


O corpo de uma mulher, morta a quase um mês, ainda não foi identificado e pode ser sepultada como indigente. 

Uma mulher grávida, que foi encontrada morta e queimada, dentro de um carro, na GO-118, ainda não foi identificado.  

O corpo, com aparentemente de 6 meses de gestão, foi encontrado na altura do quilômetro 185 da GO 118, no município de Alto Paraíso, região nordeste de Goiás.

As características do corpo são de uma mulher de pele morena clara, cabelos levemente ondulados, estatura mediana, 75 quilos aproximados, com idade entre 25 a 30 anos.

Segundo a Polícia Técnica Cientifica de Formosa, no entorno de Brasília, o corpo estava dentro de um veículo, que havia sido carbonizado anteriormente e abandonado na margem da rodovia, e não apresentava ferimentos. 

Exames toxicológicos estão sendo aguardados para confirmar a causa da morte.

Segundo a coordenadora do 3º NRPTC de Formosa, familiares terão até o dia 27 de março para fazer a identificação e retirada, depois desse prazo o corpo será encaminhado para sepultamento no Cemitério de Alto Paraíso, município onde o corpo foi encontrado.

A secretária da Rede de Proteção Social de Alto Paraíso, Maiuza Leite, está fazendo uma campanha de divulgação, na tentativa de encontrar possíveis parentes e amigos da vitima, e já se prepara para cumprir a determinação do sepultamento, caso seja necessário, como indigente. 

Para maiores esclarecimentos, o telefone do IML de Formosa é 61 – 3631 2034

Com informações de O Vetor

Distrito do Barreirão ganha sinal da operadora Vivo


O Distrito do Barreirão, no município de Campos Belos, ganhou o sinal de mais uma operador de telefonia celular: a Vivo. 

A acordo com a prefeitura de Campos Belos, a gestão buscou junto à operadora Vivo, a instalação da torre retransmissora de sinal de telefonia da empresa no distrito, reivindicação antiga dos moradores da localidade.

Os trabalhos iniciaram na segunda-feira, 13, quando uma equipe da Vivo, com apoio do secretário de infraestrutura, iniciaram a reforma e implantação do sinal de celular da operadora no distrito.

Ainda segundo a prefeitura, a próxima meta da administração do prefeito Eduardo Terra é buscar, juntamente com a empresa, a implantação do sinal de celular no Distrito do Pouso Alto.

Resta agora convencer a Vivo prestar um bom serviço à comunidade. 

Porque se for comparar com aquele que ela oferece aos moradores de Campos Belos, no primeiro dia de funcionamento, a comunidade do Barreirão já estará arrependida. 

Claro, não se pode esquecer de combinar com a Celg. 

Prefeitura de Campos Belos (GO) abre inscrições para a "Taça Cidade de Futsal 2017"


A Prefeitura Municipal de Campos Belos, por intermédio da Secretaria Municipal de Esportes, abriu as inscrições para a Taça Cidade de Futsal 2017. 

As equipes interessadas devem procurar a Secretaria de Esportes até quinta-feira, dia 23, quando se encerram as inscrições, tanto para as equipes masculinas, quanto para as Femininas.

Na próxima sexta-feira, dia 24, acontece o Congresso Técnico da Taça, que será realizado na Prefeitura Municipal de Campos Belos.

Inscrição masculina: R$ 150,00 (equipe)

Inscrição feminina: R$ 100,00 (equipe)

Premiação Masculino e Feminino:

1º Colocado - R$ 1.500,00

2º Colocado - R$ 500,00

Fonte: Prefeitura de de CB

segunda-feira, 20 de março de 2017

Rapaz de Arraias (TO) morre em troca de tiros com a polícia, em Paranã (TO)


Um rapaz, identificado apenas como Leozinho, um arraiano, morreu na tarde deste domingo (19), após uma troca de tiros com a Polícia Militar, na cidade de Paranã, sudeste do Tocantins.

De acordo com uma fonte da Polícia Civil, o rapaz estava preso por tráfico de drogas em Arraias (TO) e depois de solto, passou a morar em Paranã (TO). 

Ainda segundo a fonte, Leozinho estava "tocando o terror" em Paranã, segundo palavras de denunciantes, e neste domingo a Polícia Militar foi acionada para averiguar várias denúncias contra o rapaz. 

Ao chegar no local, por volta das 17h, Leozinho teria fugido e se escondido numa casa, quando iniciou trocas de tiros com a polícia, acabou atingido e morreu no local.   

Complemento da notícia

O suspeito de tráfico de drogas morreu após trocar tiros com a Polícia Militar.

O rapaz que foi identificado por Leonilson Marques Soares, 24 anos, natural de Arraias-TO, foi denunciado à polícia porque estaria em uma residência comercializando entorpecentes e portando ostensivamente uma arma de fogo.

Após a denúncia, uma equipe da Polícia Militar e uma da civil montaram um cerco na residência em que suspeito se encontrava, para efetuar abordagem e busca no local, mas foram recebidos com disparos sendo efetuados por Leonilson Marques.

A Polícia revidou a agressão e na troca de tiros o suspeito foi alvejando. Leonilson foi socorrido e levado para o hospital municipal por equipe de saúde, mas não resistiu aos ferimentos e veio a óbito. Perícia e o Instituto Médico Legal (IML) foram acionados.

Com o suspeito foi encontrado um (01 )revólver calibre .22, marca taurus de  nº 45477, com quatro munições sendo 02 (duas) intactas e 02 (duas) deflagradas, 01 (um) relógio,  01 (uma) corrente e uma quantia de (650,00 ) seiscentos e cinquenta reais em espécie.


No hospital após procedimentos médicos, foi localizado no bolso do suspeito 11 (onze) papelotes de substância análoga a maconha. 

Homem morre esfaqueado em São João da Aliança (GO)


Um homem morreu ao após ser esfaqueado, na cidade de São João da Aliança, nordeste de Goiás. 

De acordo com o sargento da Polícia Militar Elias Alves, Leandro Perin Feck , 25 anos de idade, foi vítima de esfaqueamento na madrugada desta segunda-feira (20).

Era por volta de 01h, quando a PM foi acionada, via 190, para comparecer no pátio do Auto Posto Galícia, centro da cidade.

Segundo a pessoa solicitante, um homem se encontrava esfaqueado dentro de um veículo, estacionado no posto. 

Quando a equipe da Polícia Militar chegou ao local, certificou-se que a vítima já havia sido transportada para o Hospital Municipal, onde morreu.

"Não foi verificado pelos funcionários do Posto de Gasolina, nem tampouco do Restaurante Zero Hora, nenhuma movimentação estranha, o que leva a "suposição" que a vitima já chegou ao local já ferida".

A Polícia Civil investiga o caso. 

Operação carne podre: a culpa é da Polícia Federal


Pela fotografia da página principal do Portal UOL desta segunda-feira (20), em que se mescla publicidade da JBS com a chamada principal de notícias contra a PF, dá para se perceber a pressão da poderosa indústria da carne no Brasil contra a ação do Ministério Público Federal no setor. 

A linha do discurso do governo e da indústria da carne, após o escândalo, era de que os fatos eram isolados. 

Agora o discurso mudou novamente e lança chamas contra o trabalho da Polícia Federal, chamando-a incompetente, ao mesmo tempo em que inundam os jornais e órgãos de imprensa com anúncios publicitários. 

Outro discurso é o de que há uma conspiração mundial, principalmente dos Estados Unidos, para derrubar os produtores brasileiros. 

Os problemas principais do escândalo ninguém quer falar: corrupção, partidos políticos que se tornaram organizações criminosas, negociatas e pouca importância ao consumidor.

O bom disso tudo é que temos a internet e milhões de vozes. 

Acabou-se a farra de uma única fonte de informação. Eles não podem comprar todo mundo.   

domingo, 19 de março de 2017

Para pensar: por que falta água no Brasil?



Lindas: onças são vistas em área de difícil acesso na Serra do Tombador, em Cavalcante/GO


Uma onça-pintada e um puma foram vistos na área da Reserva Natural Serra do Tombador, situada no município de Cavalcante, em Goiás. 

A imagem foi registrada por câmeras instaladas pelos técnicos da Fundação Grupo Boticário de Proteção à Natureza.

No vídeo, o puma surge às 13h e demarca seu território, um hábito comum entre felinos. Por sua vez, a onça aparece às 4h da manhã, farejando possivelmente a marcação de território feita horas atrás pelo puma.

“Mamíferos de grande porte como os observados são indicadores do grau de conservação da área em que se encontram. 

Por se tratar de predadores de topo de cadeia alimentar, sua presença é um bom indício de que o ecossistema está equilibrado, pois além de precisarem de extensos territórios de áreas naturais contínuas para viver, são animais cujos hábitos alimentares dependem de outras espécies”, ressalta Marion Bartolamei, coordenadora de Áreas Protegidas da fundação.

Também conhecido como onça-parda ou suçuarana, o puma não é considerado em risco de extinção pela União Internacional para a Conservação da Natureza e dos Recursos Naturais, mas já foi extinto em grande parte da América do Norte e em algumas localidades das Américas Central e do Sul.

Por sua vez, de acordo com a Lista Vermelha da União Internacional para a Conservação da Natureza e dos Recursos Naturais (IUCN), a onça-pintada é considerada quase ameaçada de extinção em nível mundial.

Essa classificação engloba todos os locais em que a onça pode ser encontrada e significa que existe grande probabilidade de a espécie se tornar ameaçada de extinção em um futuro próximo, também em outros biomas.

Parque

A Reserva Natural Serra do Tombador está localizada no município de Cavalcante, nordeste de Goiás, a 420 km de Brasília e a 20 km do Parque Nacional Chapada dos Veadeiros.

A área foi adquirida pela Fundação Grupo Boticário em 2007 e reconhecida pelo Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) como Reserva Particular do Patrimônio Natural em 2009.

Integra a Reserva da Biosfera do Cerrado Goyaz e é uma das maiores Reservas Particulares do Patrimônio Natural (RPPN) de Cerrado do País. Seus mais de oito mil hectares são compostos por diversificadas formações naturais desse bioma fortemente ameaçado pelo desmatamento e pela conversão de áreas para a agricultura.

A Reserva Natural Serra o Tombador tem como objetivo principal a conservação da biodiversidade do Cerrado.

Fonte: Mais Goiás

Após chuvas, trecho da GO-447, entre Divinópolis e Monte Alegre, fica intransitável


Usuários da rodovia GO-447 estão com dificuldades para transitar pela rodovia devido às chuvas que caíram na região nos últimos dias.

A GO-447 liga Divinópolis de Goiás ao entroncamento da GO-118, acesso a Monte Alegre de Goiás e Campos Belos.

A rodovia está em obras desde 2014.

As obras de pavimentação, uma enrolação do governo Perillo, chegaram a apenas 30% da GO-447. 

Muitos motoristas de caminhões reclamam que os desvios dificultam muito o transporte de cargas e que tem caminhões que não passam em períodos chuvosos.

Além dessas dificuldades, os motoristas enfrentam trechos com atoleiros e muita lama, ocasionando transtorno e muita irritação.

Com informações de Antônio Carlos 

Lula e Dilma reinauguram transposição do São Francisco



O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva discursou, na tarde deste domingo (19), no ato da inauguração popular da transposição na cidade de Monteiro, na Paraíba. 

Com ele estava presente também a presidenta eleita Dilma Rousseff.

Ambos foram agraciados com a medalha Epitácio Pessoa - a mais alta comenda do estado. Antes de subir ao palanque na praça central da cidade, Lula se banhou, junto com Dilma, nas águas do rio São Francisco.

Assista à íntegra do evento 

Caixa 2 é crime e dos graves, diz o jurista Luiz Flávio Gomes



Um domingo forrozando, com Flávio José e Santana



Programa entrega tablets a estudantes Kalungas



A jovem Quitiane Fernandes de Souza, 22 anos, aluna do Colégio Estadual Kalunga II, foi a primeira estudante a receber um dos 200 tablets adquiridos pelo Governo de Goiás,  por meio da Secretaria de Educação, Cultura e Esporte de Goiás (Seduce) para levar ensino técnico profissional aos estudantes kalunga das comunidades de Monte Alegre de Goiás, Cavalcante e Iaciara.

O equipamento foi entregue a ela pela secretária Raquel Teixeira, que representou o governador Marconi Perillo nesta sexta-feira, 17/3, durante lançamento do programa Qualificampo na Fazenda Riachão, no município de Monte Alegre de Goiás. 

Coordenado pela equipe do Núcleo de Organização e Atendimento Educacional (Nuoaed) da Seduce, o programa foi criado com a proposta de levar capacitação profissional a todos os alunos da rede pública estadual que moram na zona rural por meio da modalidade EaD (ensino a distância).

O curso disponibilizado aos estudantes kalunga foi o de técnico em Meio Ambiente, que tem duração de dois anos e carga horária de 1.200 horas e contará com encontros presenciais quinzenais no pólo de apoio instalado no C. E. Kalunga II. 

Além da unidade educacional e suas duas extensões mantidas na região, também receberão os tablets alunos kalunga dos municípios de Cavalcante e Iaciara.

Estudante do 3º ano do Ensino Médio, Quitiane mora em uma comunidade há seis quilômetros da escola onde estuda.

Feliz por receber o tablet novo, ela acredita que o presente vai estimular ainda mais seu interesse pelos estudos, já que não possui notebook nem computador de mesa em casa, e só costuma acessar a internet pelo smartphone.

Oportunidade

No lançamento do programa, a secretária Raquel Teixeira destacou que o curso técnico em Meio Ambiente foi pensado, a pedido do governador Marconi Perillo, levando em conta o arranjo produtivo local e é uma iniciativa que está inserida na proposta do novo Ensino Médio do Ministério da Educação (MEC).

Ela destacou ainda a importância da tecnologia na democratização do acesso ao conhecimento. 

“Dentro deste pequeno equipamento, vocês vão encontrar uma chance maravilhosa que vai contribuir para abrir as portas do mercado de trabalho. Nós estamos dando a vocês o apoio didático e pedagógico e uma oportunidade, mas é o esforço próprio de cada um que vai fazer a diferença nesse curso”.

Antes de fazer a entrega dos tablets aos jovens kalunga, a secretária fez uma visita a dona Procópia dos Santos Rosa, 84 anos, que reside na Fazenda Riachão e é uma quilombola muito conhecida e respeitada. 

Na conversa com a vovó kalunga, Raquel lembrou que, em 1999, quando ocupava também o cargo de secretária de Educação de Goiás, foi preciso muito esforço para convencer o Ministério da Educação (MEC) de que o transporte escolar naquela região só era possível com a compra de burros.

“Foi uma etapa muito difícil de convencimento porque era um pedido totalmente inusitado”.

“E como deputada federal, eu me lembro que a senhora fez muito por nós ao lutar pela criação do Bolsa Escola, que depois virou Salário Escola e até hoje ajuda muitas famílias aqui da região”, acrescentou a merendeira Teodora Fernandes de Castro Moreira, que trabalha em uma das extensões criadas pela Seduce para garantir o acesso das crianças e jovens kalunga à educação pública.

Chefe do Nuoaed, João Batista Peres Júnior explica que para atender as comunidades kalunga, que tem dificuldade de acesso à internet, a Seduce elaborou uma forma de atendimento diferenciado em EaD. 

“Os alunos terão acesso ao material offline, ou seja, os módulos do curso serão atualizados a cada 15 dias durante as aulas presenciais no pólo”. 

Ele explica ainda que outros dois cursos já estão em andamento pelo Qualificampo, que são o de Infraestrutura Escolar e de Lazer, que possuem pólos de apoio em Goiânia, São Miguel do Araguaia, Minaçu, Porangatu, Novo Gama e Uruaçu.

Além da secretária Raquel Teixeira e de João Batista Peres Júnior e sua equipe, diversos alunos e professores kalunga, o lançamento do Qualificampo contou também com as presenças do assessor especial para Inclusão Social Produtiva e Diversidade na Educação Profissional do MEC, Franklin Nascimento, e da coordenadora da Educação no Campo, Indígena e Quilombola da Seduce, Valéria Cavalcante da Silva Souza.

Fazenda Riachão

Para chegar à comunidade kalunga da Fazenda Riachão é necessário deixar a rodovia asfaltada que passa por Monte Alegre de Goiás e se embrenhar em uma estrada de terra que, no princípio, não dá o mínimo sinal de que a viagem será longa e cansativa.

São apenas 82 km a serem percorridos, mas o sobe e desce imposto pelos vales e montanhas, além dos muitos buracos e pedras pontiagudas, fazem a ‘aventura’ durar quase duas horas. 

O ponto positivo é o lindo cenário, onde do nada surgem casinhas de adobe cobertas de folhagens secas, cachoeiras que saltam do alto das montanhas e diversos cursos de água. 

Por causa das barreiras naturais do caminho, o percurso até o Colégio Estadual Kalunga II só consegue ser vencido por veículos com tração nas quatro rodas ou pelas caminhonetes Marruás, que a Seduce adquiriu em setembro do ano passado para transportar merenda escolar, material didático e as equipes pedagógicas que dão suporte às comunidades quilombolas da região de Monte Alegre de Goiás e Cavalcante.

Benefícios

A entrega dos três veículos Marruás e o primeiro encontro de formação de professores quilombolas, realizado em Campos Belos no mês de setembro de 2016, integram uma série de ações desenvolvidas atualmente pelo Governo de Goias, por meio da Seduce, que tem levado diversos benefícios aos estudantes da zona rural do estado, e que compreende as populações quilombolas, indígenas e os demais que residem fora das áreas urbanas.

Na última semana deste mês, a secretária anunciou a realização do segundo encontro de formação de professores, que também será realizado em Campos Belos de Goiás. 

Com essa iniciativa, a Seduce atende um dos pedidos feitos por dona Procópia, que era capacitar cada vez mais os educadores que atuam na educação quilombola.

Fonte: Mais Goiás

Em "caça ao tesouro", novos estudantes conhecem o Câmpus de Arraias





Uma roda de conversa sobre "Turismo e o Patrimônio Cultural e Paisagístico do Tocantins", nesta sexta-feira a partir das 18h, encerrará a Semana de Recepção aos calouros do curso de Turismo Patrimonial e Socioambiental do Câmpus de Arraias. 

Na última quinta-feira (16), atividades de integração movimentaram calouros e veteranos numa espécie de 'caça ao tesouro' que serviu para promover o reconhecimento dos prédios e locais do Câmpus, uma forma de 'tour' lúdico. 

Durante o dia os novos estudantes também conheceram o Centro Histórico de Arraias, guiados pelos veteranos.

A roda de conversa terá a participação da representante do  Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), Cejane Pacini, sob mediação da professora Dr.ª Noeci Carvalho Messias. A atividade será no auditório do Bloco de Apoio Logístico e Acadêmico (Bala), no Câmpus de Arraias.

Durante toda a semana os novos acadêmicos do Curso de Turismo passaram por diversas atividades e até "apadrinhamento" - ação em que os alunos veteranos ficam responsáveis pelo acompanhamento dos calouros, auxiliando-os nas atividades e também orientando e dando suporte quanto às dificuldades encontradas no primeiro semestre do novo acadêmico. 

Na quinta-feira os estudantes também participaram de palestras no Laboratório de Informática sobre os sistemas de Gerenciamento de Projetos (Sigproj) e da Plataforma Lattes.

Fonte: UFT


História: rua 7 de setembro, em São Domingos (GO)

Rua 7 de setembro, São Domingos - GO. Foto: Russel Metras.

sexta-feira, 17 de março de 2017

Mais corrupção e você comendo carne podre




A Polícia Federal descobriu que as empresas JBS, BRF Brasil e Seara, investigadas na operação Carne Fraca, aproveitavam carnes impróprias para consumo para comercialização. 

Uma das empresas usava ácido ascórbico para maquiar os produtos podres.

Foram alvos de mandados de prisão preventiva o gerente de relações institucionais da BRF, Roney Nogueira dos Santos, e o diretor da BRF para o Centro-Oeste, André Baldissera.

A PF também cumpriu mandados de busca na sede do Ministério de Pesca e Agricultura em Brasília. 

Os servidores atuavam para facilitar a produção de alimentos adulterados, emitindo certificados sanitários sem qualquer fiscalização.

Ao todo, foram expedidos 309 mandados judiciais, entre eles, 27 de prisão preventiva, 11 de prisão temporária e 77 de condução coercitiva.

A operação Carne Fraca tem o objetivo de desarticular um grupo liderado por fiscais agropecuários federais e empresários do agronegócio, que apura o envolvimento de fiscais num esquema de liberação de licenças e fiscalização irregular de frigoríficos.

Campos Belos ganha uma biomédica. Veja a entrevista com Juliana Mendes, da Rádio RCB AM



quinta-feira, 16 de março de 2017

Arraias recebe Oficina de Vigilantes Voluntários pelo Meio Ambiente


Nessa terça-feira, 14, a equipe do Departamento de Educação Ambiental do Instituto Natureza do Tocantins (Naturatins) ministrou a Oficina de Vigilantes Voluntários pelo Meio Ambiente, no município de Arraias. 

Cerca de 40 alunos do ensino médio e fundamental da Escola Estadual Zulmira Magalhães, no Distrito Cana Brava, do município de Arraias, participaram do encontro no período matutino.

A diretora da Escola Estadual Zulmira Magalhães, Lívia Andrea Farias Lima, falou da importância da oficina para a comunidade. 

“Este projeto é de suma importância para a comunidade, pois está fazendo com que os nossos alunos sejam multiplicadores da preservação do meio ambiente. 

Nós somos uma escola de zona rural e temos aqui pais de alunos que utilizam de agrotóxicos nas suas plantações, que planta na beira de rio e com esse curso, com essa palestra, nós vamos preparando o futuro dos nossos alunos, porque eles estarão se conscientizando e irão ajudar a família a mudar os costumes antigos”, afirmou.

A presidente do Grêmio Estudantil, Caroline Ramalho Vieira, que está cursando o 2º ano do ensino médio, avaliou as atividades do ponto de vista dos estudantes. 

“A importância desse trabalho é a conscientização e a formação da cabeça de muita gente sobre o cuidado que devemos ter com a natureza, com o meio ambiente. 

E esses fiscais também serão muito importantes para ajudar a não deixar prejudicar o meio ambiente de nossa comunidade, que já está um pouco devastado”, declarou.

De acordo com informações da educadora Ambiental do Naturatins, Maria Alice dos Santos Reis, após a dinâmica de orientação, foram realizadas palestras, mostras de vídeos ambientais na oficina e ainda a entrega da carteirinha de Vigilante Voluntário aos alunos participantes na escola rural. 

No período da tarde a equipe realizou a oficina para mais 60 pessoas com a participação de moradores, produtores rurais e outros alunos interessados. 

A iniciativa conta com apoio de servidores da unidade regional do Naturatins na realização das atividades.

Fonte: Governo

Escola Estadual Agrícola David Aires França promove em Arraias 1ª Caminhada Ecológica


Caminhar é um exercício que não requer gastos, é fácil e contribui para a saúde do corpo e da mente. 

Praticar atividades físicas traz inúmeros benefícios. Segundo pesquisa divulgada pelo Ministério da Saúde, uma caminhada de 10 minutos proporciona diversos ganhos, como melhoria na saúde do coração, funcionamento do cérebro, saúde óssea, respiração, além de reduzir a depressão e produzir a serotonina, neurotransmissor responsável por emitir sensações como sono, humor, apetite, aprendizagem. 

Com o objetivo de promover uma atividade educativa e recreativa que alie os benefícios ao corpo e à mente e desperte a consciência, a Escola Estadual Agrícola David Aires França, em Arraias, desenvolve neste ano o Projeto Caminhada Ecológica. 

A ação visa sensibilizar a comunidade escolar para mudanças de atitudes e conscientizar a todos da necessidade dos recursos naturais, que não são renováveis e com isso incentivar atitudes sustentáveis. 

De acordo com a gestora da escola, Vernonice Pereira da Costa, durante o calendário letivo serão realizadas três ações do projeto. 

A 1ª Caminhada Ecológica acontece nesta quarta-feira, 15. “Os 150 estudantes e 45 servidores serão conduzidos às 7h, da unidade até a entrada de Arraias de ônibus. 

A partir daí, seguirão em trilha até o morro da cidade. Além do lanche, que será servido na chegada dos alunos, por volta das 9h, o geógrafo Valmir Crispim dos Santos fará uma palestra com a equipe sobre a vegetação, clima, hidrografia do município. Já o professor Rodrigo Almeida explanará sobre as tradições, cultura e história de Arraias. 

Ao final a equipe retorna à entrada do município e posteriormente à unidade educacional”. A previsão é que até 10h as atividades sejam finalizadas, explicou a coordenadora pedagógica, Maria Lúcia Barbosa. 

Responsáveis pela ação, a atividade será orientada e acompanhada pelos professores de Educação Física, Margareth Vila Real, e o professor de História, Rodrigo Almeida Aires, que atuará como guia da equipe. 

A Caminhada Ecológica trabalhará a reflexão, aliada ao conhecimento, uma vez que serão abordados assuntos sobre as atitudes das pessoas no dia a dia e o impacto delas no ambiente e na sociedade em que vivem.     

David Aires França A Escola do Campo, localizada na Zona Rural de Arraias, Sudeste do Tocantins, que funciona na modalidade internato, possui estudantes de várias regiões do Estado. 

A unidade oferece aulas para os alunos dos anos finais do ensino fundamental e ensino médio integrado com curso Técnico em Agropecuária. 

Fonte: Governo TO 

É isso...


De Campos Belos(GO): Jornal da TV Anhanguera mostra drama de dona Maria para criar dois netos excepcionais

Assista



Por Jefferson Victor,

O Jornal Anhanguera 1ª edição desta quarta-feira (15), mostrou o drama vivido pela dona Maria Ferreira dos Santos de sessenta, para cuidar de dois netos que dependem de cuidados especiais.

Henrique, 16 anos teve paralisia cerebral e vive em cima de uma cama e depende dela para tudo, já que não movimenta, tem que ser alimentado na cama, usa fraldas e tudo isto tem que ser feito pela dona Maria.

Além disto, Guilherme 15 anos, também depende de cuidados especiais, quase não enxerga, tem dores de cabeça constantemente e depende de tratamento médico especializado não disponível no município de Campos Belos.

Dona Maria é esposa de seu Manoel, ex-guarda do Hospital Municipal, que também depende de cuidados dela, já que é muito doente, vivem de aposentadorias, mas os valores recebidos são insuficientes para custear tais despesas.

Só de medicamento, o seu Manoel consome metade da aposentadoria.

O adolescente Henrique tem um custo de mais de trezentos reais em remédios, e uma quantidade enorme de fraldas, já que utiliza em média cinco unidades diariamente.

Dona Maria até tentou vender cosméticos como meio de aumentar a renda, porém precisava ir de porta em porta para ofertar produtos e muitas vezes as vendas eram parceladas, o que dificultou sua continuidade, já que muita gente deixava de pagar os produtos adquiridos e com isto ela foi bloqueada pela distribuidora.

Muita gente conhece a luta de dona Maria para cuidar destes netos, isto já dura mais de 13 anos quando a sua filha, faleceu e ela teve que assumir o papel de mãe e vó dessas crianças.

O programa “Vamos Ajudar” da Anhanguera, visa ajudar pessoas em dificuldades e normalmente tem bom retorno, mas com o passar do tempo tudo volta ao cotidiano.

Conheço a história da dona Maria há muito tempo, ela é uma guerreira, sempre conversamos sobre seu dia a dia.

Algumas pessoas bondosas ajudam, mas quando depende de serviços de assistencialismo luta com dificuldades, muito é negado, inclusive transporte para que o Henrique faça tratamento em Goiânia.

Dona Maria mora na saída de Arraias, próximo à antiga praça do boi.

Vamos procurar ajudá-la de alguma forma. ela é uma senhora já idosa, não tem como trabalhar fora, os meninos não possuem plano de saúde e ela tem que se desdobrar para manter sua rotina.

Vamos contribuir com alguma coisa, quem sabe com fraldas e medicamentos. Todos podem contribuir com um pouco, isto faz a diferença na vida desta família que luta com tantas dificuldades, vamos ser solidários e amenizar um pouco o sofrimento dessa nossa amiga.

Assista à reportagem