sábado, 21 de julho de 2018

Boas maneiras e educação ambiental



Este saco recheado com lixo, flagrado na primeira foto, descartado em um córrego urbano de Campos Belos (GO) neste sábado (21) é uma péssima notícia.

Por mais que se fala em respeito ao meio ambiente e em proteção das águas e das nascentes, cenas como esta ainda são bastante comuns. 

Há ainda uma forte cultura arraigada de que os cursos d'água são um canal de esgoto prontinho para receber instalações clandestinas, carcaças e restos de bichos mortos e notadamente de lixo urbano. 

É óbvio que é falta de boas maneiras e de educação ambiental. 

E a mudança para este tipo de comportamento é lenta e gradual. É um processo de transformação cultural.  

Para essa mudança de comportamento, há necessidade de participação das escolas, dos meios de comunicação, das famílias e do Poder Público.  

Seduc abre processo seletivo para cadastro reserva de professores e supervisores do Pronatec no Tocantins


A Secretaria de Estado da Educação, Juventude e Esportes (Seduc) abriu processo seletivo simplificado para cadastro reserva de profissionais para atuarem no Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico (Pronatec). 

Estão sendo ofertadas 50 vagas para professor regente presencial nas áreas de: assistente de contabilidade, assistente financeiro, operador de caixa, inglês aplicado a serviços turísticos, balconista de farmácia, frentista, cuidador de idoso, cerimonialista, agricultor orgânico, fruticultor, agricultor agroflorestal, horticultor orgânico, maquiador e recepcionista de eventos. Além dos professores, são ofertadas vagas para supervisor regional bolsista.

A atuação dos professores acontecerá nos municípios de: 

Ananás, Araguatins, Arraias, Babaçulândia, Barrolândia, Carmolândia, Colinas do Tocantins, Cristalândia, Dianópolis, Fortaleza do Tabocão, Guaraí, Gurupi, Mateiros, Miracema do Tocantins, Miranorte, Palmas, Paranã, Paraíso do Tocantins, Pedro Afonso, Ponte Alta do Tocantins, Porto Nacional, Taguatinga, Tocantinópolis e Xambioá.

A inscrição será feita mediante envio da documentação exigida nos editais, via correios, até o dia 27 de julho, com as seguintes informações: número do edital, nome completo do candidato, cargo, município e curso pretendido. 

A documentação deve ser enviada para a Comissão de Seleção do Processo Simplificado para Cadastro Reserva da Secretaria de Estado da Educação, Juventude e Esportes (Seduc), Superintendência de Programas da Educação Profissional – Edifício Jocelino Pinto, 103 Sul, Avenida LO 01, Lote 63 – CEP: 77015-028, Palmas/Tocantins.

Para participar do processo seletivo é necessário que o candidato tenha formação em nível técnico ou superior compatível com a área pretendida; disponibilidade para atuação de acordo com o calendário do curso no município sede, e também ter disponibilidade para participar de reuniões e formações quando solicitado.

Os selecionados para as vagas de professores regentes receberão bolsa-auxílio de acordo com a formação acadêmica, R$ 45,00 hora aula para técnico, R$ 55,00 hora aula para graduados e especialistas, R$ 60,00 hora aula para mestres e R$ 70,00 para doutores. 

Os selecionados para atuarem como supervisores cumprirão 20 horas semanais e receberão uma bolsa no valor de R$ 1.200,00.

A seleção será efetuada pela Comissão Avaliadora e a previsão da pasta é que o resultado do certame seja divulgado no dia 10 de agosto. 

Os editais foram divulgados nesta sexta-feira, 20, de julho, e estão disponíveis na página da Seduc.

Presidente da Amab recepciona municípios goianos que passam a integrar entorno do DF


Uma cerimônia realizada pela Associação dos Municípios adjacentes de Brasília (AMAB) incluiu oficialmente nesta quarta-feira (18/7) 12 novos municípios, dos quais dez são goianos e dois mineiros, por meio de Projeto de Lei à Região Integrada de Desenvolvimento do Distrito Federal (RIDE).

Na ocasião, uma alteração no Estatuto da AMAB foi feita para incluir as novas cidades à região. 

São elas Alto Paraíso, Alvorada do Norte, Barro Alto, Cavalcante, Flores de Goiás, Goianésia, Niquelândia, São João d’Aliança, Simolândia e Vila Propício, de Goiás, e as cidades mineiras de Arinos e Cabeceira Grande.

O presidente da AMAB e prefeito de Águas Lindas de Goiás, Hildo do Candango, também presente, deu boas-vindas aos novos integrantes e destacou a importância do trabalho conjunto em favor dos municípios desta região.

“Todos os municípios que integram a região do Entorno do DF têm características parecidas, são populosos e uma arrecadação pequena frente ao volume de problemas a serem resolvidos, por isto a necessidade de fazer um trabalho conjunto no sentido de conquistar recursos que propiciem o desenvolvimento da qualidade de vida da população. 

Desejo boas-vindas a todos os amigos na certeza que temos muito trabalho pela frente”, discursou Hildo.

A nova lei teve origem em subemenda ao Projeto de Lei Complementar (PLP) 25/15, do deputado Rogério Rosso (PSD-DF), aprovada na Câmara em 2015. 

No Senado, o PLC-Complementar foi aprovado em maio deste ano e teve como principal defensor e articulador o senador Hélio José do Distrito Federal que esteve presente no encontro e destacou a sua luta em prol da região que em sua visão, deve ser investir na RIDE para desafogar a pressão no DF.

“Temos que olhar a Região Metropolitana do DF não como um problema, mas sim com uma solução e para isto devemos encontrar mecanismos que visem à criação de emprego e renda nos próprios municípios, e nossa atuação é neste sentido”, falou o senador.

A RIDE é atualmente composta pelo próprio Distrito Federal e pelos municípios goianos de Abadiânia, Água Fria de Goiás, Águas Lindas, Alexânia, Cabeceiras, Cidade Ocidental, Cocalzinho de Goiás, Corumbá de Goiás, Cristalina, Formosa, Luziânia, Mimoso de Goiás, Novo Gama, Padre Bernardo, Pirenópolis, Planaltina, Santo Antônio do Descoberto, Valparaíso e Vila Boa, além dos municípios mineiros de Unaí e Buritis.

Com a inclusão dos municípios a AMAB amplia a área de abrangência da Ride apresentando uma forte potência socioeconômica com o Distrito Federal.

Fonte: AMAB

Alunos protestam por melhorias em unidades da Casa do Estudante no Tocantins




Alunos de várias partes do país, que participam de um encontro anual entres moradores de casas do estudante, protestam na tarde desta sexta-feira (20), por melhorias nas unidades estado. 

A manifestação é realizada em Palmas.

Os alunos saíram em passeata da Casa do Estudante e seguiram para a Secretaria Estadual de Educação (Seduc). 

Parte deles participa de uma reunião com representantes da educação do estado, do Ministério Público Estadual (MPE) e pró-reitoria da UFT.

Segundo os alunos, as unidades estão em condições precárias. 

Entre as reivindicações estão reformas das unidades, construção de casas dentro da universidade e de restaurantes universitários nos campus onde não há.

Há unidades em Palmas, Araguaína, Gurupi, Porto Nacional, Tocantinópolis, Arraias e Miracema.

A UFT disse que é responsável por casas localizadas nos campus de Porto Nacional, Tocantinópolis e Arraias, mas não disse se alguma medida será tomada.

Fonte: G1

SanRural promove palestras sobre saneamento rural em Campos Belos e Divinópolis de Goiás


O SanRural promoveu palestras sobre os planos de saneamento rural em Campos Belos, na última terça-feira (17) e em Divinópolis de Goiás, na quarta-feira (18).

As palestras foram coordenadas pela equipe da Universidade Federal de Goiás. 

A oficina de apresentação do Projeto SanRural; Plano de Segurança de Saneamento Rural (PSSR) e Noções de Saúde, Noções saneamento e Protocolo da Saúde.

O objetivo é promover conhecimento em saneamento e saúde ambiental em comunidades Rurais e tradicionais, apontando para ações de gestão e tecnologias inovadoras, almejando a sustentabilidade e a promoção de serviços em ações ambientais, ao mesmo tempo fomentando o empoderamento dessas comunidades quanto à promoção e proteção à saúde e ao saneamento ambiental.

Em Campos Belos o evento foi realizado na secretaria de ação social e contou autoridades do município e representantes da comunidade Quilombola.

Em Divinópolis de Goiás o evento foi realizado no clube Recreativo Monjolo e contou com autoridades do município e representantes da comunidade Quilombola.

Nos próximos meses Campos Belos receberá novamente a equipe da UFG para a oficina 2. 

Em Divinópolis a equipe estará no Distrito de Vazante para conhecer as condições de saúde e saneamento na comunidade.

Com informações de Antônio Carlos 

Servidor da prefeitura suspeito de assaltar bancos também é investigado por roubar armas da PM em Paranã (TO)



Um servidor da Prefeitura de Palmas, preso nesta quinta-feira (19) suspeito de comandar uma quadrilha de assalto a bancos, também é investigado por outros crimes. 


Em 2010 Santos foi acusado de invadir o batalhão da Polícia Militar de Paranã, no sul do estado, e para roubar armas de uso restrito.

Segundo o Ministério Público Estadual, o servidor e outros dois homens invadiram o destacamento, renderam um PM que estava de serviço e levaram quatro armas, munição, dois pares de algemas e danificaram o rádio de comunicação do quartel.

Eles teriam então forçado o policial a dirigir até um banco da cidade, rendido os vigias e roubado malotes de dinheiro do cofre. A quantia foi estimada em mais de R$ 130 mil. 

O grupo ainda teria mantido o PM refém na fuga até a cidade de Arraias.

A Delegacia de Investigações Criminais de Palmas (Deic) disse que a quadrilha comandada pelo servidor é responsável por outros crimes no Tocantins, em Goiás e no Piaui. 

O grupo estaria envolvido em uma tentativa de roubo em Aparecida de Goiânia (GO). Na época, quatro criminosos foram mortos em confronto com a polícia.

Em entrevista a TV Anhanguera, o suspeito negou todas as acusações e disse que nunca fez parte de nenhum grupo criminoso.

A prisão foi determinada pela Justiça de Goiás, mas ele foi encontrado em um posto de combustíveis de Palmas. 

O servidor é assistente administrativo da Secretaria Municipal de Saúde há 20 anos e estava lotado no Centro de Controle de Zoonoses.

Em nota, a Prefeitura de Palmas informou que o crime investigado não tem nenhuma relação com as atividades funcionais do servidor. 

Falou ainda que após a conclusão da investigação policial e a manifestação da Justiça, o município tomará as providências administrativas.

Para a polícia, o trabalho na prefeitura era uma fachada para esconder as atividades criminosas do suspeito.

Fonte: G1

quarta-feira, 18 de julho de 2018

Operação reúne entidades e promove fiscalização em bares de Dianópolis (TO)


Na noite de sexta-feira, 13, foi desencadeada no município de Dianópolis, na região sudeste do Tocantins, a Operação Alvará, que fiscalizou bares, verificando condições sanitárias, presença de crianças e adolescentes em situação de risco, perturbação do sossego e buscando por armas e drogas ilícitas.

A operação contou com participação do Ministério Público Estadual (MPE), Polícia Militar, Conselho Tutelar e Prefeitura Municipal, por meio da Secretaria Municipal de Finanças e da Vigilância Sanitária. 

A ação foi concentrada no Setor Bela Vista, local onde ultimamente têm ocorrido diversas mortes relacionadas ao tráfico de drogas.

A maioria dos estabelecimentos fiscalizados foi interditada pelos fiscais da Prefeitura em razão da ausência de documentos, em espacial o alvará de funcionamento, que é requisito legal para esse tipo de atividade comercial. A interdição persistirá até que as pendências sejam sanadas.

A operação foi coordenada pelo Ministério Público, representado pelo Promotor de Justiça Luiz Francisco de Oliveira. 

Ele informou que “o objetivo da Operação Alvará é unir forças para juntos atuarmos de forma efetiva pela legalidade e contra a violência existente em Dianópolis”. 

Ainda de acordo com Luiz Francisco “a Prefeitura deverá ser alvo de uma Recomendação Ministerial para que tenha mais critério no momento de liberar as licenças para os estabelecimentos”.

A operação continuará, sendo estendida a todos os demais bairros de Dianópolis.

Fonte: MPTO

Em Niquelândia (GO), menina de 3 anos morre após ser encontrada com lesões e sinais de estupro em matagal


Uma menina de 3 anos morreu em um hospital poucas horas após ser resgatada pelos bombeiros em um matagal de Niquelândia, região norte de Goiás. 

Segundo a Polícia Civil, a vítima estava seminua, tinha lesões na cabeça e sinais de estupro.

Um adolescente de 15 anos, vizinho dela, foi apreendido suspeito do ato infracional. Em nota, a corporação disse que ele confessou, em depoimento na manhã desta terça-feira (17), ter matado a criança.

Ainda conforme o comunicado, o menor admitiu que matou a garota com golpes na cabeça usando uma pedra de mais de 3 kg. 

Após a pancada, ele admitiu que a violentou, mas negou ter mantido relação sexual com a vítima.

O adolescente contou ainda que pegou a menina na casa dela aproveitando-se de um curto momento em que a mãe dela havia ido a casa da sogra, situada no mesmo lote.

Contra ele, será lavrado Auto de Apreensão em Flagrante pelo ato infracional análogo ao crime de estupro de vulnerável. 

Se condenado, pode cumprir no máximo 3 anos de medida sócioeducativa.

Matagal

Os bombeiros informaram que foram acionados por volta das 19h45 de segunda-feira (16) pela mãe da menina. 

Na ligação, ela alegou que a filha havia sumido e que um vizinho a viu entrando no matagal.

A corporação fez buscas e encontrou a garota ainda com vida. Ela foi levada para o Hospital Municipal de Niquelândia. Porém, não restitui aos ferimentos e morreu por volta de 21h45.

De acordo com informações da ocorrência policial, a criança foi achada de bruços e vestindo apenas uma camiseta branca. 

Ela tinha um corte na orelha e sangramento na cabeça e nas partes íntimas.

A assessoria de imprensa da Polícia Civil informou que a mãe da vítima suspeitou do vizinho porque, ao mesmo tempo que procurava pela filha, a mãe do rapaz fazia o mesmo em relação ao garoto.

Ele apresentava escoriações nos joelhos e nos cotovelos, além de arranhões nas pernas similares aos provocados quando se caminham em regiões de mata.

Fonte: G1

APA Nascentes do Rio Vermelho terá volta ciclística. A rota é Mambaí; Buritinópolis; Alvorada do Norte; Sítio d'Abadia e Damianópolis



Os apaixonados pelo ciclismo terão a oportunidade de participar da 11ª edição da Volta Ciclística APA Nascentes do Rio Vermelho que acontecerá nos dias 28 e 29 de julho em Mambaí, Goiás.

Serão dois dias de pedalada, percorrendo 176 quilômetros, passando por alguns municípios.

O encontro se inicia em Mambaí, na praça da Igreja Matriz, onde os participantes são recepcionados com um café da manhã. Em seguida vão para o pedal.

A rota é Mambaí; Buritinópolis; Alvorada do Norte; Sítio d'Abadia, Damianópolis, retornando para Mambaí. 

Segundo a chefe do Refúgio de Vida Silvestre Veredas do Oeste Baiano - Mambaí/GO, Lauana Costa Nogueira, o ICMBio apoia o evento disponibilizando a brigada e um veículo.

A Área de Proteção Ambiental (APA) das Nascentes do Rio Vermelho foi criada em setembro de 2001, possui uma área de extensão de 176.324,33 hectares.

Localizada no estado de Goiás, abrange os municípios de Buritinópolis, Damianópolis, Mambaí e Posse. O local possui diversas cachoeiras.

Fonte: ICMBio

Posse (GO): Carro sai da pista entre Rodovilândia e Barbosilândia



No último domingo (15), duas equipes do SAMU se deslocaram para atender uma ocorrência de acidente entre os Povoados Rodovilândia e Barbosilândia, no município de Posse, no nordeste goiano, em trecho onde a estrada é de terra.

O condutor do veículo Volkswagen Gol perdeu o controle da direção e acabou saindo da pista.

Foram para o local, a USA (Unidade de Suporte Avançado) e a USB (Unidade de Suporte Básico).

No veículo, além do motorista, havia uma mulher e duas crianças, sendo uma de 4 anos e a outra de 2 anos.

Todos os passageiros foram encaminhados conscientes para o Hospital Municipal de Posse, graças ao atendimento que chegou rápido.

Lembrando que a nova ambulância, que chegou no município ha poucos dias, foi usada nesta ocorrência.

De acordo com o Coordenador do Samu, Genilton Costa, as novas ambulâncias facilitam o trabalho dos socorristas e dão maior agilidade nos atendimentos às ocorrências, dando muito mais chances de resultados positivos nos salvamentos.

Fonte: Prefeitura de Posse

domingo, 15 de julho de 2018

Em Campos Belos, criança com as sidromes de crouzon, pfeiffer e com hidrocefalia precisa de sua ajuda

Imagem ilustrativa: exemplo de criança com síndrome de crouzon 

Imagem ilustrativa: exemplo de bebê com hidrocefalia 




Em Campos Belos (GO), uma criança com três doenças graves,  as síndromes de Crouzon, Pfeiffer e com hidrocefalia, precisa de sua ajuda.

Ela tem apenas três aninhos, mas já tem vencido, a cada dia, grandes batalhas para continuar viva e ter uma certa qualidade de vida.

A pequena Victoria de Menezes precisa muito de colaboração, principalmente em dinheiro. 

A família tem enormes custos para ajudá-la a conviver com essas três doenças. 

A síndrome de Crouzon, também conhecida como disostose crânio-facial, é rara e de origem genética, caracterizada por comprometer o desenvolvimento do esqueleto crânio-facial.

A síndrome de Pfeiffer é uma doença também rara que ocorre quando os ossos que formam a cabeça se unem mais cedo do que o previsto, nas primeiras semanas de gestação, o que leva ao desenvolvimento de deformidades na cabeça e na face. 

Além disso, outra característica dessa síndrome são a união entre os dedinhos das mãos e dos pés do bebê.

Suas causas são genéticas e não há nada que a mãe ou o pai tenham feito durante a gravidez que possam causar essa síndrome mas há estudos que sugerem que quando os pais engravidaram após os 40 anos de idade, as chances dessa doença são maiores.

Já a hidrocefalia é o acúmulo excessivo de líquido cefalorraquidiano dentro do crânio, que leva ao inchaço cerebral.

Segundo a mãe e anjo que cuida da pequena Victoria de Menezes, elas faz tratamento em Brasilia, de alto custo e nem sempre consegue pelo SUS. Os gastos também são com utensílios em geral e deslocamento até brasília onde faz o acompanhamento.

"Dinomar,  ela tem síndrome de Crouzon, Pfeiffer tipo 3, Hidrocefalia, Craniosinostose, respira por traqueostomia, se alimenta por sonda, já fez 13 cirurgias e será preciso fazer mais, pois o tratamento é contínuo", afirma. 

Ela nasceu em Campos Belos. Depois do parto, já saíram com ela para ver se conseguia vaga em algum hospital que tinha UTI.

Ficou um mês em Planaltina (DF), esperando vaga na UTI. Depois, mais sete meses internada em Brasilia.

Passou por mais de 13 cirurgias. É acompanhada em Brasilia por cinco especialistas diferentes e vai ter que fazer mais cirurgias. Hoje se alimenta por sonda gástrica.

"Com os tratamentos, damos duro para que não falte nada. Elá já consegue comer pela boca, mas com o auxílio da sonda. É um avanço.  

Meu esposo está desempregado, temos outro filho de 9 anos. 

Os gastos com viagens, exames, que muitas vezes não se faz pelo SUS, custos com farmácias. São muitas as necessidades. 

Ela está precisando muito de um aspirador portátil. Os gastos são elevadíssimos e não estamos conseguindo mais, por isso precisamos da ajuda de todos", diz a mãe de Victoria. 

Perguntada o que é mais urgente, a mãe diz que é dinheiro.  

"Porque posso pagar os exames que não se faz pelo SUS; gasto com remédios, coisas descartáveis que ela usa, as viagens com os acompanhamentos dela e para a compra de uma aspirador e traqueostomia de inox. 

Só aparelho de aspirar deve ficar uns R$ 500 reais ou mais. Temos ainda que ter valor de reserva ".

Os amigos e amigas de bom coração que puder ajudar esta família, em qualquer valor, todos ficaremos eternamente gratos, principalmente a pequena Victoria de Menezes. 

A família criou uma página de Vaquinha na internet. Até agora arrecadou apenas R$ 55. 

Mano Walter faz um bom show em Campos Belos (GO). Confira como foi, com Luiz Sérgio


O cantor do momento e aniversariante do dia, Mano Walter, esteve em Campos Belos (GO) nesta semana e foi um dos principais nomes da festa. 

Em entrevista ao radialista Luis Sérgio, ele falou do show e um pouco da carreira. 

Disse também que foi bem acolhido na cidade e agradeceu a boa recepção e o carinho de todos. 

Veja parte da entrevista e do show no vídeo acima e confira você mesmo. 

DF, GO e TO têm mais de 500 cavernas, principalmente em Terra Ronca



Goiás e Brasília abrigam mais de 500 cavernas, com pelo menos 100 no território do Distrito Federal. 

As grutas abrigam ambientes paradisíacos, com lagos subterrâneos e vistas pouco conhecidas pela maioria das pessoas. O problema é que muitos desses tesouros naturais são como labirintos, e as chances de acabar perdido não devem ser desconsideradas. 

Neste mês, o mundo acompanhou o drama de 12 crianças e um adulto que ficaram presos por 17 dias em uma caverna da Tailândia. 

A operação de resgate mobilizou especialistas de 10 países e teve a morte de um mergulhador profissional. Para evitar que passeios se tornem tragédias, especialistas indicam uma série de normas de segurança.

No DF, há 35 cavernas cadastradas na Sociedade Brasileira de Espeleologia, mas a expectativa é que o número seja muito maior, com pelo menos 100 apenas na Fercal, região mais rica em calcário na capital federal. 

Em média, as cavernas brasilienses não são tão grandes e profundas como a Tham Luang, no norte da Tailândia. Análise do Grupo Espeleológico da Geologia da Universidade de Brasília (UnB) mostra que as extremidades tem, em média, 500 metros, e não costumam ser labirínticas.

O Grupamento de Busca e Salvamento do Corpo de Bombeiros do DF é o responsável por resgatar quem acaba perdido em cavernas. 

Segundo o capitão Victor Mendonça, é notado que os que mais acabam perdidos são jovens que fazem trilhas sem guias. 

“Nesses casos, trabalhamos com três tipos de socorro: mergulho de resgate, salvamento de altura e buscas que envolvem longas caminhadas. Antes de colocar em prática, fazemos a identificação do local e vamos preparados para as possibilidades de traumas sofridos pelos perdidos”, explica.

O perigo a que os aventureiros são expostos em cavernas não é apenas de acabar perdido. 

Em junho do ano passado, oito bombeiros foram infectados com histoplasmose após participarem de treinamento para o Curso de Tripulante Operacional (Cetop), realizado em uma caverna próxima a Brazlândia. 

A infecção é causada pela inalação de um fungo presente em fezes de morcegos, mamíferos presentes em muitas cavernas. 

Em casos graves, a doença pode comprometer a capacidade do coração de bombear sangue e danificar os pulmões, podendo levar a morte. Todos os militares foram tratados e se recuperaram.

Riqueza em calcário

A região entre Unaí, em Minas Gerais, e o sul do Tocantins, faz parte de um dos maiores sistemas de cavernas do país. 

Com isso, Goiás abriga áreas como o Parque Estadual Terra Ronca (Peter), nos municípios de São Domingos e Guarani de Goiás, com mais de 200 cavernas catalogadas. A região fica a 315km de Brasília e tem entrada restrita a visitantes com guias, que cobram diária que varia de R$ 150 a R$ 200 por grupo de até 10 pessoas.

A segunda região que mais recebe visitantes é a Vila Propício, em Goiás, a 194km da capital federal. São mais de 50 cavernas e grutas que ajudam a mover a economia local, fortemente influenciada pelo turismo. 

O secretário de Turismo, Jaime Augusto da Cruz, conta que, antes de seguir trilha pelas grutas, é importante entrar em contato com o órgão para receber uma lista com detalhes de segurança das cavernas abertas à visitação e quais suprimentos são necessários para a aventura. 

“Temos 12 cavernas favoráveis à visita. Indicamos sempre a presença de guias, com um profissional para cada 10 pessoas”, explica. Segundo o secretário, entre os itens importantes de sobrevivência para as trilhas estão canivete, corda, tela, fósforo, isqueiro e sinalizador.

Em Formosa, a 83km de Brasília, fica o Buraco das Araras e, segundo a Prefeitura do município, a maioria dos turistas são provenientes de Brasília. A caverna tem 327m de diâmetro e 128m de profundidade. 

O local é aberto para visitação, mas é indicada a contratação de empresas privadas que vendem pacotes para garantir o passeio com segurança. 

A entrada deve ser por rapel, de 70 metros, e é necessário adquirir jogo de equipamentos de proteção individual, com cadeirinha, cabo de vida, mosquiteiro, freio e capacete. 

A média do pacote é de R$ 100 por pessoa."Se você não tiver costume de andar por esses ambientes, estará sujeito a lesões vindas de esforços físicos, fadiga, hipotermia, torções e quedas”
Rafael Grudka, do Grupo Espeleológico da Geologia da UnB

Formação de cavernas

No Brasil, o processo dominante na formação de cavernas é feito pelo contato da água da chuva com as rochas calcárias. 

A interação entre a atmosfera e o solo, somado à chuva ácida, faz com que a água percorra pelas fraturas das rochas, causando dissolução, que alarga os condutos das rochas — é o fenômeno que cria as cavernas. 

É um processo lento, que dura anos e não para de ocorrer. Por isso, guias e espeleólogos indicam que nunca seja retirado ou deixado nada dentro das cavernas.

Visite


Fercal (DF)
Proprietários de fazendas onde ficam as cavernas cobram, em média, R$ 10 pela entrada
Distância de Brasília: 34km

Buraco das Araras, Formosa (GO)
Aberto ao público o ano todo
Distância de Brasília: 110kmVila Propício (GO), 12 cavernas
Aberto ao público a depender do clima
Distância de Brasília: 195km

São Domingos e Guarani de Goiás — Parque Estadual de Terra Ronca (GO)
Aberto ao público o ano todo

Distância de Brasília: 315km

Fonte e texto: Correioweb

quinta-feira, 12 de julho de 2018

Ajuda para o time do Campos Belos Esporte Clube. Bingão ocorre no dia 12 de agosto



Ocorre no dia 12 de agosto, o primeiro Bingão da Associação do Campos Belos Esporte Clube, no centro olímpico Padre Magalhães, a partir das 15 h, com diversos prêmios. 

O principal deles vai pagar R$ 10 mil. O valor da cartela é R$ 20 reais a unidade.

A associação cuida do mais antigo time de futebol da cidade, o Campos Belos Esporte Clube. 

O bingão visa arrecadar fundos para cuidar das estruturas e do campo de futebol, que ainda não é gramado.

A associação é sem fins lucrativos e uma das principais atividades é manter um espaço para crianças e adolescentes praticarem o futebol, "retirando-as do mundo do ócio e do vício".

A organização do evento é de Nilsão, presidente do Campos Belos Esporte Clube. 

Monte Alegre (GO): Festa de Nossa Senhora do Rosário ocorre neste mês de julho



A cidade de Monte Alegre de Goiás mês de julho é o melhor lugar para passar as férias. 

Do dia 09 a 22 de julho, grandes eventos de fé e também de confraternização de jovens e famílias, como o Louvor ao Divino Espírito Santo e a Nossa Senhora do Rosário, grande manifestação de fé. 

Também tem os festejos profanos como a mikarê Reinado da Cachaça, festas com som automotivo e serestas. 

As celebrações não religiosas respeitam os horários e programações das festas religiosas e são realizadas em harmonia de horários.

De avião: Mano Walter desembarca em Campos Belos (GO) para show de hoje à noite


Em Itumbiara (GO), homem confunde carro na entrada de motel com o da esposa, coloca fogo e deixa bilhete com telefone


Um homem confundiu um carro estacionado em frente a um motel com o da esposa e colocou fogo, em Itumbiara, no sul de Goiás, de acordo com a Polícia Militar. 


Ele ainda deixou um bilhete com o número de telefone na recepção. 

O responsável pelo incêndio informou que vai pagar os estragos.

Segundo a Polícia Militar, uma mulher estava dentro do motel com um acompanhante na noite de terça-feira (10), quando foi informada pela recepcionista que seu carro, um VW/Voyage, estava pegando fogo. 

A funcionária do motel relatou à corporação que um homem confundiu o veículo que estava do lado de fora com o da sua esposa e, por isso, quebrou o para-brisa e colocou fogo.

Em seguida, foi até a recepção e deixou um bilhete com um número de telefone e fugiu. 

De acordo com o registro da ocorrência feito pela Polícia Civil, antes de ir embora, o homem pediu à funcionária que entregasse o papel para o amante da esposa para que eles resolvessem a situação.

O homem que colocou fogo no carro disse que vai arcar com os prejuízos e que, junto com o advogado, já entrou em contato com a vítima.

Além disso, o homem explicou que estava alcoolizado. 


"Até agora não tenho lembrança disso direito. Se fui eu, eu vou pagar e combinar a melhor maneira", completou.

A mulher que estava no motel informou que o carro pertencia à mãe dela e que não conhece o homem que colocou fogo no carro. 


O caso foi registrado na Polícia Civil. 

O delegado Vinícius Penna confirmou que já investiga o crime, mas ainda não forneceu mais detalhes.

Com informações de O Popular e G1

Artigo: O orvalho na armadilha às escondidas



Por Padre Joacir Soares (Paróquia de Alto Paraíso de Goias),

O desejo de se alimentar com a comida retirada de sua história fez com que um homem conversasse com sua esposa e explicava-lha como seus avós faziam para capturar uma presa. 

O primeiro passo, dizia, era escolher um ponto dentro da floresta onde se percebia nitidamente a movimentação de qualquer tipo de caça. A escolha era como que uma celebração litúrgica, respeitava um rito, sobre o qual não poderia deixar nada de lado. 

Tudo representava sucesso se, no dizer do homem, seguissem uma norma: encontrar um local inusitado que causasse espanto na presa sem que a mesma pudesse dar conta que estava sendo capturada.

Dentro de uma mata foi encontrado um lugar pisado por animais. Perfeito para colocar alimento aos animais que ali estavam, vez por outra, comendo frutos das árvores. Escolheu pôr sal e milho. 

Sendo que o animal que ali apareceu comeu todo o milho e o sal, deixando o lugar todo pisoteado deixando o homem muito contente ao descobrir que era um veado que estava comendo na sua ceva.

Depois de vários meses engordando o cervo eis que chegou a hora de fazer-lhe uma armadilha. Isso foi o que pensou o homem camponês. Ele era muito feliz no seu casamento. 

Tinha uma esposa que por sinal, era muito inteligente. Ela, ora por outra, ralhava com seu esposo, visto que era muito soberbo e fazia as coisas sem pensar. Pagava caro por isso, mas nunca aprendia e às vezes levava-a a acreditar em seu orgulho. Agia sem antes medir as consequências.

Pela manhã saiu na preparação de uma armadilha. Era um dia de pouco sol que se alternava com fina chuva. O orvalho ainda estava no capim. O sol parecia muito fraco.

Nesse ínterim, foi às alturas de um pau que se chama tamboril. Naquelas alturas conseguiu enxergar do o outro lado de uma grota, onde ficava uma enorme pedra, seu trabalho tendo êxito. Era um veado gordo que tinha caído no seu laço quando pulava de um lado da grota para o outro.

Na travessia do veado se tinham duas pedras formando entre ambas um corredor. Esse cabia não mais que um veado. Era estreito. Em sua volta as árvores cresciam formando sombra. Isso facilitou a captura do silvestre.

Tendo em vista uma única passagem até um local onde se colocava sal, foi estendida uma corda marrom em forma de laço. O silvestre para comer sal, todos os dias, tinha que pular a grota. Nesse dia sua sorte foi esvaída. Pois caiu preso no laço.

Vendo sua presa aos pulos por todo quanto é lugar o homem tangeu-o até uma moita de cipó para melhor o submeter. Então, preso, teve sua última proeza: dar um coice certeiro na perna daquele homem. Mas logo agarrado por seus chifres foi dominado.

Com um facão em punhos grita o homem para sua esposa: “jogue o feijão fora porque o veado está no laço!”.

Ao escutar as palavras, a dona de casa correspondeu, docemente. Atirou todo o seu sustento no monturo e seguiu correndo em busca do fresco alimento histórico familiar.

Poucos passos depois escutou outros gritos sem ternura, sem sucesso, dissuadido, sem alento: “cate o feijão de novo porque o veado foi embora”. Ele havia errado o golpe, sendo certeiro na corda deixando sua presa sair aos pulos para dentro do mato libando com a amabilidade da existência.

Ofegosa chegou sua dona com bacia na esperança de botar toda a comida. Ela encontrou um descampado com cipós retorcidos… Do lado oposto viu que alguém estava sentado olhando para o pé de tamboril. Nos seus olhos brilhava expectativa, todavia ao desvendar a verdade ficou apoquentada. Não tinha ouvido os gritos para catar o alimento! Então percebeu o valor da escrita do duende Haw de Spencer Johson:

“Quanto mais importante / seu Queijo é para você menos / você deseja abrir mão dele” (“Quem mexeu no meu Queijo?”).

Ela disse: _ “a ignorância é inimiga da pressa. Ela sempre chega antes que qualquer projeto… Não se limita em permanecer na ganância. Quer além de si mesmo; quer a si mesmo a realidade”.

Dizendo isso ouviu: _ “é melhor contar com a única vaca que si tem do que confiar na boiada do vizinho!”.

Era um verdadeiro desalento de ambas as partes ter que catar o feijão sem a concretude histórica familiar. Pensavam!

“Será que meu desejo incessante de me alimentar com o sustento retirado de minha história familiar me fez falhar no processo da execução?” _ indagava a si mesmo o homem.

Contudo, se persuadia de que seguiu corretamente os passos para o sucesso. Com isso sua culpabilidade era esvaída. Estava cônscio e determinado em continuar na convicção do “fiz correto” conseguindo, portanto, convencer sua esposa ao recordar: “lembra quando conversamos?”.”Lembro”, disse ela, a qual tomando o comando da fala retrucou com sua sabedoria refinada através do silencio, da observação minuciosa e principalmente de sua afabilidade em tratar seus sentimentos de derrotas como se fossem oportunidades novas de se escolher caminhos inexplorados:

“O primeiro passo, como me ensinaste, era escolher um ponto”. Enquanto a dona falava o homem ficava pensando no que ouvira, porém dentro de si tinha uma voz que completava ao que sua esposa intentava. A voz dizia: “Eu escolhi um ponto dentro da floresta onde eu percebi a movimentação de algum tipo de caça”.

Ao se darem conta eles estavam diante de um ponto de vista da mulher e do homem. Eram, pois: dois pontos. Suas escolhas mesmo que se parecessem festivas, não respeitaram o rito. 

Não foram capazes de superarem os dois pontos. O sucesso foi vencido pela norma. O local passou a ser apenas um ponto. 

A presa solta mostrava mais um ponto: o excepcional pode abrolhar assombro, muito mais por saber que pode ter orvalho na armadilha, mesmo que ela esteja escondida. Assim, se tinham três pontos, uma reticência para a vida…

Mais de quatro mil alunos do Tocantins estudam em escolas da Polícia Militar


No Tocantins, mais de 4 mil e 400 alunos estudam em escolas administradas pela Polícia Militar. Seis estão em funcionamento e a meta do governo é instalar mais quatro no estado.

Para a Secretária de Educação, Juventude e Esporte, Adriana Aguiar, a implantação das escolas, no Tocantins, é uma conquista da sociedade.

Os colégios militares estão em Palmas, com duas unidades, Araguatins, Araguaína, Arraias e Paraíso do Tocantins. 

O governo vai implantar outras unidades em Colinas, Porto Nacional, Guaraí e Gurupi.

Começou a Pecuária de Campos Belos. Hoje tem Mano Walter




A cantor sensação do momento Mano Walter é quem vai abrir hoje (12) a XXV Exposição Agropecuária de Campos Belos, no nordeste de Goiás.

A festa, que completa 25 anos neste ano, vai ocorrer entre 11 e 15 de julho, no Parque de Exposição da cidade.

A organização é do Sindicato Rural de Campos Belos.

Além dele, a diva do sertanejo, Naiara Azevedo, estará no palco em Campos Belos manhã (13). 


A festa traz ainda Zé Ricardo e Thiago (14) e Cíntia Moares (15).

Mano Walter foi um dos principais nomes deste ano no maior São João do Mundo, o São João de Campina Grande (PB).

Ele duelou na oportunidade com Santana, outro gigante do forró, que estiveram juntos no palco Pinto do Acordeon, da Arena de Shows do Parque do Povo, na noite de abertura do Maior São João do Mundo, no último dia 08 de junho.

Agende aí... É só uma vez por ano. 


Mulheres dando exemplo. Quinze voluntários se apresentam no primeiro dia de recrutamento de brigada contra incêndio



No primeiro dia de ação de cadastro de voluntários, o Corpo de Bombeiros de Goiás recebeu quinze pessoas, a maioria delas mulheres, para compor a brigada contra incêndios do município de Campos Belos, na operação chamada de Cerrado Vivo. 

Os voluntários depois receberão treinamento dos militares e serão os primeiros a atuarem no combate a incêndios. 

O município de Campos Belos ainda não tem uma unidade do Corpo de Bombeiros e a formação da brigada com voluntários é essencial. 

No ano passado, no grande incêndio que atacou a Chapada dos Veadeiros, centenas de voluntários, do Brasil inteiro, se apresentaram e ajudaram a frear um dos piores desastre ambientais já sofrido na região.

quarta-feira, 11 de julho de 2018

Projeto "Vamos Ler da Praça"



A Secretaria de Educação e Ação Social de Campos Belos vai realizar, a partir desta quarta-feira (11), o projeto "Vamos ler na praça". 

A ideia é estimular a prática da leitura na infância. O projeto vai levar livros e estimular leitura nos dias 11, 12 e 13 de julho, na Praça da Matriz, entre 9h e 17h. 

Justiça do Trabalho de Palmas realiza leilão

Imagem ilustrativa
A Justiça do Trabalho de Palmas em conjunto com o leiloeiro oficial Danyllo Maia, realizam leilão presencial e eletrônico no dia 19 de julho de 2018, a partir das 11:30 horas, na Justiça do Trabalho e pelo sitewww.dmleiloesjudiciais.com.br.

No evento, será leiloada fazenda com 119 hectares localizada em Palmas.

Interessados podem obter informações mais detalhadas pelo site www.dmleiloesjudiciais.com.br ou então pelo 0800-707-9272.

MPE recomenda que Carlesse se abstenha de retomar concurso da PM por suspeita de fraudes no certame


Nesta segunda-feira, 9, o Ministério Público Estadual (MPE) recomendou ao governador Mauro Carlesse que ele se abstenha de retomar o concurso da Polícia Militar (PM) em razão das suspeitas de fraude no certame. 

Atualmente o concurso está suspenso por decisão do Tribunal de Justiça devido à Eleição Suplementar.

O MPE também explicou que o Estado tem até 10 dias para informar se irá acatar recomendação e dizer quais providências serão adotadas. 

As irregularidades estão sendo investigadas pelo promotor de Justiça Adriano Neves, da 28ª Promotoria de Justiça de Palmas.

Neves relatou que inúmeras denúncias foram registradas e apontando irregularidades ocorridas em diversos locais de provas. 

São exemplos os envelopes violados, os aparelhos celulares apreendidos que continham as respostas das provas antes do término de sua aplicação. "As suspeitas de fraude podem vir a resultar na anulação do concurso", diz o MPE.

Na recomendação, o promotor ressalta que existem investigações policiais em curso, ocorrendo na Capital, Arraias e Araguaína. 

De acordo com o MPE, em Araguaína a apuração resultou na deflagração da Operação Ateleia, ocorrida no dia 21 de junho que obteve a prisão de 14 pessoas suspeitas de fraudar provas no Tocantins, Maranhão e Piauí.

“Se depender do apurado nas investigações em curso, o referido certame deverá ser anulado, seja por via administrativa ou judicial”, acrescentou o promotor na recomendação ao governador Mauro Carlesse.

Fonte: MPTO

Após ficar preso em Paranã (TO), Jobson começa a treinar no Brasiliense: "Começou a volta por cima"


Reforço do Brasiliense para a Série D do Campeonato Brasileiro, o atacante Jobson começou a treinar no clube nesta segunda-feira. 

Em liberdade desde abril de 2018, após cumprir prisão preventiva na cadeia de Paranã (TO), suspeito de estuprar quatro adolescentes de Conceição do Araguaia, no sudeste do Pará, ele responde em liberdade. 

O jogador publicou fotos e vídeos no CT da equipe e mandou um recado.

"Começou a volta por cima e o foco também”, escreveu Jobson em uma das postagens no Instagram.

Em outra foto, o atacante aparece com o filho no vestiário do clube. 

Já o vídeo publicado no perfil mostra Jobson ao lado do volante Radamés, ex-namorado da atriz e rainha de bateria Vivianne Araújo, enquanto faziam exercícios em uma bicicleta.

Jobson estava suspenso do futebol pela Fifa desde 2015. A punição terminou em 31 de março deste ano. 

O atacante havia sido acusado pelo Al-Ittihad, da Arábia Saudita, de se recusar a fazer exame antidoping. 

Na época, ele teve de deixar o Botafogo nas semifinais do Campeonato Estadual do Rio.

Fonte: Extra

No centenário de Nelson Mandela, editora Planeta lança nova edição de ‘Mandela, meu prisioneiro, meu amigo’


No ano em que Nelson Mandela completaria 100 anos, a Editora Planeta lança a nova edição – revista e ampliada – do livro Mandela: meu prisioneiro, meu amigo. 

Escrita pela jornalista Barbara Jones, a obra retrata a improvável amizade entre o jovem carcereiro de 19 anos Christo Brand com o preso político de 60 anos, que se transformaria no primeiro líder negro da África do Sul.

Pertencentes a mundos opostos, seus destinos se cruzaram quando Christo, então recruta do serviço carcerário da África, foi enviado para trabalhar na Ilha Robben, na Cidade do Cabo, no presídio de segurança máxima onde ficavam desde terroristas mais perigosos até líderes políticos anti-apartheid.


Mandela, o prisioneiro 466/64, era o principal nome neste segundo grupo. Filho negro de um chefe tribal e criado em uma aldeia, estudou Direito e praticou a advocacia para dedicar-se à luta contra o sistema racial que perseguia os negros e afirmava a superioridade dos brancos. 

O jovem carcereiro e o veterano lutador pela liberdade – então com 60 anos – tinham tudo para uma convivência lastreada no ódio, mas, em vez disso, desenvolveram uma amizade extraordinária.


Em Mandela – Meu prisioneiro, meu amigo, Christo Brand conta a história real deste relacionamento improvável. 

E, ao rememorar gestos, sorrisos e pequenos atos de solidariedade, compartilha com os leitores tudo o que de mais comovente testemunhou em seus anos ao lado de Nelson Mandela, homem cuja vida foi dedicada à liberdade de seu povo.


304 páginas | R$ 49,90


SOBRE OS AUTORES

Christo Brand é um ex-guarda prisional sul-africano. Foi um dos responsáveis pela vigilância de Nelson Mandela na Ilha Robben quando o porta-voz do movimento contra o apartheid foi detido, em 1978. 

Acompanhou Mandela em sua transferência de prisão e desenvolveu, ao longo de muitos anos, uma grande amizade com o líder africano.


Barbara Jones é a correspondente na África para o jornal britânico Mail on Sunday e viaja por todo o continente para cobrir notícias. 

Quando o jornal a enviou para a África do Sul, no ano de 2000, uma de suas primeiras experiências foi conhecer Nelson Mandela, em uma visita à antiga prisão da Ilha Robben.

Workshop em Brasília ensina como tornar a concorrência irrelevante em um empreendimento



Um dos principais obstáculos de um negócio é a concorrência. Lidar com as ofertas diferenciadas que o concorrente oferece ao cliente é, por vezes, desafiador para o empresário. 


 Pensando nisso, a Empresário de Férias, em parceria com o Escritórios Brasília, realiza durante o mês de julho uma série de workshops com profissionais de excelência do mercado brasiliense. 

O próximo encontro está marcado para esta quinta-feira (12), às 18h, no Escritórios Brasília, na Asa Sul.

Com o tema “Como tornar sua concorrência irrelevante”, o debate será conduzido pela master coach e especialista em gestão empresarial, Débora Sá, que apresentará a metodologia que surgiu do estudo de 150 movimentos estratégicos, abrangendo mais de 100 anos e 30 setores.

E também  trabalhando por meio de dinâmicas a diferença entre os movimentos de competição de mercado e os de criação de mercado, de forma que ao final do workshop o participante já consiga aplicar a estratégia do Oceano Azul em sua empresa. 

“Acreditamos que este workshop, os anteriores e o último encontro da série são uma oportunidade para quem deseja crescer como líder, encontrar domínio na gestão e tornar o empreendimento independente, capaz de funcionar de maneira autogerenciável”, afirma Fernanda Machado, responsável pelos eventos.

O último workshop da série está previsto para o dia 19 de julho e será ministrado pela presidente da Empresários de Férias, a master coach Fernanda Machado. 

Ela participará do painel “Alcançando a excelência em vendas”, apresentando a metodologia de vendas SPIN Selling, que foi estudada durante mais de 15 anos, em 23 países, acompanhando 35 mil visitas de vendas. 

O método ensina um padrão de perguntas que os vendedores usam para desvendar e desenvolver as necessidades do cliente. O encontro acontecerá às 18h, no Escritórios Brasília, na Asa Sul.

Os interessados em participar dos workshops da série, podem se inscrever por meio do link: https://www.sympla.com.br/como-tornar-sua-concorrencia-irrelevante__310876

A taxa de inscrição de cada workshop é de R$ 70.

Sobre a Empresário de Férias – Empresa especializada em coaching empresarial, que presta consultoria a empresários que desejam tornar o negócio independente e autogerenciável, aumentar os lucros da empresa e diminuir os custos. 

A promessa é com o bem-estar do empreendedor. “Ganhar dinheiro é bom se vier acompanhado de tempo para desfrutá-lo. Uma saúde mental em dia influencia na gestão e liderança de uma empresa”, acredita Fernanda.

Minicurrículo das palestrantes:


DÉBORA SÁ

Débora Sá é Master Coach da Empresário de Férias, graduada em Marketing, pós-graduada em Gestão empresarial e em Gestão de Pessoas, formação em Hipnose Ericksoniana.

FERNANDA MACHADO

Fernanda é Master Coach, especializada em Business Coaching. É mentora empresarial e conselheira consultiva, atuando na parte estratégica em empresas de diferentes ramos, como supermercados, restaurantes, escritórios de advocacia e soluções sustentáveis. 

É sócia-fundadora da Empresário de Férias. Possui formação nas áreas de Análise Comportamental, Programação Neurolinguística, Hipnose Clássica e Ericksoniana, além de cursos nas áreas de Gestão Empresarial, Liderança ao Extremo e Gestão Comportamental.


Serviço

WORKSHOP ENSINA COMO PRODUZIR MAIS EM MENOS TEMPO

Data: 12/07 e 19/07

Horário: sempre às 18h

Local: Escritórios Brasília - Ed. Assis Chateaubriand, Sala 717, Asa Sul

Site para inscrição: https://www.sympla.com.br/como-tornar-sua-concorrencia-irrelevante__310876

Equipe de prevenção e combate a incêndios realiza última ação em Paranã (TO)


O município de Paranã é o último a receber as equipes, nesta sexta-feira, 13, que realizam em campo as ações de prevenção e combate contra as queimadas. A iniciativa é do Governo do Tocantins, por meio do Comitê Estadual do Fogo e conta com a participação de 26 órgãos.

Durante o projeto foram visitados seis municípios, além de Palmas: Ponte Alta do Tocantins, Rio Sono, Mateiros, Lagoa da Confusão, Formoso do Araguaia e Pium. 

A penúltima rota foi traçada na cidade de Mateiros, na segunda-feira, 9, abrangendo a região do Jalapão. 

Os técnicos percorreram a zona rural para sensibilizar os produtores rurais em relação ao uso do fogo e os impactos negativos que a queima descontrolada em suas propriedades pode gerar para o meio ambiente e para a saúde humana.

O secretário do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Semarh), Leonardo Cintra, ressaltou que o planejamento é para reforçar e atender o Decreto Nº 5.823, de 28 de maio de 2018, que declarou risco de desastre ambiental resultante de incêndios na cobertura vegetal no Tocantins. 

“Estamos no período seco e mais uma vez vamos enfrentar as queimadas. É importante a população entender o perigo do uso do fogo com a mata seca e a baixa umidade”, alertou o secretário.

A líder comunitária quilombola, Noeme Ribeiro da Silva, mais conhecida por “doutora”, que acompanhou os trabalhos da equipe na comunidade do Mumbuca, falou que a população local acredita que as ações podem contribuir para a preservação do capim dourado. 

“Quando o fogo devora o cerrado não é bom para a comunidade, pois o capim dourado é nossa fonte de renda e com isso não temos colheita, além de perdermos também o buriti e o pequi”, lamenta.

Além do trabalho em campo e da ação publicitária que visam difundir informações a respeito do controle e prevenção de queimadas, o Governo do Tocantins, por meio da Semarh, pretende contratar brigadistas para reforço ao combate de focos de incêndios entre agosto e outubro deste ano.

Participantes

Os órgãos envolvidos em campo nas ações de combate a queimadas e incêndios florestais são: Secretaria de Estado do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Semarh); Coordenadoria Estadual da Defesa Civil; 

Secretaria de Estado da Cidadania e Justiça (Seciju); Instituto de Desenvolvimento Rural do Tocantins (Ruraltins); Instituto Natureza do Tocantins (Naturatins); Agência Tocantinense de Transporte e Obras (Ageto); Secretaria de Estado da Saúde (SES); Secretaria de Estado da Educação, Juventude e Esportes (Seduc); Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama); 

Fundação Nacional do Índio (Funai); Exército Brasileiro; Secretaria de Estado do Desenvolvimento da Agricultura e Pecuária (Seagro); Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra); Polícia Ambiental; Defesa Civil Municipal de Palmas; Guarda Metropolitana; Corpo de Bombeiros; Ministério Público Estadual; Instituto de Terras do Tocantins (Itertins); 

Federação da Agricultura e Pecuária do Tocantins (Faet); Centro de Monitoramento Ambiental e Manejo do Fogo (Cemaf); Comitê Estadual de Combate a Incêndio Florestal e Controle de Queimadas no Estado do Tocantins (Comitê do Fogo); 

Fundação Municipal de Meio Ambiente de Palmas; Agência de Defesa Agropecuária do Estado do Tocantins (Adapec); Departamento Nacional de Infraestrutura de Transporte; e Associação Tocantinense de Municípios (ATM).

terça-feira, 10 de julho de 2018

Importante: Bombeiros apagam incêndio em Campos Belos (GO). Militares estão recrutando voluntários para brigada contra incêndio que será criada na cidade




Como temos afirmado há mais de três anos, a implantação de uma unidade do Corpo de Bombeiros em Campos Belos (GO) é urgente, essencial e de extrema importância, não apenas para a cidade, como também para toda a região do Nordeste de Goiás e Sudeste do Tocantins. 

Nesta terça-feira (19), por exemplo, um incêndio voltou a assustar os moradores da comunidade.

Era por volta de meio-dia, quando um cabo do Corpo de Bombeiros de Posse (GO), em serviço temporário em Campos Belos, avistou um foco de incêndio no morro do setor Vila Baiana e partiu para o combate.

Com a ajuda de populares, a guarnição do Corpo de Bombeiros conseguiu debelar as chamas e evitou o que seria um grande incêndio que poderia consumir a vegetação por dias. 

Voluntários 

O cabo Palmeira, comandante guarnição, é integrante da Companhia Independente do Corpo de Bombeiros de Posse (GO) e está em Campos Belos para implantar o projeto “Operação Cerrado Vivo", uma parceria entre o Corpo de Bombeiros e a Prefeitura Municipal de Campos Belos.

Os dois órgãos públicos estão montando uma brigada de incêndios dentro do município.

Segundo o militar, a criação da brigada só é possível com apoio da população e que a partir desta quarta-feira (11), na Praça da Matriz, será iniciado o recrutamento de voluntários para montar a equipe onde receberão um curso por especialistas do Corpo de Bombeiros.

Assim, você que deseja ser um volutuário da brigada contra incêndios do município de Campos Belos, basta ir ao local, se inscrever e, se recrutado, receberá treinamentos e ajudará a combater incêndios em vegetações e em edificações das áreas urbana e rural.