Banner 1

domingo, 24 de maio de 2015

Ação exige que Estado pague piso nacional do magistério a todos professores a partir do mês de janeiro



O Ministério Público de Goiás está exigindo na Justiça que o Estado de Goiás seja obrigado, em caráter liminar, a aplicar o piso salarial nacional do magistério a todos os professores do quadro permanente da educação básica da rede estadual de ensino, retroativo ao mês de janeiro. 

A ação civil pública foi proposta hoje (22/5) à tarde e é assinada pelo promotor Marcus Antônio Ferreira Alves, da 53ª Promotoria de Justiça de Goiânia, e pela coordenadora do Centro de Apoio Operacional da Educação do MP-GO, Simone Disconsi de Sá Campos.

Conforme esclarecido na ação, inquérito civil público instaurado pela 53ª Promotoria de Justiça apurou que o Estado de Goiás, desde 2013, tem se recusado a aplicar o reajuste da porcentagem do piso nacional do magistério a partir do mês de janeiro para todos os profissionais da rede estadual de educação. 

Isso ocorreu porque, em 2013, a concessão do reajuste salarial de 7,97% foi definida no mês de maio. Assim, para a correção do atraso, a Lei nº 11.738/2008 trouxe a aplicação retroativa a 1º de janeiro daquele ano. No entanto, somente os professores titulares dos cargos professores P-I e P-II foram considerados, sendo excluídos os titulares dos cargos professor P-III e P-IV.

De acordo com os promotores, esta diferenciação fere o princípio da isonomia de modo flagrante. Além disso, a situação se repetiu em 2014 e, o para o ano de 2015, o Projeto de Lei nº 930/2015, iniciado com o ofício mensagem do governador Marconi Perillo, foi encaminhado à Assembleia Legislativa com o vício dos anos anteriores, em prejuízo aos ocupantes dos cargos professor P-III e P-IV, que desta vez terão direito ao reajuste somente a partir de 1º de agosto.

A justificativa da administração estadual para a concessão do reajuste somente no mês de agosto “resulta de um rigoroso estudo técnico e de planejamento, de forma a permitir que o Estado de Goiás mantenha sua política de racionalização dos custos da máquina pública, que se tornou visível pela implantação da reforma administrativa”.

Para os promotores, no entanto, “a racionalização de custos do poder público não pode ser feita às custas de sacrifício salarial de direitos legalmente previstos de trabalhadores hipossuficientes. 

Para tal, cortes de gastos excessivos com servidores comissionados e publicidade e propaganda, por exemplo, seriam mais justos, plausíveis e numericamente vantajosos”. 

No mérito da ação, é requerido que o Estado seja condenado a garantir a aplicação, nos anos seguintes e em caráter permanente, de maneira irrestrita e isonômica a atualização do piso salarial nacional, a partir de janeiro de cada ano, a todos os profissionais do quadro permanente do magistério público estadual, sem qualquer distinção de níveis. 

Fonte: MPGO

sábado, 23 de maio de 2015

João Guimarães Rosa e o nosso Goiás

Entrada de caverna, em São Domingos (GO) - Terra Ronca

“É preciso de saber os trechos de se descer para Goiás: em debruçar para Goiás, o chapadão por lá vai terminando, despenha. 

Tem quebra-cangalhas e ladeiras terríveis vermelhas. 

Olhe: muito além, vi lugares de terra queimada e chão que dá som – um estranho.

Mundo esquisito!”

João Guimarães Rosa – Grande Sertão: Veredas

Posse (GO): obras paradas e paralisadas, diz Bissotto





Por Fabiano Bissotto, 

"Hoje estive no povoado do " CACHIMBO" a pedido dos moradores do povoado.

Fui visitar os postos de saúde do Povoado CACHIMBO E VILA SÃO JOSÉ, como podem verificar nas imagens, além de atrasadas estão paralisadas.

O povo reclama pela falta de alternativas para atendimento básicos de saúde, uma vez que o posto do CACHIMBO foi desativado para obras e nenhuma alternativa foi tomada para atender a demanda e necessidade dos que ali residem e necessitam de atendimento. 

Hoje muitos tem que se deslocar do povoado para tentar conseguir atendimento no Hospital, que todos aqui sabem da precariedade ali existente. 

Vamos parar de propaganda e vamos trabalhar senhor prefeito.

Espero que agora, com as denúncias as obras possam ser retomadas e o povo possa vibrar em ter novamente o posto que tanto ajuda os moradores.

Em posse eles só trabalham depois que o povo assim como eu elaboram denúncias.

Obs: olhem as datas de início e entrega."



Viagens para Goiânia: Real Maia sai na frente e vai disponibilizar confortáveis ônibus semi-leito




Por Jefferson Victor, 

Há cada dia que passa, nos surpreendemos com a evolução das concessionárias de transportes de passageiros que servem a nossa região, principalmente nas viagens para Goiânia, distante 630 km da cidade de  Campos Belos (GO).

Tínhamos apenas uma empresa fazendo essa linha, e por falta de cobranças por parte dos usuários, atuou com ônibus velhos e sem nenhum conforto por décadas. 

Mas bastou o início das manifestações, para que houvesse uma mudança significativo nessa área.

Esta semana anunciamos que mais uma empresa estará atuando nesta rota para Goiânia (Real Expresso) e se tornou uma das matérias mais lida este mês no blog, uma demonstração do grande interesse que tem a nossa população com o assunto em questão.

A concorrência ficou acirrada. Todas as empresas envolvidas estão trabalhando para conquistar a maior fatia desses passageiros e para isso estão investindo em melhoria de suas estruturas, mudanças estas que já estão sendo sentidas pelos usuários dessas empresas.

A Real Maia, que faz a linha Dianópolis a Goiânia diariamente, dispõe de veículos em perfeitas condições,  dois motoristas por viagem, sinal de internet Wi-fi, água mineral em copinhos individuais, tomadas para carregamento de celulares, além de já disponibilizar venda de passagens pela Internet.

Como inovação e para que possa atrair um número maior de passageiros, ainda este semestre estarão substituindo toda sua frota para ônibus semi-leitos,  e também passarão a vender passagens através do cartão de crédito em suas principais agências, incluindo-se a de Campos Belos.

Ônibus semi-leito é uma grande evolução em conforto se comparado aos convencionais.

As poltronas são reclináveis (quase ao ponto de deitar-se), são maiores e mais confortáveis, além disso, algumas empresas oferecem serviços extra a bordo, como mantas e travesseiros higienizados, além de ar condicionado e água mineral.

A Real Maia também faz a linha  Palmas e Brasília diariamente, onde atua com os ônibus (Double Decker), de cambio automático, dois andares, com as opções semi-leito e leito e segundo informações  que obtivemos, pode ser o próximo investimento da empresa para a rota Goiânia.

Outra empresa ainda pouco difundida e que atua na região é a Real Sul, que faz a linha Palmas-Brasília, diariamente, passando por Campos Belos, sempre após 01h30.

A Real Sul possui ônibus Double Decker, com apenas dois meses de uso opções leitos e semi-leitos.

As terças e sexta-feiras, a Real Sul tem horários extras, passando em Campos Belos entre 22h e 22:30 com destinos a Palmas e Brasília.

Extra oficialmente, fomos informados que a São José do Tocantins já está providenciando a venda de passagens com o uso de cartão e até mesmo a possibilidade de vir a disponibilizar compras pela internet.

Outra novidade que tivemos acesso, é que a Real Maia trabalha com a opção fidelidade e a cada dez viagens realizadas você tem uma passagem de graça.

Isso é muito bom, principalmente para aqueles que fazem viagens constantemente.

Nos sentimos gratificados em estar utilizando o Blog do Dinomar Miranda para postar novidades neste segmento.

Foi muita cobrança por parte dos usuários e nos sentimos orgulhosos, por de alguma forma, termos contribuído para a melhoria deste setor que ainda não chegou no patamar que merecemos, mas que está havendo melhorias fundamentais ao bem estar de nossa comunidade.

Campos Belos: Morre Dona Maria, esposa de Seu Murilo




Por Jefferson Victor,

Morreu nesta sexta-feira (22), em Goiânia, Dona Maria Dias da Silva, de 73 anos.

Segundo familiares, Dona Maria estava fazendo tratamento e a sua saúde estava muito fragilizada.

Dona Maria era esposa do "Seu Murilo", um dos pioneiros em carpintaria aqui no município, pessoa bastante conhecida.

Era mãe de 15 filhos,  Sibas, que trabalha na antiga Telebrasília; Salu carpinteiro, Silomar, Domingas, Mocinha, Rosa, Neneide, Murilinho, Sileide, Fernando, Dorinha, Marileide, Silvaneide, Neidinha, Sizeneide e Marcinha.

Dona Maria era Irmã de Maria de Jesus, da professora Inácia e tia do comunicador Dino Farias.

O seu sepultamento ocorreu na tarde deste sábado (23), no Distrito de Cana Brava, no Município de Arraias (TO). 

Neste momento de muita dor, expressamos os nossos sentimentos à família enlutada, pedindo a Deus que conforte a cada um neste momento tão difícil.

Publicidade: Fim de Semana CompreBem


CNJ reabre caso de juiz de Dianópolis (TO) acusado de tratamento ofensivo


O Conselho Nacional de Justiça (CNJ) decidiu, por unanimidade, reabrir apuração envolvendo conduta do magistrado do Tribunal de Justiça de Tocantins (TJTO) Ciro Rosa de Oliveira. 

O então titular da Vara Criminal da Comarca de Dianópolis (TO) é acusado de dispensar tratamento ofensivo a pessoas de seu convívio.

Em 2013, um escrivão criminal apresentou pedido de providências ao CNJ alegando que vinha sendo hostilizado pelo magistrado desde que prestou depoimento contra ele em uma sindicância. 

Dados dos autos indicam que uma pessoa armada e sem identificação começou a fazer a proteção do juiz no fórum e que Ciro de Oliveira também teria problemas de relacionamento com outros magistrados, integrantes do Ministério Público e servidores, envolvendo frequentes gritos e gestos humilhantes.

Ao solicitar informações à Corregedoria do TJTO, a corregedora nacional de Justiça, Nancy Andrighi, foi informada de que as sindicâncias locais haviam sido arquivadas por prescrição em perspectiva das penas de censura ou de advertência. 

“Fui ler o processo e de ofício achei que o tribunal deveria ter feito pelo menos instrução para apurar a veracidade ou não das informações”, disse a corregedora.

A corte local arquivou as sindicâncias usando, por analogia, os prazos prescricionais aplicados para integrantes do Ministério Público, mais benéficos para o investigado. 

A prática foi rejeitada nesta terça-feira (19/5) pelo plenário do CNJ, ao concluir que o prazo de prescrição para magistrados é de cinco anos e que o arquivamento envolvendo o juiz de Tocantins ocorreu há menos de um ano, possibilitando a revisão disciplinar.  

Fonte: Âmbito Juridico

Após ação do MPE, imposto sobre transmissão de imóveis (ITBI) de Arraias (TO) tem valor corrigido


O Ministério Público Estadual (MPE) obteve êxito em Ação Civil Pública ajuizada em desfavor do município de Arraias, que pede a interrupção imediata da cobrança indevida do Imposto sobre a Transmissão de Bens Imóveis (ITBI) das propriedades rurais do município. 

A sentença que confirmou decisão liminar foi proferida pelo Juiz Eduardo Barbosa Fernandes, cabendo ainda recurso pois não transitou em julgado. A ação foi ajuizada pelo Promotor de Justiça João Neumann Marinho da Nóbrega, em julho de 2014.

De acordo com o Promotor, a prefeitura municipal determinou o valor das transações imobiliárias rurais, utilizando-se da figura do ¿avaliador¿, em detrimento dos valores estipulados na Lei Municipal 709/2005, aprovada pela Câmara Municipal de Arraias.

No início de 2013, o gestor municipal enviou o Projeto de Lei nº 003/2013 à Câmara de Vereadores, com o objetivo de fixar a pauta de valores básicos para o cálculo do imposto. 

Durante o processo legislativo, os parlamentares municipais aprovaram alterações e encaminharam o texto de volta ao Poder Executivo para sanção. Porém, o Prefeito Municipal vetou a proposta na íntegra.

O Ministério Público Estadual buscou alternativas e para solucionar o impasse na esfera administrativa, sem obter consenso entre as partes. 

Desta forma, não restou alternativa senão o ajuizamento de Ação Civil Pública, com o objetivo de garantir o cumprimento da Lei Municipal nº 709/2005, uma vez que os trâmites legais para a aprovação de uma nova Lei não foram respeitados.

A sentença confirma a determinação de cumprimento imediato da pauta de valores venais estipulada na Lei Municipal nº 709/2005, até a aprovação de lei complementar. 

Também ficou definida a aplicação de multa de R$ 1 mil para cada cobrança ilegal do imposto.

Fonte: MPTO

Jovem de Monte Alegre procura pai, que é natural de Mesquita (RJ)


Felipe Cesar, natural de Monte Alegre de Goiás, deseja muito encontrar o seu pai, Francisco Carlos Costa.

Francisco é filho de Carlos Elias Costa e de Isaura conceição Costa,  natural de Mesquita Rio de Janeiro, nascido em 26/12/58. 

Seu último endereço foi em Osfaia, em Luziânia. 

Quem tiver qualquer informação entre em contato com o Felipe Cesar, nos telefones 062 96790631 ou 96061979. 

Você pode fazer a felicidade desse filho em busca do pai. 

Prefeitura diz que obras do hospital de Posse (GO) serão retomadas e reconhece precariedades






Por Rose Ane Silveira,

A Prefeitura Municipal de Posse por meio de sua Secretaria Municipal de Saúde informa que em junho retomará as obras de reforma do Hospital Municipal de Posse.   

As obras atingirão agora as alas que vão da recepção até a radiologia. 

O prefeito, José Gouveia, ressalta que as obras são feitas por etapa porque o Hospital atende a milhares de pessoas por mês e não pode parar.

Após esta ala inicial será iniciada a reforma da área de internação. José Gouveia informa que graças ao fim do período das chuvas, as obras na reforma do telhado do HMP também serão  concluídas nos próximos dias.

O prefeito esclarece que os banheiros reformados, apresentados nas fotos do Hospital Municipal de Posse, apresentados no site e na página do Facebook da Prefeitura,  são os do centro cirúrgico, e não os do atendimento ao público. 

Assim como os banheiros, também foi reformada a área de higienização, corredores do centro cirúrgico, laboratório de análises clínicas e recepção.

O prefeito José Gouveia reconhece a precariedade de condições tanto dos ambulatórios, com da área de internação do Hospital que necessita urgentemente de reformas. 

Por este motivo ele tem procurado parcerias junto às empresas situadas em Posse, ou nas proximidades, para que estas contribuam com a reforma do Hospital, que apesar de suas condições, atende a todo o Nordeste goiano.

Esta Prefeitura tem procurado ao longo do último ano  parcerias e financiamento para as obras do Hospital. 

“Não entraremos no mérito das disputas políticas que tentam desmerecer todo o trabalho feito nos últimos dois anos como se eles não tivessem existido”.

Para o prefeito José Gouveia, só não vê, quem não quer.  

As reformas do Hospital, afirma Gouveia são em áreas que a população não vê, porque foram feitas em áreas que não são de acesso ao público “mas que o povo tem o direito de saber que foram feitas”. 






Resposta às denúncias da situação dos hospitais de Posse (GO)


Caro Dinomar. 

Em primeiro lugar vimos agradecer a imparcialidade e seriedades deste blog que muito tem contribuído com suas publicações para o crescimento da comunidade possense, que fica bem informada a cada dia graças ao seu diligente trabalho.

Quanto à publicação feita pelo senhor Fabiano Bissoto vimos esclarecer: Os banheiros reformados foram os do centro cirúrgico, e não os do atendimento ao público. 

Assim como os banheiros, também foi reformada a área de higienização, corredores do centro cirúrgico, laboratório de análises clínicas e recepção.

O prefeito José Gouveia reconhece a precariedade de condições tanto dos ambulatórios, com da área de internação do Hospital que necessita urgentemente de reformas. 

Por este motivo ele tem procurado parcerias junto às empresas situadas em Posse, ou nas proximidades, para que estas contribuam com a reforma do Hospital, que apesar de suas condições, atende a todo o Nordeste goiano.

Em sua coluna nós já divulgamos duas vezes esta busca de parcerias e financiamento para as obras do hospital. 

Não entraremos no mérito das disputas políticas que tentam desmerecer todo o trabalho feito nos últimos dois anos como se eles não tivessem existido.

Para o prefeito José Gouveia, só não vê, quem não quer.  As reformas do hospital, como dizemos, são em áreas que a população não vê, mas tem o direito de saber que foram feitas. 

Cordialmente
Rose Ane Silveira

sexta-feira, 22 de maio de 2015

Campos Belos: Prefeito não estende reajuste do piso nacional dos professores e sindicato endurece cobrança, com grande manifestação





O Sindicato dos Servidores Públicos de Campos Belos (SINDBELO) realizou, nesta quinta-feita (21), uma barulhenta manifestação. 

Cerca de 80 manifestantes, empunhando apitos, cartazes, faixas e reforçados por membros da Central Única dos Trabalhadores (CUT) do Distrito Federal, percorreram as principais vias da cidade, reivindicando do prefeito o reajuste do piso nacional da educação. 

Segundo o presidente do Sindicato, Adroaldo Oliveira Ribeiro, o Baiano, o prefeito de Campos Belos, Aurolino Santos Ninha, recusa a cumprir a lei federal que aumentou em 13,1% o piso nacional dos professores no país. 

Baiano informou que o prefeito quer reajustar o valor apenas para quem está no magistério nível um, no início de carreira, e que recebem como salário R$ 1.917,78. 

“Está errado. A lei diz que o reajuste é para todo mundo, inclusive para aqueles do último nível. Na verdade, a educação em Campos Belos está um caos, num descaso absoluto. O prefeito não está nem aí para a educação das crianças de nossa cidade”, afirma Baiano.

Ainda de acordo com o presidente do SINDIBELO, em Campos Belos, a rede municipal conta com cerca de 350 professores. 

Desses, apenas 10 educadores estão no magistério nível um e apenas eles receberiam o reajuste proposto pelo prefeito.

Baiano disse que a classe já está em indicativo de greve e se o prefeito não rever a posição e estender o reajuste do piso nacional para todos os professores, haverá paralisação e um forte recrudescimento das cobranças. 















Posse (GO): marketing da prefeitura vem trabalhando a todo vapor, afirma Bissotto




Por Fabiano Bissotto, 

O marketing da prefeitura vem trabalhando a todo vapor, inclusive até carreatas eles estão promovendo no intuito de mostrar à população que fazem algo, mas o povo cansou de ser besta. 

Dias atrás o perfil publico da prefeitura fez uma publicação, na qual relata ter arrumando os banheiros do hospital, mas nas fotos tiradas hoje ( 22/05) por um dos fundadores do grupo POLÍTICA EM FOCO tudo não passa de uma maquiagem que estão tentando usar para enganar o povo. 

Eu sinceramente torço por melhorias e além disso que eles trabalhassem mais e parecem de usar as redes sociais para formularem informações apócrifas. 

Vocês sabiam que existe uma empresa para cuidar das redes sociais ( Facebook) e das campanhas publicitária da prefeitura que é de Brasília cuidando de tudo isso e ganhando um bom dinheiro? 

Ta ai o hospital cheio e feio sem maquiagem como muitos costumam ver. Aqui a verdade é nua e crua...

Obs: acreditamos que essas ações com promoção política em carreatas e publicações em mídias sociais não vai resolver em nada, vão enrolar até ano que vem, pois ano que vem é ano de eleições. 

Sendo assim, melhor tentar trabalhar no próximo ano, pois o povo pode lembrar melhor dos feitos. 

Táticas usadas por gestores incompetentes que usam de tal artimanhas para tentar enganar o povo é mostrar no final que fez algo, enquanto isso comemos capim 3 anos.


Publicidade: Cerâmica Barreirão reduz preço do tijolo tradicional, para imbatível R$ 450


A Cerâmica Barreirão, tradicional indústria de Campos Belos, está fazendo uma grande promoção a preço imbatível.

O tradicional tijolo 19x19, 8 furos redondos, caiu de R$ 540 para R$ 490, na entrega em Campos Belos.

O preço cai ainda mais se o tijolo for retirado na fábrica: por R$ 450. 

Os demais produtos também estão em promoção, com até 10% de desconto.

Venha para a melhor e pague muito menos! 

Cerâmica Barreirão, há mais de trinta anos, um parceiro no crescimento de Campos Belos e região.

Disk tijolos: 3451 1060

quinta-feira, 21 de maio de 2015

UEG: segundo dia de Seminário desafia estudantes




Por Fábio Bandeira,  

O seminário do Curso de Pedagogia do Câmpus de Campos Belos tem desafiado a comunidade local, professores e estudantes da Universidade. 

Neste segundo dia, foram realizados minicursos nas diversas áreas de formação de professores, como o de ensino de ciências, matemática, gestão  escolar, inclusão digital, tecnologias, ética e liberdade, transtorno de déficit de atenção e hiperatividade, filosofia africana dentre outras. 

Também houve instalação pedagógica com o tema: “Um Novo Olhar sobre o Meio Ambiente: da percepção à transformação”.  

Essa instalação Pedagógica busca uma reflexão dos participantes sofre a relação do homem com o Meio Ambiente. 

De maneira lúdica e sensorial, esta metodologia facilita a representação dos ambientes locais e seus processos sociais, econômicos e políticos.

Os minicursos contaram com uma grande participação, não só de graduandos da Universidade Estadual de Goiás, como também de alunos da Universidade Federal do Tocantins, professores e alunos da rede municipal e estadual do município e cidades circunvizinhas. 

A média de inscritos nos minicursos ultrapassou os 50 participantes. 

Os minicursos buscaram desafiar a todos atribuindo sentidos, fundamentando teoricamente, bem como levando a novas reflexões e concepções. 

Os sujeitos participantes se redescobrem e começam a se reconhecer como seres paradoxais, com consciência em processo de recriação constante.

“Os minicursos ministrados pelos acadêmicos e professores do Curso de Pedagogia, superaram minhas expectativas. Os alunos com a coordenação de professores conseguiram repassar o que pretendiam, com clareza, ousadia e objetividade", informou o estudante Carlos Fernandes.

Segundo Amanda Oliveira, que cursa o segundo ano de Letras, participar dos minicursos nessa Semana Pedagógica proporcionou a oportunidade de conhecer novas metodologias de ensino, como também rever outras. 

"Enquanto aluna de Letras, percebi que entre os cursos de Licenciatura não há distinções, pois um complementa o outro. Parabenizo os professores e acadêmicos de Pedagogia que se dispuseram a realizar os trabalhos. 

Isso só mostra que o aluno não é um mero expectador do processo de ensino e aprendizagem, mas o protagonista, a peça principal”, afirmou.





Posse (GO): Cadastramento para o programa habitacional termina sexta-feira, 22/05


Por Rose Ane Silveira, 

Termina nesta sexta-feira o prazo para o cadastramento dos interessados na aquisição da casa própria pelo Programa Minha Casa Minha Vida. O sorteio dos contemplados está marcado para o dia 31 de maio.

Deste a última segunda-feira a Secretaria Municipal de Ação Social de Posse vem atendendo as pessoas que querem fazer seu cadastro habitacional. O prefeito de Posse, José Gouveia visitou o Centro da Juventude onde ocorre o cadastramento, sempre entre 08h e 17 horas.

Centenas de pessoas estão fazendo um novo cadastro, mas a Secretaria de Ação Social lembra que  quem já fez deve comparecer novamente, já que a confirmação dos dados e atualização cadastral é fundamental para que os candidatos sejam incluídos no sistema de sorteio das casas do Residencial Morada Nova. 

Este sorteio e consequente recadastramento atende à determinação da Portaria Nº 595, de 18/12/13, do Ministério das Cidades. O sorteio ocorrerá no dia 31 de maio.

O prefeito José Gouveia lembrou durante a visita que este é proporcionalmente, o maior programa habitacional do país. Para a família se candidatar é necessário: Não possuir renda familiar superior a R$1.600,00; não possuir imóvel (isso inclui o cônjuge); residir no município e não ter sido beneficiado por qualquer programa habitacional no âmbito federal.

Os documentos necessários para o novo cadastro são: Identidade (do beneficiário e do cônjuge); CPF (do beneficiário e do cônjuge); Certidão de Nascimento se solteiro; Certidão de Casamento; comprovante de residência; comprovante de renda (se tiver) e Certidão de Nascimento dos filhos. Não é necessário trazer cópias dos documentos, apenas os originais.

Lançado Programa de Prevenção e Combate ao Tabagismo em Posse (GO)



Por Rose Ane Silveira, 

A Prefeitura Municipal de Posse, por meio da Secretaria Municipal de Saúde, lançou nesta quinta-feira (21/05), em parceria com o governo federal, o Programa de Prevenção e Combate ao Tabagismo em Posse, que em um primeiro momento fará um trabalho junto a 80 fumantes cadastrados da Cidade.

O programa visa, segundo a secretária de saúde, Rosana Tonhá, auxiliar, tratar, recuperar os fumantes e investir na prevenção para que as pessoas evitem o primeiro cigarro. Uma equipe multidisciplinar de 10 pessoas formada por médicos, enfermeiros, psicólogo, nutricionista e agentes de saúde trabalharam nos Postos de Saúde da Família (PSF) de Posse, mais próximos da residência dos participantes do Programa, para melhor adequar a demanda.

Segundo o prefeito José Gouveia, a criação de um programa de combate ao tabagismo me Posse é um sonho antigo, que ele já havia manifesto muito antes de entrar na política.  “Esta é a realização de um sonho. Temos em Posse um alto índice de tabagistas. Saúde não se faz só com obras, mas em todas as frentes”, ressaltou o prefeito.

A previsão inicial do Programa é de três meses, que pode ser estendido e as reuniões serão semanais com os inscrito.  Rosana Tonhá informou ainda que as pessoas das 11 cidades vizinhas a Posse, que queiram participar, também terão acesso.

Participaram da cerimônia de lançamento do Programa, além do prefeito e da secretária de Saúde, o secretariado municipal, os vereadores da base aliada, os profissionais que atuarão no Programa e os participantes do mesmo.

Publicidade: Sexta Maluca CompreBem


“Agronegócio faz a diferença em momento de crise”, diz José Eliton


Em sua quarta visita à 70ª Exposição Agropecuária de Goiás, o vice-governador e secretário de Desenvolvimento (SED), José Eliton, disse na manhã desta quinta-feira (21) que “nesse momento difícil para a economia brasileira, o agronegócio faz a diferença na sustentação da nossa balança comercial, que se mantém superavitária nesses últimos meses”. 

Ele participou do Encontro com Autoridades, promovido pelo Grupo Sucesso e Rede Record Goiás. O evento aconteceu no estande das emissoras, no Parque de Exposições Pedro Ludovico Teixeira, no setor Nova Vila e teve a presença do presidente da Sociedade Goiana de Pecuária e Agricultura (SGPA), Hugo Goldfeld.

“O governo Marconi Perillo acredita que o agronegócio é uma das áreas da economia que devem contribuir fortemente para que Goiás se fortaleça em momento de crise nacional, por isso temos investido fortemente no setor primário”, disse Eliton. Ele falou com exclusividade para duas emissoras vinculadas ao grupo, Rádio Sucesso 98,3 FM e TV Rio Verde.  

Também participou ao vivo do Balanço Geral local, comandado pelo jornalista Oloares Ferreira. Participaram os deputados estaduais Lissauer Vieira, Mané de Oliveira, José Antônio e o prefeito de Acreúna, Edmar Neto.

O Encontro de Autoridades integra série de eventos realizados pelo Grupo Sucesso, como Encontro de Artistas e Encontro de Agências. 

O diretor do Sucesso, Gilson Almeida, explica que é um momento de descontração entre amigos. “Essa reunião é sempre uma grande festa. A presença do vice-governador é muito importante”. 

Da diretoria do grupo ainda estava presente Luiz Okamoto, da Rede Record Goiás.